Okiku

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Jaspion metaltex.jpg

Made in Japan
Este é um artigo com tecnologia do sol nascente né.
E prefere Karate do que Taekwondo.

Night creature.JPG Okiku surgiu das trevas!!

E está aqui pra puxar seu pé!

Puro osso.gif
Boneca Original de Okiku que é mantida em um mosteiro de posers Monges

Cquote1.png Você quis dizer: O Kiko Cquote2.png
Google sobre Okiku
Cquote1.png Você quis dizer: D0 M4U From Hell? Cquote2.png
Google sobre Okiku
Cquote1.png Você quis dizer: Lúcifer? Cquote2.png
Google sobre Okiku
Cquote1.png Eu Tenho Medo... Cquote2.png
Regina Duarte sobre Okiku
Cquote1.png Na União Soviética, Você grita com Okiku! Cquote2.png
Reversal Russa sobre Okiku
Cquote1.png Isso non ecziste! Cquote2.png
Padre Quevedo sobre Okiku
Cquote1.png Ela é do Mau Cquote2.png
Capitão Óbvio sobre Okiku

Okiku foi a reencarnação do demônio fodão japonês serva puta de vários reis japonêses, em que sua fama nos levou a encontrar, aqui no Brasil vários Emos, ou revoltados fãs e praticantes de sua Macumba, ou putaria Magia negra através do quebrar de simples pratos de cerâmica.

As Lendas[editar]

A lenda japonesa de Okiku possui várias versões, e apenas uma delas tem provas de que Okiku existiu (a última que vai ser citada).

Versão popular[editar]

Típico poster de um quarto poser e/ou emocom a imagem de Okiku.

Havia uma linda puta serva de nome Okiku. Ela trabalhava para o rei Ao Yodaama Tesão Tessan. Okiku adorava recusava as pegadas de Ao Yodaama com um Roundhousekick ensinado pelo mestre Chuck Norris, então ele a enganou fazendo-a acreditar que ela descuidadamente perdeu um dos dez preciosos pratos de cerâmica de E=MC² Delta da família. Tal crime normalmente resultaria em Roundhousekick morte. Em uma tragada na erva delírio , ela contou e recontou os nove pratos muitas vezes. Apesar disso, ela não conseguiu encontrar o décimo e tomou uma injeção de Chucknórrio foi até Ao Yodaama chorando, sentindo-se Drogada culpada. O samurai propôs ignorar o problema caso ela finalmente deixasse ele queimar a rosca dela, mas ela novamente recusou-se. Enfurecido, Ao Yodaama a jogou no fundo de um poço para que morresse.

Dizem que Okiku tornou-se um fantasma viajado na erva vingativo que atormentava seu assassino contando até nove e então dando um grito terrível para representar o décimo prato perdido. Em algumas versões da história este tormento continuava até que um exorcista ou um vizinho gritasse "Deeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeez!!!!!!!!!!!!!!!" em alto tom, no final de sua contagem, ai fantasma de Okiku então finalmente tranquilizava-se quando percebia que alguém havia encontrado o prato para ela, e deixava de fumar assombrar o rei.

Versão com provas de antes da segunda guerra mundial[editar]

Boneca depois da morte de Kikuko

Quero pedir desculpas pelo que vou escrever agora muitos podem achar besteira, mas eu acho que isso ecziste! e que pode ser um sinal de Inri Cristo Deus.

Kikuko tinha três aninhos de idade, quando adoeceu gravemente.Era agosto de 1932. Seu irmão visitava a cidade de Sapporo, Hokkaido (Ilha ao norte do Japão) quando viu uma boneca de Okiku e comprou-a para Kikuko.A pequenina adorou a boneca e não mais separou-se dela, nem por um momento.Porém a doença agravou-se e em janeiro de 1933, Kikuko faleceu. É costume no dia da cremação do corpo, colocar os objetos que a pessoa mais gostava dentro do caixão para ser cremado junto com o corpo.Na ocasião a família no auge da dor da separação, esqueceu-se de colocar a boneca junto a menina. Após a cremação, a boneca que recebeu o nome de OKIKU, foi colocada no oratório, ao lado das cinzas da criança, onde a família fazia as orações.Com o passar do tempo começaram a perceber que o cabelo da boneca parecia crescer. Na década de 40 veio a guerra e a família teve de fugir para o interior, deixando a boneca com os sacerdotes do templo Poser MANNENJI, que a guardaram juntamente com as cinzas de Kikuko. Com o fim da guerra, a família voltou para a cidade, procuraram pelos seus pertences no templo, onde perceberam com espanto que os cabelos da boneca não pararam de crescer! A pedido do irmão da menina, a boneca continuou no templo.A imprensa, mostrou o fenômeno, o que chamou a atenção de pesquisadores, para que fosse dada uma explicação científica para o caso, o que não aconteceu até hoje. Alguns pesquisadores que não acreditaram no caso da boneca apareceram mortos no mosteiro sem os ouvidos e com o corpo cheio de fragmentos de pratos. E esses assassinatos também não tiveram explicação.

O templo que fica em Hokkaido é visitado por turistas e curiosos que querem ver a fantástica transformação da boneca. As transformações são visíveis: O cabelo antes nos ombros, agora chega à cintura. Os lábios antes cerrados, estão entreabertos e úmidos,e seus olhos parecem olhar para as pessoas com expressões de quem tem vida.

Giroletta 01.jpeg
v d e h
Lendas Urbanas