Pepinos nazistas com gases

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Retardado.jpg GEISAAAAAAAA, algum usuário bateu a cabeça!

Agora tá na Desciclopédia escrevendo merda sem sentido!
Pega a camisa de força!

Mongol.jpg
Escoteiro.jpg Este artigo foi tomado por fascistas!
Na Itália e na Alemanha, os Camisas Negras e Pardas amam o fascismo e exterminam você, seu comunista!
Pepino fazendo "Heil Hitler" (não dá pra perceber direito porque ele não tem braços), arrotando e peidando.

Cquote1.png HAIL PEPINO! Cquote2.png
Pepino nazista com gases fazendo a saudação nazista

Pepinos nazistas com gases são uma ordem de pepinos altamente inteligentes que fizeram um pacto com o Capeta para conseguirem poder para restaurar a ideologia fundada pelo tio Adolfinho, para que assim pudessem exterminar os adolescentes homossexuais que gostam de brincar de enfiar pepinos no cu. Mas eles vieram com a maldição de sempre estarem condenados a soltar gases por aí, arrotos e peidos são o que mais você vai ver um pepino nazista com gases fazer (isso, é claro, sem falar da saudação nazista).

História[editar]

Os pepinos nazistas com gases se originaram nas favelas mais pobretonas dos Estados Unidos, onde o tráfico de pepinos entre os meninos gays aumentou muito. Cansados da opressão, os pepinos foram abduzidos por um demônio espacial das trevas, onde eles foram levados para um planeta todo coberto de água, onde cientistas fizeram experiências para deixar os pepinos inteligentes para que pudessem contar como é a vida na Terra, afinal, pepinos são menos inofensivos que humanos.

Mas a experiência deu errado, e os pepinos acabaram sim, se tornando seres perigosos. Eles voltaram pra Terra onde leram o livro Mein Kampf, e se tornaram neonazistas. Mas sem poderes para conseguirem armas para instaurar uma nova ordem mundial, os pepinos nazistas com gases fizeram um pacto com o Capeta para conseguirem braços, pernas e armas, para instaurarem uma ditadura numa ilha que fica no cu do mundo, provavelmente nos confins do sul da África, ou só perto do Acre mesmo..

Entretanto, eles não quiseram pagar o Pacto, e Satanás os amaldiçoou com a pior das maldições. Agora os pepinos são condenados a sempre sofrerem de arrotos e peidos espontâneos, o que deixa os seus campos de concentração cheirando a cocô forte, o que misturado com os cadáveres das cenouras, bananas e aspargos (vegetais perseguidos pelo regime pepino-nazista) causa um cheiro tão horrivelmente fedorento, que dá vontade de você se matar (O que não seria tão trágico assim).

Curiosidade[editar]

Ver também[editar]

v d e h
Grandes (ou pequenos) artigos fálicos da humanidade