Moose (Bebida)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
PortugalDJoãoscary.jpg Manuel, vê-me dois cäcətinhos, o pá!

Æstə ärtigo é purtugäish, gajo. Élə comə cacətinho cum bəcalhau, tuma um vinho ishtränho, adora cumpetir cum a Ishpänha e tem um bigodão.

Se vəndalizarish, um bäenfiquista vai atrás də tua mãe




Cquote1.png Você quis dizer: Mouse? Cquote2.png
Google sobre Moose (Bebida)
Cquote1.png Você quis dizer: Mousse? Cquote2.png
Google sobre Moose (Bebida)
Babel fish.gifTraduzindo: Alce
Babel Fish sobre Moose (Bebida)
Cquote1.png Hummm... moose de maracujá é uma delícia! Cquote2.png
Carla Perez sobre Moose
Cquote1.png I ain't got the time to bleed. Cquote2.png
Jesse Ventura (em Predador, após meia lata de Moose Rat)
Cquote1.png Eu pensava que era homem o suficiente. Cquote2.png
Carlos Boa-Morte, ex-fuzileiro e bóina verde, agora conhecido como "Rochelle", estrela de quarta-feira num bar de alterne açoriano

Não confundir a bebida com esse Moose.

Moose é uma bebida consumida por um número selecto de atletas de competição e indivíduos do submundo português, eslavo e norte-americano. A sua rara distribuição fez com que se tornasse praticamente um mito apesar de muitas provas da sua existência já terem sido documentadas por certos vagabundos académicos. Tais académicos não são citados de forma a proteger as suas famílias contra potenciais atentados, perpetrados pelo monopólio da indústria distribuidora de Moose.

Efeito[editar]

A sua ingestão faz com que o corpo entre num estado de êxtase, segregando quantidades de adrenalina a cada gole, o que o torna ideal para usos desportivos, nomeadamente olímpicos (pois não está classificado como dopping) e para usos criminosos, como fugir às autoridades.

Efeitos secundários nocivos (e documentados) podem incluir: vómitos, diarreia, caspa, seborreia, pé de atleta, hemorragia dos tímpanos, cegueira, comichão anal, lúpus, alcoolismo, odor a escroto, febre aftosa, herpes umbilical, aversão a champô, mau hálito, tosse ligeira, tifo, hematomas de cor púrpura em forma de borboleta, necrose dos genitais e perda de masculinidade. Nenhum destes efeitos secundários foi, no entanto, verificado em homens a sério.

Fórmula[editar]

Uma das reações que esta bebida causa.

Apesar da sua fórmula ser secreta, sabe-se, através de análises feitas a olho nu, que Moose é preparado com extracto de alce, pois estes são visíveis a boiarem no líquido cor de âmbar que o veio a caracterizar.

História[editar]

No Japão feudal, acredita-se que ninjas já conheceriam o segredo de "Moose", embora o consumissem directamente do animal, em dentadas localizadas, mantendo-os prontos para qualquer eventual ataque.

Variedades de "MOOSE"[editar]

Moose é também distribuído nas seguintes variedades:

  • Moose Rat - com pequenos pedaços de rato
  • Moose Koala - com aroma a eucalipto

Ver também[editar]