Meu Vizinho é uma Bola de Sinuca

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Desinopselogo2.png

Este artigo é parte do Desinopse, a sua coletânea de filmes rejeitados.

Meu Vizinho é uma Bola de Sinuca
My neighbor is a pool ball
Meu Vizinho é uma Bola de Sinuca
Mveubds.JPG
1986 • 91
Direção John Landis
Produção Local: Estados Unidos
Steven Spielberg
Roteiro John Landis
Elenco Dan Aykroyd - Randy/Bola de bilhar azul

John Malkovich - Norman

Drew Barrymore - Katye

Alec Baldwin - Jack
Idioma Inglês
Orçamento 6 mil dólares


Cquote1.png Eu estava nesse filme. Cquote2.png
Dan Aykroyd sobre Meu Vizinho é uma Bola de Sinuca

Cquote1.png Eu dirigi. Cquote2.png
John Landis sobre Meu Vizinho é uma Bola de Sinuca

Cquote1.png Se fosse comigo, seria a bola 8. Cquote2.png
Eddie Murphy sobre Meu Vizinho é uma Bola de Sinuca

Meu Vizinho é uma Bola de Sinuca é um filme pseudo-expressionista-pós-modernismo-neo-abstrato alemão, escrito pelo diretor de comédias John Landis durante a faculdade.

Trama[editar]

A trama trata de um homem de nome Norman (John Malkovich) que muda-se para uma rua em New England e dá de cara com Randy (Dan Aykroyd), um homem estranho que vive em um buraco na casa ao lado.

Após noites ouvindo barulhos de batidas terríveis que não cessavam, Norman descobre que Randy é uma bola azul de sinuca. Desse momento em diante, sua vida passa a ser um inferno, pois revela-se que Randy está disfarçado por medo de Jack Reddof (Alec Baldwin), uma bola de bilhar vermelha assassina em busca de vingança.

Juntos, conseguem bolar um plano que consistia em um ataque com uma bola de bilhar branca gigante, que faz Jack aos pedaços.

O filme causou muita polêmica na época graças a uma cena de sexo entre Randy e a filha mais velha de Norman, Katye (Drew Barrymore), na época ainda com 9 anos.

Ver também[editar]