Motoboy

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Bob Mauley.jpg Fala, mano! É o seguinte: isso aqui é uma coisa que os mano da quebrada curte, tá ligado?
Não zoa com o artigo, não, véio, senão vai dar em treta, morô?
MarcoFeliciano.png Este artigo trata de uma personalidade mortalmente,
putaqueparivelmente e filhadaputamente odiada!
A casa dessa pessoa vive quebrada e pichada.

Conheça outros filhos da puta clicando aqui.

Cquote1.svg We are the champions! Cquote2.svg
Motoboy com sua roupa de trabalho

Cquote1.svg Você quis dizer: Viado? Cquote2.svg
Google sobre Motoboy
Cquote1.svg Na União Soviética, quem faz entregas para o motoboy é VOCÊ!! Cquote2.svg
Reversal Russa sobre motoboy.
Cquote1.svg Rico é PLAYBOY, pobre é MOTOBOY!! Cquote2.svg
Frase encontrada numa moto de motoboy.
Cquote1.svg Eu não arranco retrovisor! Só retiro os que não são utilizados... Cquote2.svg
Motoboy sobre ser gentil.
Cquote1.svg Meu sonho de consumo! Cquote2.svg
Motoboy sobre Honda CG 125 nova.
Cquote1.svg Quem faz o trânsito não é nóis, nóis custura!! Cquote2.svg
Motoboy analfabeto sobre trânsito.
Cquote1.svg Querem se livrar da gente?! Deixa a gente passar, mano!! Cquote2.svg
Motoboy com estudo complementando a citação acima.
Cquote1.svg A cidade é um organismo vivo, é uma ferida encrustada na crosta terrestre, mano! Cquote2.svg
Motoboy filosofando sobre a cidade.
Cquote1.svg Filhos da Puta! Cquote2.svg
Qualquer um atrás de um volante sobre motoboys.
Cquote1.svg Quando um motoboy passa, pode ter certeza que existe um ninho deles por perto com mais 30, no mínimo, esperando a ordem para espalhar o terror pelas ruas... Cquote2.svg
Dedetizador profissional sobre motoboys.

Um motoboy é um ser que alegadamente efetua serviços de entrega rápida e chuta os espelhos retrovisores dos carros entre uma entrega e outra. Quando ele se intitula motoqueiro, quer dizer que ele não é (mais) um escravo de aplicativos da geração Y e sua falsa necessidade de não cozinhar o que come, mas sim um ex-estagiário de alguma empresa cliché (com cosplays de mórmons tomando café aguado e secretárias sendo assediadas) que viu que não daria certo como um profissional de verdade por falta de estudo, rompeu com a vida miserável que tinha e decidiu ganhar a vida com um lixo de um vibrador gigante uma moto, para sentar o dia inteiro atormentar motoristas nas pequenas, médias e grandes cidades.

Tanto o pobre coitado quanto o vagabundo compartilham comportamentos de um pênis: tem cabeça, mas não pensa, vai e vem o tempo todo, quer passar por onde não cabe, às vezes se esfola todo, geralmente anda duro e ainda fode com os outros. De bônus, alguns também são peludos, usam roupas que sufocam e sempre tem um baitola planejando fantasias sexuais impróprias com eles...

A maioria morre antes de completar 25 anos, graças ao hábito de serem atraídos pelas rodas de caminhões e ônibus.

Características[editar]

Cquote1.svg Delivery? É só pedir que eu entrego! Cquote2.svg
Freddie Mercury

Todos os motoboys são facilmente identificáveis por suas roupas típicas:

  • Uma jaqueta de couro, mais cara que as duas calças jeans de uma morena (acima de 600 reais pra quem não manja das putarias) e com um desenho semi-esquizofrênico opcional nas costas, como uma cabeça de tigre com o capacete do Otto von Bismarck e asas flamejantes no lugar do corpo;
  • Calças compridas, que podem ser de couro, como a jaqueta, ou jeans, como as da morena;
  • Acessórios, que incluem coturnos, braceletes, luvas e camisetas. Sim, motoboys não precisam usar camisa, pois é super másculo mostrar os peitos cabeludos com a jaqueta por cima;
  • Há pessoas que afirmam que até as cuecas são de couro, mas todos concordam que motoboys usam sacos plásticos de mercado no lugar das roupas íntimas.

Comportamento[editar]

A principal atividade remunerada, quando existente, é entregar pizzas, documentos, gás, maconha e outros bens ilegais de consumo. Quando NÃO HÁ remuneração, seja por filhadaputice do patrão do app, seja por falta de vergonha na cara em se procurar trabalhar, eles fazem besteiras nas vias urbanas, como desrespeitar leis de trânsito, quebrar retrovisores, atoprelar velhinhas, fingir descuido em ultrapassagens, deslocar feito serpente em congestionamentos e fazer protestos em frente a bibliotecas e hospitais, pois vários são analfabetos e compraram a habilitação.

Outra atividade muito frequente desse ramo profissional é roubo e assalto à mão armada, nos cruzamentos e pontos comerciais, protegidos pelo anonimato do capacete, assim como muitos idiotas que povoam a internet.

Motoboy bugado do GTA.

Apesar de ser uma classe formada por cidadãos de poucas (ou nenhuma) posses, os motoboys contam com uma casta privilegiada de celebridades que começaram sua carreira entregando pizzas e ficaram famosos, como Freddie Mercury, Jô Soares e Jeremias. Normalmente são conhecidos por não ter dinheiro suficiente para comprar um carro e gostam de pegar as garotas de quinze anos em porta de colégio, como não dá pra transar com ninguém em uma moto, então esses caras desistem e acostumam com a vibração do motor no esfíncter, com o tempo, o esfíncter começa a perder sensibilidade o que requer uma dose cavalar de vibração, assim, eles deixam de pegar as meninas no colégio e começam a se masturbar com suas motos, com o tempo, compram vibradores com motores mais potentes que suas CG125.

União e religião[editar]

Jô Soares, num podcast com o Roberto Carlos, relembrando seus tempos de motoboy: Cquote1.svg Eu não caí! Rolei por dois quilômetros! Cquote2.svg

Toda semana, eles se reúnem religiosamente em postos de gasolinas, pizzarias, restaurantes japoneses e outros pontos de parada de motocas para celebrar o inventor desse ciclo-veículo, que certamente não esperava que os usuários começassem a utilizar as máquinas para andar em alta velocidade em corredores poloneses formados pelos carros em congestionamento com espaço reduzido (algo em torno de 1,5 m) entre eles.

Normalmente os motoboys são membros de uma seita satânica cujo objetivo final é destruir a audição de todos os pacatos motoristas das cidades brasileiras através do emprego excessivo e desmedido de buzinas de som agudo e bastante irritante. Investigações recentes do repórter da Globo Caco Barcellos, que ainda não foram exibidas no Fantástico, dão conta de que existem provas contundentes de que a seita dos motoboys atua em parceria com o Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças) para aumentar as vendas de espelhos retrovisores em lojas de autopeças, através de ações de guerrilha urbana em congestionamentos, onde tais objetos são sistematicamente mirados e abatidos. O mais impressionante é que eles recebem uma "comissão" por retrovisor.

Todos os motoboys se juntam como moscas na merda quando há um acidente com um motoboy, pois fazem parte de um clube que funciona como uma maçonaria ou o Clube dos Cornos Mansos, sendo que a única diferença é que na maçonaria não se admite motoboys, os outros pontos, como a pederastia, são permitidos e incentivados.

Habilitação[editar]

Para pilotar uma moto, é necessário ter um documento conhecido como CNH (carreirinha Carteira Nacional de Habilitação) categoria A (de Alterado). Cada aspirador aspirante a motoboy deve ser observado, avaliado e preencher os requisitos básicos:

Motoboy capturado após causar um acidente de transito.
  1. Arrancar retrovisores com pés e bolsas.
  2. Saber chacoalhar uma pizza o máximo possível ou até grudar o queijo na tampa;
  3. Fazer alguém se arrepender de pedir Coca-Cola;
  4. Falar gírias diversas não compreendidas pelos motoristas e clientes de entrega (tem seção tocando no assunto, não se afobe);
  5. Ser colorado ou corinthiano. Nada de torcer pro Coruripe ou pro Penapolense;
  6. Não ter pelo menos um dos dentes da frente;
  7. Ter o dedo polegar torto o suficiente para apertar aquela buzina maldita o maior tempo possível;
  8. Afirmar conhecer todas as mães dos motoristas, mesmo sendo bicha e gostando de cu cabeludinho de macho;
  9. Nunca ter pilotado uma moto e/ou desconhecer todas as leis de trânsito;
  10. Desligar e ligar a ignição da moto com ela em funcionamento para fazer o famoso estouro (coisa de funkeiro);
  11. Ser funkeiro, rockeiro ou outro tipo de V1D4 L0K4 (isso explica...);
  12. Ter QI equivalente ao de um pombo, uma vez que ambos têm a mesma noção de perigo no trânsito;
  13. Ser capaz de bater na traseira de um veículo parado ao lado de vários em um semáforo e ainda ter a cara de pau de dizer que o motorista é culpado.
  14. Ter a mãe naquele lugar e o pai naquela situação.
  15. Escutar a 105 FM e ter o adesivo colado no bauleto de sua Lady Laura.

Habitat[editar]

Os motoboys são mantidos em cativeiro enquanto não estão em atividade, a grande maioria (80%) assume seu lado gay e não tem o menor pudor em dar piti nos semáforos da cidade, a outra parte (20%) se casa e nunca consegue ter filhos porque suas bolas estão cozidas graças ao calor da moto e nunca estão em casa quando as respectivas mulheres estão necessitadas. Caso você encontre algum motoboy que se diz pai, desconfie, provavelmente o guri é filho do guarda noturno.

Dizem que o primeiro motoboy nasceu da cruza de Leão Lobo com Alexandre Barros e bastou o primeiro acidente na Marginal Tietê para se descobrir que o mundo foi invadido por esses seres asquerosos.

Classificação[editar]

Motoboy prestes a fazer merda.

O nivel de bichice de um motoboy é medido de acordo com a sua moto:

Gírias e frases[editar]

Dente de leite que nem cabelo tem pra deitar prestes a comer terra.
  • Comprar terra - Cair da moto
  • Sem terra - Motoboy que nunca caiu da moto
  • Fileirada - Congestionamento bem grande
  • "Desculpa aê" - Quando um motoboy dá um chute no retrovisor de um carro
  • Guerreiro - Amigo e colega de profissão
  • Rasgar lata - Dar um chute na porta do carro que cortou ou tentou derrubar o motoboy.
  • Dente de leite - Novato na profissão de motoboy.
  • Quebra galho - Motoboy de farmácia e restaurante. São considerados motoboys de um bairro só.
  • Cquote1.svg É nois na fita!! Cquote2.svg
  • Cquote1.svg Vou deita o cabelo! Cquote2.svg
  • Cquote1.svg Deixa nóis passar, sai mano! Cquote2.svg
  • Cquote1.svg Quer arrancar retrovisor mano? Levanta a placa e pica o pé, tá ligado? Cquote2.svg

Ver também[editar]

Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Motoboy no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg
CounterZero.gifCounterZero.gifCounterZero.gifCounter5.gifCounter7.gifCounter3.gifCounter2.gif
Este é o número de motoboys acidentados nas ruas de São Paulo desde que você abriu esta página