Organização Mundial do Sexo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar


Cquote1.svg No one knows what its like, to be the bad man... Cquote2.svg
The Who sobre WHO

Cquote1.svg Que? Cquote2.svg
WHO sobre WHO

A Organização Mundial da Saúde, conhecida como WHO também é uma equipe médica de emergência criada pela ONU para fingir que ajudou em alguma coisa no pós-guerra da Segunda Guerra Mundial. Como qualquer atadura e qualquer vidro de morfina na época era ouro, a OMS teve mercado para se desenvolver e se tornar no que é hoje o mais poderoso braço da ONU.

Atualmente é a maior empresa pública de garis e enfermeiras do mundo.

Antecedentes[editar]

Os primeiros voluntários da ala de doenças crônicas do mundo, foto de 1922. A extrema esquerda está Dercy Gonçalves a idealizadora do uso de máscaras para assustar divertir os pacientes.

Antes mesmo da segunda guerra mundial ocorrida em 1939, a antiga Liga das Nações gozava do grande poder que tinha como governo único internacional que englobava todos os ditadores do mundo, como o negócio era mundial transmitido pela mídia (pedaço de papel branco ou pedaço de papel amarelo), e não regional em uma pequena cidade no deserto da Austrália, era então necessário tirar a bunda gorda e suada da cadeira e pensar em como resolver o problema do mundo (em contra partida o pessoal iria fazer manifestações reivindicando direitos que nem hoje existem). Por isso foi-se projetado um sistema de saúde chamado LES (Limpa Essa Sujeira!) vinculado a Liga das Nações em 1920.

Durante toda a década de 1920 o LES limpou a sujeira da mão das pessoas de pouco em pouco, mas começou a falir a bolsa de valores por conta de enormes custos, tudo em nome da roubalheira saúde da humanidade. O LES acabou ficando em anonimato em 1933 assim que Hitler entrou no poder e iniciou a construção do maior presídio do mundo.

De 1933 a 19?? o LES desapareceu da transmissão de rádios e TVs, por isso ficou impossível saber o que rolava por debaixo dos panos, assim concluindo que o LES não fez nada de útil em toda sua vida e que merece ser esquecida.

Criação[editar]

Logomarca da WHO.

A OMS foi fundada pelo The Who em formato de comitê de higiene inglês e fez turnês pela Inglaterra e Estados Unidos vendendo a ideia do WHO (World Health Organization) e cópias de discos.

A OMS possui uma cartilha aonde preza a saúde, sendo que saúde é definida como condições mínimas de sobrevivência (1 copo de água/cerveja por dia, 1 pão por semana, 1 banho por mês e uma puta por ano)

A sede da OMS fica na Suíça, o paraíso das conferências e país mais limpo do mundo.

Atribuições e Objetivos[editar]

A Gripe Aviaria foi uma das maiores crises que a OMS já enfrentou

O maneira pela qual a OMS é mundialmente reconhecida é pelo seus cursos gratuitos para garis, enfermeiras e farmaceuticos frustrados que não conseguiram diploma de medicina e distribuições de vassouras e vacinas contra dengue. Com isso, a organização visa a limpeza do mundo.

A OMS é criadora da Associação Mundial de Alcólicos Anônimos, o maior boteco ambulante do mundo, sua bancada é formada por renomados pinguços como Jeremias, Cana-Brava e botafoguenses em geral que ensinam como ficar bêbado e engraçado ao invés de ridículo.

Outra divisão famosa da OMS é a Comissão Mundial de Narcóticos, chefiada por Will Smith e Martin Lawrence que entre bancar times futebolísticos colombianos com dinheiro de muamba, preza a destruição de cidades na caça ao tráfico de narcóticos. Essa comissão existe em todo o mundo, com exceção apenas de regiões aonde o narcotráfico não é muito incidente como no Paraguai, Rio de Janeiro e Porto Alegre.

A OMS ainda atua no campo bacteriológico e luta para extinguir pragas de destruição da humanidade como malária e cólera. Para tal faz propagandas de concientização de que é necessário tomar um banho por dia, lavar as mãos antes de comer e ferver a água antes de bebe-la.

Um grande problema enfrentado é o da AIDS. A OMS está proibindo que os habitantes da África façam sexo, por que convencê-los de usar a camisinha não surte efeito pois todos são católicos fervorosos.

O grande e altruísta trabalho da OMS atualmente está sendo isolar a Europa de pestilência, embargando que a carne bovina brasileira chegue no continente, da mesma maneira que a soja, o café, a cana-de-açucar e aviões. Todos considerados produtos pestilentos. Da mesma forma que frangos asiáticos foram proibidos de serem importados.

Ajuda que a OMS deu durante os surtos de pandemia de Gripe Aviária e Gripe Suína[editar]

Nenhuma.

Países Membros[editar]

Pessoas desinteressadas na saúde pública.

Rebuliço da Folha de Banana[editar]

Até 1975 todos os países que possuíam uma proporção de 1 rolo de papel higiênico para cada 5 habitantes poderiam ser um membro da organização e receber todas as garantias que a OMS oferece, mas não sabiam que em 99,99% dos países africanos e em outros países asiáticos, o papel higiênico ainda não era de conhecimento geral. Em meados dos anos 60 ocorreu o debate pela abolição da folha de banana e a introdução do papel, governos conservadores que boicotaram a fabricação de papeis de multi uso acabaram vencendo no referendo de 69, o que acabou por nunca abolirem as folhas de banana. Durante essa mesma época a saúde era reivindicada por diversos grupos estudiosos, onde descobriram que se podia pegar AIDS por toque, o que acabou pela OMS terminar com a exigência de 1 rolo de papel higiênico para cada 5 habitantes.

OMS e Brasil[editar]

Países Membros hoje.

Em 1 de abril de 1975 foi assinada a nova existência, na qual solicitava que todo o país que tivesse um órgão de políticos bons poderiam ser membros da OMS. Países como Argélia, Etiópia, Chile e Brasil não entraram como membros, pois todo o país ditatorial era enxergado como fechado a memes organizações internacionais e chatas para a OMS. Novamente a mesma resolveu implantar suas malandragens e mexer os pauzinhos para incluir vários países a fazerem parte de seu sistema bondoso.

Até 1987, todos os países do mundo aviam ingressado a OMS, exceto o Brasil na qual ainda continha uma constituição digna de filme hollywoodiano sobre ditaduras, acabou por fazer seu próprio sistema de saúde universal, o então chamado SUS vinculado a corrução brasileira.