Papaveraceae

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Papoula)
Ir para: navegação, pesquisa
Papoula
Papoula bem singela e inocente.
Papoula bem singela e inocente.
Classificação científica
Reino: Plantinhas
Superdivisão: Plantas com esperma
Divisão: Anjo esperma
Classe: Eudissecotia
Ordem: Ranocuoculares
Família: Papavaisefuder

Cquote1.png Experimente também: Cogumelos alucinógenos. Cquote2.png
Sugestão do Google para Papaveraceae

Papaveraceae é a família da Papoula, aquela flor que algum noiado descobriu que é alucinógena, mas também pode ser que tenha propriedades medicinais., ou seja pode ser que a papoula seja úil e não apenas aquela coisa de noiados.

Características[editar]

Está vendo isso? Está vendo não é? Quem mandou...

Nem chegue perto da flor que só o cheiro já pode fazer ver ao menos aquele duendezinho que fica em seu ombro e, o susto pode ser bem grande, já que você até hoje estava apenas acostumado a ouvir a voz em seu ouvido, e em geral seguir as ideias sesem noção do gnomo... ele também usa papoula como alucinógeno para poder te ver e subir em seu ombro para falar bobagens, os duendezinmhos sem vergonha adoram fazer isso quando não tem nenhuma papoula para colher e nenhum pote de ouro pra enterrar... por sinal orque cargas d'águia eles enterram ouro? se o troço foi desenterrado que assim fique, e ele sequer aduba a terra para que as papoulas floreçam.

Elas são flores até vistosas, tem uma coroazinha em seu interior que dá um efeito chamativo, ele é bem perua, mas não fica sempre como sendo coroa, elas estão sempre se transformando, a papoula tem vários estágios, o que significa que ficam enchendo o saco por mais tempo do que a maioria das outras flores, pois todos os seus estágios são mais longos e mutantes... e as alucinações e ilusões já começam, aí, nem é preciso ingeri-la, nem sequer cheirá-la, basta olhar pra elas em cada um de seus estágios e a ilusão acontece: Ela pode se fazer passar por outras flores e aí já está o primeiro efeito alucinógeno.

Daí você diz: Mas várias flores são parecidas uma s com as outras. Mas nenhuma delas, camaradinha, varia tanto de forma podendo parecer não uma nem duas, mas várias em um ciclo de vita desse vegetalzinho dos infernos... inclusive você pode fazer até uma visitinha no inferno se experimentar a papoula de forma incorreta (ou correta), como esses relatos que você acha por aí na web, a papoula está por trás deles e, de outras revelações de Deus que aparecem... outros nem precisam de papoula, já inventam descaradamente mesmo. Daí a papoula não tem nada aver com o caso.

Cultivo[editar]

A papoula quando perde a bola, já polinizou até não poder mais.

As papoulas nem se dão conta de seus efeitos em outros animais, inclusive humanos, elas continuam com aquela carinha florida e aleatória, continuam bonitas também, elas não são flores das mais toscas, claro que também não são tão vistosas quanto rosas (essa é tão imbatível quanto espinhenta), elas tem um ar tão inocente que se fossem do reino animal e não vegetal, chegariam a ser cretinas... ou então enganariam todo mundo. Malgrado provoquem alucinações de leves, por conta de uma inaladinha, às mais absurdas, quanto passear pra ver o colo do capeta por exemplo.

Elas também servem na alimentação, dão uma bela saladinha, desde que se saiba preparar tirando a parte alucinógena para que ninguém fique noiado. Quem cultiva deve usar máscara e nem deve olhar muito tempo diretamente para a flor, é embusteira mesmo. Felizmente ela não abunda tanto assim, mesmo que você fique com cara de bunda ao se contaminar com a porção alucinógena dela, ela é uma flor anual, porque se desse mais vezes, não iria sobrar um sóbrio face da mãe Terra.

Por causa disso, mesmo ela tendo ótimas propriedades medicinais, para alimento e extração de óleo para tudo que é finalidade, em muitos países o cultivo é restrito ou mesmo totalmente proibido, apenas para ninguém passar rasteira na maconha, falando nisso, é bem mais acirrado o controle e não apenas de fachada como outros alucinógenos. Tanto melhor pois ao menos a papoula continua essa flor singela, sem se envolver em crimes.