Paciência, o Filme

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Desinopselogo2.png

Este artigo é parte do Desinopse, a sua coletânea de filmes rejeitados.

Paciência, o Filme
Solitaire, the Movie
Paciência, o filme
Pacienciaofilme.JPG
2018 • 91
Direção Steven Spielberg
Produção Local: Estados Unidos
Chuck Bull
Roteiro Christopher Plock
Elenco Matt Damon - Peter Bing
Gênero Drama
Idioma Inglês
Orçamento 24 mil dólares


Peter Bing tendo um deja vu durante uma partida

Baseado no jogo paciência, Paciência, o filme conta a história de um jogador de paciência profissional que pensa a respeito de sua vida. Entre uma jogada e outra, Peter Bing, o protagonista e único personagem do filme, terá alguns deja-vus de lugares onde ele já esteve jogando paciência antes. Além destes deja-vus, Peter Bing também tem alguns pensamentos em relação ao passado, presente e futuro.

Baseado em fatos irreais, Paciência estreou no cinema no ano passado, arrecadando 23 milhões de dólares apenas em cinemas estadunidenses. Arrecadou 42 milhões de dólares em bilheteria no mundo todo.

Paciência, o filme, não é nada mais do que um monólogo, onde Peter Bing conversa consigo mesmo. Paciência, o filme, é um drama, que mostra a vida de Peter passando diante seus olhos, onde a cada jogada uma etapa de sua vida é contada. Filme vencedor do Oscar de Melhor Roteiro Adaptado. Foi indicado também para as categorias Melhor Ator e Melhor Filme.

Resenha[editar]

Spoiler5.JPG ATENÇÃO! O texto abaixo pode conter (ou não) um ou mais SPOILERS!

Ou seja, além de deixar o artigo com mais pressão aerodinâmica nas retas e mais estável nas curvas de alta, ele pode revelar, por exemplo, que o assassino não é revelado e Jack Nicholson fica maluco no final, ou que a Verdade está lá fora.

Spoiler3.jpg
O jogo que inspirou os produtores a criarem este filme. O jogo serve como um maestro para o filme, pois é ele quem dita as cenas

Peter Bing, um jogador profissional de paciência, estava em mais uma partida solitária em sua casa, para se distrair. O que parecia ser apenas mais um jogo, torna-se um registro da vida de Bing. O espectador começa a tomar conhecimento dos lances mais importantes da vida de Peter Bing. Nos 15 minutos iniciais, Peter apenas joga sua paciência. Quando Peter finaliza seu 18º jogo, sua vida começa a ser contada. Fatos como a primeira bicicleta, o primeiro amor, o primeiro sorvete, o primeiro soco no estômago, o primeiro baralho, e a primeira partida de paciência serão narradas por Peter.

Enquanto joga paciência, Peter começa a ter visões de lugares que ele já percorreu com seu baralho. Lugares como a floresta perto de sua primeira casa, onde Peter teve sua primeira experiência com a paciência, ou a piscina do clube de sua cidade, onde Peter teve sua primeira experiência molhada com paciência, ou durante o programa do Faustão, onde Peter perdeu a paciência, serão mostrados a cada rodada. Uma parte marcante do filme, é quando Peter descobre que há jogos de paciência também em Notebooks. Ao perceber que não tinha grana pra ter um e levar consigo para jogar no banheiro, no carro ou na pracinha, ele acaba por arrastar o seu enorme PC de sua casa pelas ruas da cidade. Um Take tão marcante e emocionante como o que foi sentido em O Pagador de Promessas. Essa cena, dizem alguns, Sensibilizou as principais industrias de informática a reduzirem o tamanho dos seus produtos.

O filme acompanha as jogadas de Peter. Se a jogada for boa, o pensamento de Peter é bom, mas se a jogada é ruim, o pensamento pode ser triste. Fatos marcantes na vida de Peter, como a morte de sua barata de estimação, também serão contados por Peter. Na sua última jogada, Peter completa o jogo número 69 e encerra sua história contando seu futuro.

Paciência é um filme emocionante, que prende a atenção do espectador. A pessoa sente as mesmas emoções que Peter sente no momento de cada jogada. Quando Peter está feliz, o espectador fica feliz, quando Peter está triste, o espectador fica sentido. Este é um filme para refletir sobre a vida e como as jogadas podem definir os caminhos a serem traçados.

Ver também[editar]