Os Poemas Possíveis

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Capa do livro(ou não)

Os Poemas Possíveis' não passa de um livrinho sem noção de José Saramago escrito em 1966(depois de Hitler), composto de poemas esqusitos e sem sentido que ninguém tem coragem de colocar no quem sou eu do orkutNovo Orkut, foi reescrito em 1978(ou não), mas não teve muito sucesso novamente, e vendeu somente 3 unidades, sendo que duas pelo próprio José Saramago, e a outra por sua esposa, criticos como Tiririca, Carla Perez e Mulher Feijoada, não gostaram muito do conteúdo do livro, por isso não foi muito aceito aqui no Brasil.

Conteúdo[editar]

O livro é divido em 5 partes depedendo da cacetada cada parte é sobre um tema, e cada tema tem um título, só pelo título de cada tema já dá desanimo de ler o livro, confira:

Não se sabe ao certo o que se passava na cabeça de Saramago, ao escrever essas baboseiras todas.

Trechos[editar]

Batatatinha, quando nasce...
Esparrama, pelo chão....
deus, faz esparramar...
esparramou, pois deus é incrédulo...
por ser, incrédulo deus é mal...
O homem é mal, mas deus é mais...



Na casa havia uma mulher...
na mulher havia marcas...
nas marcas havia sangue..
no sangue havia uma marca...
essa marca era deus...

Ver também[editar]

v d e h
Livros de José Saramago