PETA

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
PETA2.jpg

Cquote1.png Você quis dizer: Peeta Cquote2.png
Google sobre PETA
Cquote1.png Você quis dizer: Chupeta? Cquote2.png
Google sobre PETA
Cquote1.png Experimente também: Veganismo Cquote2.png
Sugestão do Google para PETA

PETA, sigla para Pessoas Estranhas Taradas por Animais, é uma associação de zoófilos e veganos que luta para que os animais não sejam mais mortos nem considerados de estimação, mas sim cônjuges seus e até mesmo pais dos seus filhos. De fato, 99,9% dos associados da ChuPETA são casados e tiveram filhos com cães e cavalos, necessitando regularizar legalmente sua situação, até mesmo para que seus rebentos não sofram discriminação na granja escola onde estudam.

História[editar]

Militante da PETA "ajudando" um animal a lutar pelos seus direitos...

A PETA foi criada por uma milionária excêntrica que, depois de ficar viúva de seu marido aidético (doença que ela o transmitiu) e cansada de fazer sexo com o mordomo, o motorista, a camareira, a faxineira, a cozinheira e a vassoura da sua mansão, resolveu variar, experimentando uma transa com seu elefante de estimação. E adorou!

Depois disso, ela saiu do armário e se assumiu como zoófila, pregando o amor pelos animais pelos quatro cantos do mundo. Percebendo o desperdício que era manter os animais nos açougues e como meros coadjuvantes nas relações humanas, essa tarada milionária, também conhecida como Dercy Gonçalves, inovou: ao contrário do Greenpiada, o PETA apóia o vegetarianismo e também o casamento entre homens e animais, sendo inclusive a responsável pelo cruzamento matrimônio entre Priscila Presley e sua cadela dálmata de estimação, Michael Jackson.

Ver também[editar]