Partido Nacional Fascista

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Eu que mando nessa porra!


Escoteiro.jpg Este artigo foi tomado por fascistas!
Na Itália e na Alemanha, os Camisas Negras e Pardas amam o fascismo e exterminam você, seu comunista!


PNF (Putas Nanicas Fodidas)
National Fascist Party logo.png
Que logotipozinho mais escroto, hein?
Líder Benito Mussolini
Fundador Super Mario
Fundação Final da Revolução Russa
Ideologia Fascismo
Ecofascismo
Islamofacismo
E mais uma porrada de fascismos
Espectro
político
Terceira via[1]
Membros notáveis Benito Mussolini
Super Mario
Afiliação NSDAP
Ey Ey Eymael
Aerotrem
Site www.naziparty.com

Cquote1.png Você quis dizer: PSTU? Cquote2.png
Google sobre Partido Nacional Fascista
Cquote1.png É um grande amigo! Cquote2.png
Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães sobre Partido Nacional Fascista.
Cquote1.png Ááás armas, ááás arma, sooou um fascista! Cquote2.png
Musiquinha introdutória do partido.

O Partido Nacional Fascista (também conhecido como Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Italianos) foi uma pizzaria italiana fundada por Super Mario e Benito Mussolini em 1920. A ideia da pizzaria surgiu em 1919, quando Super Mario, cansado de quebrar pedras, consumir congumelos e salvar uma vadia que nunca dava pra ele, resolveu aderir ao capitalismo e abrir um negócio. Devido a Grande Guerra, a comida italiana estava escassa, então Mario decidiu entrar neste ramo para obter sucesso.

Um dia conheceu um nobre jovem liberal que estava com a mesma ideia, seu nome era Benito Mussolini. Ele estava triste com a guerra, odiava o comunismo e o fascismo, e queria que sua nação seguisse o exemplo dos Estados Unidos da América. Então, no ano seguinte, eles fundaram a pizzaria, que obteve um tremendo sucesso, ambos ficaram ricos. Mario fez o que todo capitalista faz quando fica rico: virou militante comunista. Fugiu para a URSS e mudou seu nome para Josef Stalin. Mussolini ficou puto, abdicou de seus pensamentos liberais e virou um fascista fervoroso, transformando a sua pizzaria em uma prisão para saudáveis pessoas, as obrigando a comer pizza.

Ideologia[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Fascismo
Benito Mussolini, fundador do partido

A pizzaria aderiu á uma ideologia inventada por seres com capacidade mental nula e que sentem um grande afeto por seres com voz estridente, de baixa estatura puxando os -2cm, que geralmente estão putins 23 horas por dia e um notório retardo mental. Se tratando do porta-malas da Europa, da Terra das Salsichas, da Espanha afeminada, enfim, da Itália, o partido era enrustidamente afeminado, sendo que o tema musical de sua propaganda era YMCA (Young Men Christian Association).

Como boas[carece de fontes] bichas histéricas, os líderes do PNF decidiram descontar toda a sua raiva por terem perdido a Primeira Guerra no resto da Europa. A pizzaria era completamente populista e favorável ás minorias. Entre as bandeiras defendidas pela pizzaria estão o direito dos gays, o direito das mulheres, o direito dos trabalhadores, o direito dos negros e o direito dos manos.

A pizzaria se autodeclarava inimiga de brancos, ricos, héteros e crentes, pois segundo eles, eram uma massa de manobra sionista. O fato é que Mussolini era rico, sim, as pizzas davam um lucro dos diabos. Ele também não era lá muito preto, ou era? Sei lá, as fotos da época eram todas em preto e branco. Mas o fato é que ele não era negão, nem tinha dotes para tal. Podemos dizer que o PNF era coerente no ódio aos héteros e crentes, apenas. Como resultado, podemos dizer que todos os gays, negros, trabalhadores e mulheres votavam no PSTU MSI-DN e na minoria capitalista do PPI. Enquanto os ricos e brancos simpatizavam com o PNF.

Super Mario, fundador da pizzaria

A política de externa do partido se resumia ao seguinte: a Itália manda, e você obedece. Para os fascistas, era o dever da itália fomentar a democracia, a liberdade e o nacionalismo entre os povos bárbaros e subdesenvolvidos do Novo Mundo, queiram ou não. Na visão do PNF, se um determinado país é inimigo da Itália e não faz o que as pizzas querem, ele faz parte dos aliados ditadores e anti-nacionalistas subordinados dos Estados Unidos, apoiam comunistas e capitalistas, são subordinados dos sionistas e são ditaduras perigosas para o resto do mundo. Em geral, se é um país nacionalista e tradicionalista, é um aliado (como a Alemanha), se é um país nacionalista e desenvolvido, é um inimigo.

Suposto que eles realmente depuseram ditadores (e substituilos por outros ditadores populistas e nacionalistas) e bombardear países vizinhos para....errrr...libertá-los da opressão sionista e antinacionalista, tudo isso teria um preço, e o país teria que ser anexado á Itália, teria que falar a língua da Itália, teria que seguir a cultura da Itália e teria que chupar as bolas da Itália. E é claro que todos os países abdicavam voluntariamente de sua cultura e nacionalidade. Quando o PNF se fodeu, a autoridade italiana foi diminuindo até que cada país tivesse uma pequena little italy, formada por pizzarias, pizzarias e mais pizzarias.

Podemos resumir a ideologia do partido no lema A Itália manda nesse carai.

Curiosidades[editar]

Cruiz credo!
  • Sim, é verdade[2]. Mussolini realmente motivou mais de um milhão de crianças na década de 1920, que na verdade acabou por se transformar no seu exército de crianças mutantes mais tarde na 1 ª Guerra Mundial[3]
  • Mussum foi o membro número 67 do Partido Nacional Fascista. Na época, ele era chamado de macaco-prego. Deixou o partido após acabar todo o estoque de cachaça. Foi para a Rússia e integrou o PCUS para tomar uma vodkis.
  • O partido não gostava dos judeus (assim como o NSDAP) pois os judeus faziam uma pizza muito melhor que a do PNF.
  • Depois de fazer um grande desaparecimento com um truque de mágica bem encenado, Mussolini e seus amigos se mudaram para a América do Sul, estabelecendo o acampamento de um menino chamado Colonia Dignidad, no Chile.
  • Em 1973 eles colaboraram com Salvador Allende e Augusto Pinochet a realização de uma partida de futebol de celebridades estrelando a maioria dos intelectuais do Chile. O torneio de uma semana atraiu turistas de toda a América, revigorando a economia do Chile e servindo de modelo para as festividades em todo o mundo livre.

Marketing[editar]

Sarò il nuovo Che Guevara,ma il mio viso è blasonato sulle bottiglie di Noku anziché sulle magliette


  1. Pra não dar treta
  2. O quê, carai?
  3. E eu com isso?