Moda

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Este artigo é relacionado à história.

Não estranhe se ler que Brumário é um mês.

Cruzada7.jpg
Uma modelo (ou estilista?) de estilo!
E se essa moda aí pega? Magina então!

Cquote1.svg Você quis dizer: Coisa de viado e desocupado Cquote2.svg
Google sobre Moda
Cquote1.svg Adóóóóro andar na moda! Cquote2.svg
Richarlyson sobre moda
Cquote1.svg A moda é tuuuuudo! Cquote2.svg
Bush sobre moda
Cquote1.svg Minha pior inimiga Cquote2.svg
Moda sobre Luciana Gimenez
Cquote1.svg Não Conheço Cquote2.svg
Fernanda Lima sobre Moda
Cquote1.svg Você quis dizer medo Cquote2.svg
Google sobre moda
Cquote1.svg Na União Soviética, a Moda veste roupas de VOCÊ!! Cquote2.svg
Reversal Russa sobre moda
Cquote1.svg Moda é pagar pau pra uma pessoa com mais dinheiro que você! Cquote2.svg
kika sobre moda
Cquote1.svg Agora tá usando muito! Cquote2.svg
Pobre sobre qualquer coisa que está na moda
Cquote1.svg Calça normal, R$50,00 Cquote2.svg
Anúncio
Cquote1.svg Calça toda rasgada, R$700,00 Cquote2.svg
Outro anúncio
Cquote1.svg É a rasgada que tá na moda? Então eu quero ela! Cquote2.svg
Idiota sobre Moda

Moda é uma invenção social do tempo da tua avó e é uma coisa tão horrível que tem de ser mudada a cada 6 meses.

História arqueológica contemporânea da moda[editar]

Ânus 60[editar]

"Jovens" hippies curtindo a vida desde os anos 60.
Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Década de 1960

Ânus 80[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Década de 1980
Mitsui,uma guria retardada dos anos 80...será?
  • Roupa brega em geral;
  • Cores néon e estampadas geométricas e oncinha;
  • Usar roupa de academia fora da academia, como polainas, maiôs, bodies, collants, leggings...;
  • Cabelo armado, permanentes, penteados vindo do inferno como mullets e rabo-de-cavalo lateral;
  • Bigodinho;
  • Calças "bag" ou ou "saintropeito", cuja cintura ficava logo abaixo dos peitos-de-ovo-frito e deixava suas bundas empinadas à força;
  • Jeans surradas com enormes camisas para fora das calças
  • Muita, muita maquiagem colorida;
  • Moletons, jaquetas de couro, jaquetas de aviador...
  • Tênis Keds, Adidas, Puma;
  • Góticos;
  • Meia arrastão, luva de renda, saia de tule e outras breguices inspiradas por Madonna e Cyndi Lauper;
  • Biju de plástico;
  • Gente peluda em geral;
  • Camisa havaiana e camisas muito abertas, a exibir o pelo do peito prós homens.

Ânus 90[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Década de 1990
Exemplo de uma família feliz dos anos 90.
  • Grunge;
  • Bichas;
  • Roupa brega no geral;
  • Era comum os homens usarem roupas femininas e mulheres, masculinas;
  • Sapatos e sandálias volumosos com plataforma;
  • Ganga com ganga;
  • Botas de combate Doc Martens, Timberland, etc.;
  • Cores néon e estampadas geométricas;
  • Bijuteria cafona como colares choker (tipo coleira de cão), pulseiras de plástico, anéis de humor, etc.;
  • Roupa estupidamente larga por alguma razão desconhecida;
  • Maquiagem cheia de autocolantes, glitter, quase sem sobrancelha, etc.;
  • Vestuário esportivo;
  • Tecidos brega como cetim, veludo, fanela, bombazine, etc.;
  • Penteados vindos do Inferno como espetado, cabelo descolorado, tranças embutidas, ganchos de borboleta, brilhantes strauss, etc.;
  • Malhas que provocavam urticária uma comichão infernal.

Ânus 2000[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Década de 2000
A moda emo foi a grande tendência da década.

Em resumo: mau gosto e vagabundice.

  • Emos;
  • Calças de ganga de cintura baixíssimas, à boca-de-sino, militar, bermudas;
  • Barriga à mostra;
  • Piercing no umbigo e sobrancelha;
  • Lenços como cinto, cintos grandes e largos bem brega;
  • Sapatilha Converse All-Stars;
  • Cabelos com mechas descoloradas;
  • Gravatas;
  • Batom gloss (com ou sem glitter);
  • Vestidos justos e curtos de piriguete;
  • Óculos de sol de lente colorida;
  • Brinco de brilhante;
  • Cabelo espetado com gel/cera;
  • Óculos de surf;
  • Correntes nas calças;
  • Chapéus fedora e boinas.

A década de 2000 não merece a nossa nostalgia.

Ânus 2010[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Década de 2010
Os hipsters foram a grande moda dessa década, para substituir os emos.
  • Influencers;
  • Hipsters;
  • Basic Bitches;
  • Bad Bitches;
  • Continuou a modinha da Década de 2000 de usar lingerie na rua;
  • A "moda de rua" ganhou muita atenção;
  • Roupa de puta é fashion;
  • Estampagens bregas como cruzes invertidas, psicadélicos, "galáxia", astecas e outras porras semelhantes;
  • Roupa oversize (por alguma razão);
  • Calçado feio virou modinha: aberrações como crocs, birkenstocks, beach slide com meias, etc.
  • Smartphone usado como acessório;
  • Cabelos curtos e raspados dos lados, estupidamente compridos, coloridos com cores bizarras, metade loiro metade moreno igual o XXXTENTACION ou o Lil Peep, etc.;
  • Camisetas curtas ("crop tops");
  • Calças de ganga com lavagem ácida (talvez para honrar o Apocalipse nuclear);
  • Moda da Década de 1990 (já sem ideias, mesmo): ténis grandes, "jeans de mãe", vestuário esportivo, coleiras, mau gosto, etc.
  • Homem fashion é viado metrossexual;
  • Usar camisa com logotipo (Supreme/Obey/Levi's) ou camisa da Gucci.

Modinhas da Moda[editar]

Cquote1.svg Você quis dizer: Tribos urbanas Cquote2.svg
Google sobre Moda

Ao longo dos anos, se vêm desenvolvendo várias "modinhas", também conhecida como "moda/estilo alternativo" (ao que é fashion no momento), que se compõe como o visual preferido de posers, adolescentes revoltados, vadias, cafajestes, entre outros seres vindos do Inferno.

Dos fundamentos psico-fisio-sócio-bio-filosóficos da moda[editar]

Padrão atual de moda, em corpo e vestuário.

A moda vem a ser a confluência de várias correntes do pensamento moderno ocidental bem como daquele mais arcaico e oriental. Uma primeira necessidade social para o surgimento da moda veio a ser aquela de dar emprego para moças gostosas e rapazes boa-pinta, mas sem talento algum. Posteriormente, o mundo da moda passou a ser um eficiente vestibular para atores da Rede Globo. Após aceitarem se tornar prostitutos de produtores da corporação midiático-fascista, os modelos realizam um curso de interpretação básica, também denominado Malhação.

Após o sucesso, os candidatos passam a um segundo período, também denominado novela das seis. O ápice da carreira é a novela das oito, onde os ex-modelos, após não terem aprendido nada mas tendo algum reconhecimento, passam a conviver com fósseis e mortos-vivos como Regina Duarte, Tarcísio Meira, entre outros grandes mestres do que se denomina tele-dramaturgia.

Artigo de moda muito usado durante a Década de 2010.

Assim como a publicidade, o design, a decoração, a arte conceitual, o JotaQuest e o Mangá, a moda é uma das maravilhas artístitico-comerciais do 5o milênio!

A moda da moda[editar]

A grande moda que moda moldou é a moda de fazer roupas que não podem ser usadas. Influenciada pela arte conceitual, pelas técnicas milico-brasilianistas de tortura, pela verborragia francesa, pelo alto preço de materiais têxteis (vendidos pelo vice-presidente da República Corporativista do Brasil), pela ganância dos donos de loja de roupa e pelos ideais revolucionários dos jornalistas de moda, os estilistas começaram a produzir roupas que não podem ser vestidas.

Isso criou uma demanda cada vez maior de roupas não vestíveis, de modelos sem tecido adiposo, de formação de jornalistas de moda de produtos de emagrecimento milagroso (ver Herbalife). Por essa razão, acredita-se que a moda é um esquema em Pirâmide, um círculo vicioso elaborado para fomentar a ganância, a miséria e a concentração de renda e de estilo na sociedade. Enfim, a moda é tuuuudo.

Ver também[editar]