Pedra de Roseta

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Pedra de Roseta

A Pedra de Roseta do espanhol "Piedra Rósita" é uma pedra de entulho (muitas vezes confundida com pedra sabão) que, devido o clima árido, umido e de mata rasteira-atlantica do egito mespotamico, acabou ficando com a aparência "rosada" (que em Latim clássico-galego, e posteriormente em Hebreu (língua criada pela Hebe) pronucia-se roseta dai o nome). A mesma contém escritas hieroglifas de línguas há muito perdidas e desconhecidamente não faladas, sendo de vital importância para servir de chave para a decifração do Hieroglifos por Jão Franssuá Chapollin em 1800 e por Thommas Edson Young (filho bastardo de Thommas Edson).Assim a putaria costumes Egipcios assim como seitas satanicas envolvendo milharais e macumbaria de beira de cruzamento puderam ser estudados nos seus primordios.

O Grande(Ùiiii) Achado[editar]

O exercito de Napo-Leão (espécie Napo-Greco-Spanica- resultante de anão-de-circo crusado com Mico-Leão dourado) se dirigia a uma festa na cidade de Alexandria, a fins de participar da festa culinaria que rolava por lá, sendo a notavel "mãos de monstro Palmirinha" a anfitriã. Já perto de Rashid e do Forte Julien (egito) distraidos com o som dos escoltados Engenheiros do Havai (que iriam fazer a abertura dos eventos com o hit "Palmirinha é dez") tropeçaram num pedaço de pedra rosado o qual acharam ser um valioso tesoura da humanidade. Tomados pela emoção, e ganancia, correram para o mercadão do nilo, a fim de vender a pedra por um bom preço. Cairam do cavalo, pois devido ao tratado da capitalizaçãocapitulação, assinado em 1801, a pedra foi cedida às autoridades militares do Reino Desunido.

Esse pedaço de lixo pedra bloco de pedra tem estranhos glifos gravados separados em partes diferentes, totalizando 3,cada escrita é de uma forma, sendo que cada uma não tem nada a ver coma outra.Muitos anos mais tarde sem querer descobriu-se que eram na verdade as três linguas abaixo.

As inscrições registram um conto de fadas receitas de bolo "lendas" 194 a.C. sobre o antigo Egipto e também sobre reinado do faraó Ernadesés Clódovishis XXIV, rabiscado escrito em, basicamente, dois idiomas: Egípcio Noitio e Idiotês (linguagem usada também por babuinos como o personagem babão do desenho animado eu sou o máximo). O Idiotês se ramifica dicotomicamente-bidirecional em duas versões, o Idiotês tardio (vs Idiotês 1.0) e o Ingrêís (Idiotês vista Mohamed Edition) porém a primeira escrita tem bases na escrita hieroglifica.

Estudos Sobre a Pedra[editar]

Foi discutido e hipotetisado varias hipoteses sobre o que merda estaria escrito naquela pedra. Uma delas era de que os testos não eram porra nenhuma eram parecidos, hipotese qual foi derrubada mais tarde pelo filosofo e escriba-junior Cumpadri-Watson que se baseou no fato de que apenas o que estava escrito em Ingrêís podia ser entendido (ou não).

Analise por Sherlock Holmes e Palmirinha

Com isso surgiram três duvidas sobre as escritas de hieroglifos, que já estavam perdidas há muito tempo. As bases dos três problemas eram saber se representavam uma linguagem fonetica, pictorica apra determinar palavras individuais ou merda nenhuma nada significavam. Sem sucesso, cumpadri-Watson recorreu a seu antigo-amigo de infância e chegado da família Sherlock Holmes, que logo foi juntando fatos e evidências sobre a tal pedra. Foi numa dessas que o grande detetive e pesquisador teve a ideia de pedir ajuda aos que estavam no local ou data do descobrimento da pedra, porém a única ainda viva a estar na data era Palmirinha, que foi logo convocada para auxiliar o mestre em decifrar.


Anos mais tarde o auxiliar de infermagem Thomas Edson Young-YO, após passar 20 anos da prisão por não pagar pensão alimenticia, teve um enorme avanço no estudo, porém o credito todo foi para o francês Jão Françuá Chapolin, morador da cidade de Colorado que manjava tudo de egito( e estava inspirado após assistir "a mumia", "o retorno da mumia","a mumia volta junto com um escorpião", "a mumia o escorpião e o armario", " a mumia e o calisse de fogo" etc), e bateu o olho na roseta e desvendou as escrituras logo de cara com a ajuda também de seus pupilos Ronaldux Ekisy'per e Cloudovaux Hermnandoues.

Descobertas de Sherlock

O Estudo e resolução de Sherlock Holmes[editar]

Como pode-se verficar na imagem ao lado Sherlock dividiu seu estudo em partes A,B,C,D,X e Y, também dividido por cores diferentes. No quadro A (lilás) percebeu-se uma gravação dedicada a consagração do primeiro papa (que alias levanta uma cruz sobre sua cabeça em sinal de bênção ao Egipcios). Quadro B (rosa), mostra uma imagem que marca parte da história do grande faraó citado nas inscições, onde o mesmo está abaixado tomando água do nilo (na posição conhecida como "de quatro no rio") antes de ser tocado por todos os deuses. C- (azul) mostra o primeiro esboço feito do Stone Range, que era pra ser uma "piramide mais modernista", como se consta nas escrituras. D-(verde) retrata o lazer de dois faraós sentados a beira de uma fogueira comendo marchimellows. X- Azul Claro, retrata uma história que ocorreu no rio nilo (repare na imagem a forma ondulada representando a água) onde no primeiro quador está o papai monstro, e no segundo a mamãe monstro que, já no terceiro quadro ilustra-se o casal de monstro e seus dois ovinhos de mudança para o lago Ness. Y-(amarelo) nos primeiros quadros mostra-se respectivamente um passaro matando uma cobra e um passaro pousando num pau, já o terceiro, mais significativo, demonstra que o passaro é a imagem do faraó (ou seja o faraó mata a cobra e mostra o pau.

Pedra Leticia, protesto contra estudos de Sherlock quanto a Pedra Roseta

Porém houve controversas sobre esses estudos do grande Sherlock, o que fez com que três estudiosos se revoltassem e continuasse os estudos sobre a pedra sozinhos, para que não fossem pegos ou processados por plágio, mudaram o nome "Pedra Roseta" para "Pedra Leticia", assim poderiam disfarçar seus estudos sobre a pedra, materam até mesmo a mesma cor rosada, no seu slogan.
Mas logo viram que não dariam muito certo, desistiram e partiram para seu movimento isolado "pegue uma baranga"(que já não tem mais nada a ver com a pedra Roseta, mas mantiveram o nome modificado, "pedra leticia").

A tradução das incrições[editar]

Na integra a tradução do que esta escrito na grande piedra rósita (pedra de roseta). Primeiro um pequeno resumo dos acontecimentos: O faraó Ernadesés Clódovishis XXIV, que acabara de chegar da sua viagem cumprindo o dobro dos trabalhos de Hércules, (missão dada a ele pelos deuses como prova de coragem e devoçãoe por inveja dos deuses pais de Hercules), havia concedido ao povo a isenção do imposto sobre os grãos de areia por metro quadrado dos terrenos das casas (programa piramide para todos), além do programa leve-leite (de lhama cuspideira) e o bolsa família Ramsés, no intuito é claro de agradar a todos. Agradecidos, os sacerdotes resolveram ficar de algo erguido assim que vissem o faraó, dito e feito, ergueram uma estatua em sua omenagem enquanto no templo de vira-copos preparava-se o festejo para o novo dia de feriado declarado pelos sacerdotes (24/04).Como eles eram muito esquecidos, havia o costume de anotar coisas importantes (como ir ao mercado, pagar as contas, tomar banho) em pedras chamadas de estelas comemorativas (em homenagem a rainha Estela Ramsisá-ha, que era festeira e também era burra feito uma pedra), os sacerdotes, de tão esquecidos acabaram deixando a pedra no meio da rua, no verso da estela tinha gravado a letra de um hit de sucesso (menino da porteira) e como já naquela época a pirataria já era grande, o pessoal copio o conteudo da estela, e o mesmo em pouco tempo já estava reproduzido em cada templo, Os soldados de napo-leão toparam com uma dessas falsificações baratas que, com o efeito do tempo e do clima acabou oxidado e ficando rosada e, apesar da caligrafia ruim e de terem escrito tudo torto foi possível reconstituir a totalidade do texto original que segue abaixo: