Pau Barbudo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.
Victreebel.jpg Este artigo faz parte do incrível mundo Vegetal Folhoso

Este vegetal foi certificado pelo Greenpeace sendo livre de agrotóxicos e outras pragas nocivas.


O Carnaval é uma época muito propícia para o plantio do Pau Barbudo, tanto pelo clima quente quanto pelo aumento na oferta de terrenos receptivos.

O Pau Barbudo é um vegetal de caule grosso e rígido, de base folhosa, semelhante ao bambu, que abunda na costa de países tropicais. Não é muito encontrado em países de clima frio, temperado ou insosso porque as baixas temperaturas inibem seu crescimento, tornando-o pequeno, murcho e, portanto, pouco aproveitável. É muito usado em chás, que se diz possuírem propriedades energéticas.


Distribuição geográfica[editar]

Pau Barbudo
Barbudis Pentelhorii
Barbudis Pentelhorii
Classificação científica
Reino: Vegetal
Filo: Sexualia
Classe: Caralhidae
Ordem: Pennidae
Família: Fallicae
Gênero: Barbudis
Espécies
Ver texto.

O Pau Barbudo é encontrado principalmente no fundo de florestas de mata densa, podendo ser também de mata rala. A espécie só não foi encontrada até agora em locais de mata virgem, pois ela não oferece condições propícias para a perfeita instalação do vegetal troncudo em seu interior. Em determinadas situações, normalmente depois de um cineminha e um jantar a dois, é possível que o Pau Barbudo cresça no interior da mata virgem, mas a interação entre os dois faz com que a mata deixe instantaneamente de ser virgem -- fenômeno conhecido pela Botânica como Regaçamento.

Os maiores e mais robustos exemplares do Pau Barbudo são encontrados enterrados nas costas brasileira e africana, onde o clima tropical e a grande oferta de locais de plantio fazem com que o Pau abunde. Em países de clima frio, o vegetal se torna tímido e murcho, não crescendo tanto quanto em climas tropicais (além disso, os locais de plantio normalmente encontram-se cobertos por causa das baixas temperaturas, o que também inibe seu crescimento).

No Japão e em outros países orientais, existe uma variedade de Pau Barbudo conhecida como Graveto Amarelo (Barbudis Ridiculum) que é bem menor do que as outras espécies encontradas em outros lugares do mundo.

Propriedades[editar]

O Pau Barbudo é conhecido por suas supostas propriedades medicinais e energéticas, sendo bastante utilizado em chás. É dito que o efeito é mais prolongado quando se extrai a seiva de seu interior, conhecida como Leite de Minhápica, num processo de duração variável que envolve grande esforço físico.

Do Pau Barbudo podemos também extrair uma substância aromática chamada Óleo de Meopal, muito apreciada por seu forte odor, propriedades afrodisíacas e lubrificantes. O Óleo de Meopal é produzido principalmente em dias muito quentes ou após o Pau Barbudo ficar muito tempo sem contato com a água. A extração do óleo é muito simples, visto que líquido é secretado por glândulas e emana naturalmente dos poros presentes na epiderme do vegetal.

Extração individual[editar]

Típico extrator individual de Leite de Minhápica.

Feita por um indivíduo apenas, solitário, sem amigos e com vida social muito restrita num espaço sem testemunhas que pode tanto ser um quintal escuro quanto um banheiro. O responsável pela extração deve envolver o Pau Barbudo com uma das mãos (ou as duas, se conseguir) e executar movimentos ritmados para cima e para baixo, preferencialmente próximo à ponta do vegetal (na região popularmente conhecida como Cabeça. O processo normalmente acaba em cinco minutos, especialmente se houver material de leitura para acompanhá-lo.

Extração em dupla (ou trio, ou quarteto...)[editar]

Apesar de contar com mais de uma pessoa, a extração do Leite de Minhápica nestes casos é normalmente bem mais demorada (apesar de também ser mais interessante). O local adequado depende da temperatura do momento, podendo variar de quartos ou salas residenciais em dias mais amenos ao interior de veículos ou mesmo bancos de praças em dias muito quentes. Todos os participantes do processo de extração devem comportar-se como no processo individual, fazendo movimentos ritmados para cima e para baixo utilizando as mãos ou outras partes do corpo.

Este processo, no entanto, apesar de ser mais divertido, necessita de alguns cuidados. Caso as regras básicas de segurança não sejam observadas, conseqüências nefastas (como doenças venéreas ou filhos indesejados) podem acabar surgindo, trazendo apenas dor e desespero a gente como você.

Cultivo[editar]

Para plantar o Pau Barbudo, basta abrir um buraco (quanto mais apertado, melhor) num local escuro, quente e úmido e enterrá-lo lá no fundo. Apesar de o plantio com mudas (como o descrito anteriormente) ser o mais eficaz, também é possível o plantio por sementes, encontradas em sua seiva. Normalmente, a seiva do Pau acaba jorrando depois de plantada tempo suficiente em terreno propício, a não ser que o vegetal esteja sob profundo stress. Nesses casos, é comum observar o fenômeno do Broxismo, por mais que o plantador do Pau insista que isso nunca lhe aconteceu antes.

v d e h
Grandes (ou pequenos) artigos fálicos da humanidade