Regensburg

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bismarckpre.jpg Desciclopëdia über alles in der welt!!!

Estä arrtigö é alemon! Issö querr düzerr que ele é parrte dö conspürraçon gerrmänica parra inwadir ö Frankreich por trrás öutrra wez. Non faça scheiße, öu te porremos de quatrro nö Berliner Mauer.

Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Cquote1.png Será que eu voltei no tempo? Cquote2.png
Você sobre Regensburg
Cquote1.png Não se preocupe, o tempo aqui não muda Cquote2.png
Morador da Cidade Antiga de Regensburg sobre citação acima

A Regensburg é uma cidade que por algum motivo não pôde avançar no tempo como os outros lugares. Portanto, lá ainda é a Idade Medieval, não a idade Atual Comtemporânea. Se houver algum carro, computador ou outro elerodoméstico, é porque ele veio de fora e conseguiu atravessar o portal da dimensão temporal que envolve essa cidade antiga.

Aparentemente a cidade de Regensburg é um lugar normal. Ela é capital do estado de um estado da Alemanha (isso existe?), sendo uma cidade nem tão grande nem tão pequena. Mas por algum motivo desconhecido a modernidade dos dias atuais não alcançou o centro da cidade, se mantendo exatamente como era há 1000 anos atrás. Esse fenômeno sobrenatural conferiu ao centro o título de patrimônio mundial.

História[editar]

A cidade antiga, na foto estão seus prédios mais modernos.

O primeiro relato de ocupação desse local foi feito na Idade da Pedra. Como foram feitos os relatos, ninguém sabe, afinal não sabiam escrever nessa época. A única prova da existência de vida pouco inteligente são desenhos toscos feitos em paredes de cavernas, uma obra do ócio humano. Depois, os romanos conseguiram alcançar a região e formaram fortes apenas para provar às outras nações que atravessaram os Alpes e chegaram nesse lugar.

Rapidamente os germânicos expulsaram os romanos, que tiveram um trabalhão para se estabelecerem por lá apenas para serem despejados (bem feito). O próximo acontecimento foi o verdadeiro início da cidade. O rei da tribo local decidiu se estabelecer em Regensburg porque ele não sabia escolher o melhor lugar para morar. Junto com o rei, vieram um monte de baba-ovo da família real, se só puxavam o saco do rei na esperança de ganharem vantagens financeiras por isso.

Apenas os baba-ovos reais foram o suficiente para Regensburg se tornar a maior cidade da Baviera. Como maior cidade, foram construídas lá várias obras gigantescas só para que Regensburg pareça melhor do que verdadeiramente é. Pontes, igrejas, castelos, lojas de comércio de produtos falsificados, etc. Essa época boa acabou quando a Idade Média acabou e a Oktoberfest mudou-se para Munique, e consequentemente Regensburg deixou de ser capital.

Os habitantes sentiram tanta saudade desse tempo que decidiram não modernizar a cidade, deixando seus prédios do mesmo modo que estavam durante a época medieval. Não só Regensburg, como também Stadtamhof, outro lugarzinho desconhecido, permaneceram paralisados no tempo. A única coisa que conseguiram com isso foi o título de patrimônio mundial.