Parque Nacional de Brasília

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: Piscinão de Ramos Cquote2.png
Google sobre Parque Nacional de Brasília

Cquote1.png Aquele lugar de peão? Cquote2.png
Socialite

Cquote1.png Não beba a água, pode conter clorofórmios fecais Cquote2.png
Água Mineral sobre ela mesma

Parque Nacional de Brasília, mais conhecido entre os frequentadores como Parque da Água Mineral é uma das opções de roçaria dos habitantes do Distrito Federal, depois dos parques vivenciais das satélites e do piscinão do Lago Norte. O local é diferenciado pela sujeira no contorno do parque e pelas constantes queimadas na área de preservação do parque, coisa que deixa a população local sem conseguir respirar no irrespirável ar do centro urbano de Brasília.

A área também é conhecida como sendo a única área pública do DF que os grileiros não invadiram ainda.

Frequentadores[editar]

O Parque Nacional de Brasília é o ponto de encontro de "povão" ou farofeiros e "naturebas"-hippies-aposentados, mesmo que esses dois grupos dificilmente falem entre si, e mesmo combinem de ir em horários diferentes.

Os hippies aposentados vão lá para curtir uma tal "energia da natureza" que nenhum cientista sabe exatamente do que se trata. Seus principais tópicos de conversa são sobre um modo de vida sarado, fofoca, problemas de saúde crescentes, fofoca, modos para se viver de luz e alienígenas. Esse grupo costuma frequentar as trilhas e curtem ir à "ilha da meditação" fazer yoga e "tai chi". Muitas vezes tem de compartilhar a tal ilha com a galera que vai ali apertar um. Dizem que esse é o único momento em os dois grupos curtem uma onda parecida.

Nos outros momentos lamentam ter de compartilhar sua "Meca" natural com os farofeiros que vão para a Água Mineral poluir sua visão ("da onde vem tanta gente ?") e atrapalhar seu contato mais puro com a natureza. Recomendam fortemente não chegar depois das 8h30 na Água Mineral, que seria a hora onde os ônibus dos farofeiros estariam chegando e a água começa a assumir tons amarelados.

Os farofeiros costumam ir com a família toda, pai, mãe, tia , avó, sogra, primo , filho número 1,2,3... o que importa é todos se socarem num Chevrolet Prisma financiado em 78 parcelas e catar a DF-040 rumo a Água Mineral. Esses dão preferencia às piscinas e seus arredores, onde passam o dia inteiro bronzeado o barrigão em cima de toalhas, correndo atrás dos "meninu", comendo coxinha de galinha do isopor, com farofa, melancia e "fanta laranja". De tanto frequentarem a pequena piscina, a água de lá perdeu a mineralidade faz um bom tempo.