Morro Reuter

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gauchodanc.jpg Mas bah, tchê!

Este artigo buenaço e tri-legal é do mais puro humor gaudério dos pampas, vivente, então veste tua bombacha, recolhe teu pelego no galpão e toma um mate amargo com a gente, macanudo!

Chima.jpg
A padaria da cidade. Muito chique... Ou não.
NewBouncywikilogo.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Morro Reuter.

Cquote1.png Morôróiter Cquote2.png
nativo sobre pronúncia do nome da cidade
Cquote1.png Morôróiter non ecziste! Cquote2.png
Padre Quevedo sobre Morro Reuter
Cquote1.png Coé, merhmão? Morro do Alemão é no Rio! Cquote2.png
Carioca sobre Morro Reuter meio que desorientado
Cquote1.png Cidade de Primeira, se engata a segunda acaba rapidinho Cquote2.png
motorista de ônibus sobre o tamanho da cidade
Cquote1.png 19 Cquote2.png
IBGE sobre a população da cidade

Morro Reuter é uma cidade que fica na microrregião de Gramado, a cidade dos Oompa Loompas e a fábrica de chocolate em que eles trabalham.

Diferente de Gramado, Morro Reuter é uma cidade fundada por alemães, comercializada por italianos, construída por japoneses, nomeada por holandeses, catequisada por franciscanos e destruída por romanos... Aliás, dizem que 80% da história da cidade foi inventada para deixar os livros de história mais interessantes para os alunos do colégio municipal.

História[editar]

A cidade é uma vila (ou melhor definindo, não pode nem ser cidade) e que após a suruba da separação de municípios, passou a pertencer a Dois Irmãos (quem?). A cidade além disso vive ainda na direção da cultura alemã que nunca irá deixar de habitar nas entranhas da cidade... Até os esgotos tem escrituras e receitas de como produzir cervejas e outras biritas.

Após os alemães terem terminado de colonizar totalmente a pequena vila, acabaram não sendo mais alemães e falando brasileiro, assim 90% da cultura da cidade foi perdida, incluindo sua história.

Em busca de uma compreensão, a cidade criou sua própria história através de um concurso promovido pela prefeitura que estava incentivando os estudantes a criar uma história com um herói e muita glória. Felizmente, todos os alunos participaram para ter seu nome gravado na bunda do cavalo da estátua principal da cidade.

Então a história escolhida foi a do filho do prefeito que por motivos óbvios acabou sendo a história oficial da cidade.

A história oficial - new version[editar]