Miguel Reale

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Se procura pelo filho e ex-ministro da justiça deste cidadão, veja Miguel Reale Júnior


Juiz.jpg Certifico, a quem interessar possa e para os devidos fins, que este artigo trata de assuntos chatos jurídicos

Data venia, se você tiver alguma informação adicional a trazer aos autos, protocole uma petição solicitando a juntada de uma procuração que outorgue a você poderes para tanto, ou clique aqui.
Loser 2.JPG Miguel Reale já morreu!

Perdeu no jogo da vida...

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno


Cquote1.png Você traiu o movimento Kelseniano, véi! Cquote2.png
Dado Dolabella sobre Miguel Reale
Cquote1.png Ó Deus, abençoa a alma desse velhinho... Cquote2.png
Estudante de Direito sobre Miguel Reale

Faraó Miguel Reale quando desmumificado

Miguel Reale (Marquês de Sapucaí, 6 de novembro de 1910São Paulo, 14 de abril de 2006) foi uma múmia do direito brasileiro, foi um jurista nascido em São Paulo, professor da Faculdade de Direito do Largo do São Francisco,portanto, também babava. Ele criou a teoria do Tridimensionalismo do Direito, para substituir o legado ininterpretável e incompreensível de Hans Kelsen, ajudando e muito os jovens alunos de Direito, que anteriormente desistiam do curso muito cedo tentando entender a Toeria Pura do Direito o único livro do mundo que tem um outro livro auxiliar chamado "Entendendo o Kelsen" e "Como entender o Entendendo o Kelsen" - esta foi a grande contribuição pra humanidade de Miguel Reale - livrou da vida de muitos de mais um alemão chato.

Miguel Reale foi pai do Júnior, também jurista, mas este conhecido apenas por ter protocolado um pedido de impedimento ao presidente em 2015, junto a Janaína Paschoal.

História[editar]

Miguel Reale é membro da Academia Brasileira de Letras, foi um dos mentores da Ação Integralista Brasileira, contribuiu para o Regime Militar revendo a Constituição de 1967, e editando novamente - ao bel-prazer dos Generais - emendas a esta. Mas estes fatos obscuros da sua história são relevados com sua contribuição ao Código Civil Brasileiro de 2002 e a grande contribuição que será repetida novamente abolir quase definitivamente o purgatório escrito do Hans Kelsen da obrigatoriedade para iniciar-se no curso de Direito - infelizmente há ainda professores sádicos que praticam este tipo tortura no Brasil.

Títulos[editar]

Aqui começaria a maior parte do artigo, mas como isso não contribui para o conteúdo humoristíco do site:

  • Titúlo de Múmia do Direito Brasileiro

Este já é o suficiente.

Veja também[editar]