Melilha

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Melilla)
Ir para: navegação, pesquisa
Inquisicaoespanhola.jpg

¿¿¿Porque no te callas???
No robe los picassos de Melilha o la Santissíma Inquisición lo mandará para el colo del capeta!!!

Al-Halhiz
Melilha
Menina
Bandeira de Menina
Brasão de Menina
Bandeira Brasão
Lema: MARROCOS NÃO!!
Hino nacional: Terroristas? Você está no lugar errado

Localização de Menina

Capital Melilha
Cidade mais populosa Melilha
Religião oficial Islamismo
Governo Espanha manda, Marrocos se fode
 - Pau-mandado Juan José Imbroda
Heróis Nacionais Nunca teve alguém assim
Área  
 - Total 20 m2 km² 
 - Água (%) 25
Analfabetismo
População alguém contou já? 
PIB per Capita 30.000 
IDH 7 para espanhóis e 2 para marroquinos 
Moeda Euro
Fuso horário Ninguém tem relógio em Melilha
Clima Desértico vou morrer
Website governamental ??


Melilha é uma região do Marrocos onde a Espanha meteu o bedelho. Querendo sacanear com Marrocos, a Espanha dominou a região para absolutamente nenhum fim aparente.

História[editar]

Região sem fins lucrativos, Melilha é uma área de nada do Deserto do Saara, que não vale absolutamente nada, que não possui absolutamente nada, que não há ninguém no local, mas mesmo assim a Espanha por algum motivo obscuro, insistiu em conquistar o local. Antropólogos defendem que em Melilha está a origem do povo hispânico-cigano. Geólogos defendem que em Melilha há um enorme poço de petróleo. Historiadores acham que em Melilha se encontra o Santo Graal. Oceanógrafos descobriram que Atlântida pode estar escondida na costa de Melilha. Apesar de muitas teorias, nenhuma é confirmada, a mais aceita é a de que os espanhóis buscam em uma luta intensa fazerem mais burradas que seus rivais portugueses e por isso gastam esforços com o território de Melilha, porém os portugueses conseguem ser mais burros perdendo tempo com territórios mais inúteis ainda como a Ilha da Madeira.

Outro fator para a Espanha ter interesse na posse dessa terra, é a questão de que Marrocos volta e meia invade a Espanha, então isso seria apenas um revide de legítima defesa.

Economia[editar]

Baseada no porto da cidade, a economia de Melilha é dependente do que chega (água) e sai (escravos) de seus portos.