Partido Pátria Livre

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Hammer and sickle.png Este artigo foi aprovado pelo Conselho de Proteção à Moral da Família Soviética como sendo livre de conteúdo subversivo.


A bandeira do PPL, mostrando que na verdade a sede do partido é no Acre. Não votem neles ou estaremos LITERALMENTE perdidos.

Cquote1.png Você quis dizer: Viúvas de Orestes Quércia Cquote2.png
Google sobre Partido Pátria Livre

Partido Pátria Livre é um partido fodido nascido de um pseudo-partido que na realidade era uma organização terrorista (segundo a Veja, e a Veja sempre está certa) chamada MR-8, que tomou pau pra caralho na ditadura e assim, ficou com medinho de usar o mesmo nome e também pra tentar disfarçar seu passado obscuro e turbulento, pois não conseguia registro no Brasfoot TSE com esse nome que mais parecia agência de espionagem do 007 e assim mudou para Partido Pátria Livre. Após 1985, quando os militares picaram a mula e deixaram o país se foder sozinho, o Movimento Revolucionário Oito de Outubro vivia dentro do Partido da Maracutaia Deturpada Brasileira como baba-ovos do Orestes Quércia, tendo fundado inclusive aquele jornaleco politizado "A Hora do Povo" (ou algo assim).

Em 2008 eles pensaram em se fundir ao PT, mas desistiram porque tavam com fominha de ficar famosos, e enfim criaram uma legenda mais legalzinha e criou o PPL em 2009. A festa de fundação foi prestigiada por políticos de quase todas as legendas, tentando dizer pra eles desistirem disso, mas em 2011 eles conseguiram e estão até hoje. Em geral só são conhecidos graças ao Horário Eleitoral Gratuito, quando aparecem uns candidatos deles, tudo com cara de cu e falando coisas que até agora ninguém entendeu.

Propostas[editar]

Basicamente eles querem continuar as obras de Quércia Lula, ao atribuir a ele o poder de ter levado o Brasil a ser uma superpotência e tentar tornar todos socialistas científicos old-school, daqueles que só leem O Manifesto Comunista e nada mais. E...











Deixa eu me lembrar...









E... e...









Er... não sei!

PSOL.jpg