Metroid Prime Pinball

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg Metroid Prime Pinball é um jogo virtual (game).

Enquanto isso, mais um hentai de Dead or Alive está sendo produzido.


Metroid Prime Pinball
Metroid Prime Pinball cover.png

Por debaixo da armadura Samus está triste em ter que participar de um jogo tão ridículo...

Informações
Desenvolvedor Fuse Games
Publicador Nintendo
Ano 2XYZ
Gênero Pinball
Plataformas Nintendo DS
Avaliação 30%
Idade para jogar Livre (por sua conta em risco)

Cquote1.png Eu não gosto muito de me transformar em uma Morph Ball... Cquote2.png
Samus Aran sobre o desconforto que vai sentir durante todo Metroid Prime Pinball

Metroid Prime Pinball é um jogo baseado no velho e simples Pinball, mas substituindo-se a bola por Samus e os obstáculos por monstros grotescos que se demonstram bastante irritantes em impedir que a Samus atinja o dispositivo para passar de fase. É só mais um caça-níqueis cretino da Nintendo para arrancar dinheiro dos fãs mais afoitos da série Metroid, afinal pinball sempre vende bem, basta saber qual skin botar no jogo, e no caso uma bela mulher repleta de belos atributos contorcionada numa bola é uma ideia genial para atrair um público. Não espere grandes coisas, se a música de Metroid Prime já era ruim, nesse spin-off maldito então os sons se resumem a DING DING DING DING WOOOOOP WOOOOOP WOOOOOP WAAK WAAK WAAK OWOWOWOWOWOWOWOWOWOW...

Desenvolvimento[editar]

Como já é de praxe da Nintendo, os jogos que ninguém é louco o suficiente para comprar como os tradicionais arcades de Pinball, kart, golfe, tênis e tiro ao alvo, a empresa apela para as suas franquias e cria jogos como Mario Kart, Mario Golf, Zelda: Crossbow para vender esse tipo de porcaria de jogo que ninguém normalmente compraria, e o Pinball ficou encarregado para a série Matroid, e assim surge o Metroid Prime Pinpall, um bom passatempo e uma boa pedida para o Nintendo DS, portátil que não tem nenhum jogo que preste.

Jogabilidade[editar]

Até no pinball os Metroids querem estuprar a Samus.

Samus Aran deve explorar inúmeras mesas diferentes de pinball (na verdade apenas seis, é um jogo de baixíssimo orçamento) enquanto extermina insetos alienígenas boqueteiros e Paraguaios Espaciais e claro, passar por vários lugares que dão pontos e prêmios na medida em que se choca em pontos luminosos que fazem um barulho de uma barriga com fome.

Nesse jogo bizarro, Samus Aran se rebaixa a transformar-se na "Morph Ball" para levar pancadas em um pinball gigante enquanto atinge túneis e ambientes cada vez mais grotescos. Já não basta a roupa que veste, aquele spandex azul enfiado no rabo, e sua personalidade extremamente submissa nos jogos onde obedece seu cafetão Adam como uma bitch, ela agora se reduz a uma mera bola de Pinball.

Ao todo o jogo disponibiliza seis mesas de pinball diferentes baseadas nos cenários de Metroid Prime. Um pântano, um local de lava, outro congelado, enfim, mas o objetivo é sempre o mesmo, não cair no buraco que neste jogo é representado por um cu submisso que se encontra sedento em devorar a Samus em sua forma de anal beads. O jogador deve, enquanto sobrevive a esses cenários, reunir 12 dildos sagrados para ter acesso ao mapa final, o Artifact Temple, onde enfrentará o Meta-Ridley, um corno revoltado que tem ódio da Samus e vai passar o combate inteiro cagando tijolos em cima da Samus-bola. O jogo é isso, queria mais o que?

Recepção[editar]

Esse jogo fracassou não apenas porque é enjoativo e exibe um dos piores gráficos de algum jogo para Nintendo DS, mas sim porque não oferece imagens eróticas de ecchi de Samus Aran no zeramento, mas fora isso, é apenas a porra de um jogo de Pinball, quem avalia um jogo desses? É tudo igual. Samus Aran apenas ganhou o prêmio de maior contorcionista dos videogames, por conseguir resistir ficar tanto tempo enrolada numa bola sem reclamar, ela é mesmo muito submissa.

v d e h
MetroidPrimeLogo.jpg