Relaxa e goza!

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar


Bambu.png Relaxa e goza! é boca suja!

Sem vergonhamm! SEM VERGONHAMM!!

Bambusilvio.JPG


Ministra Marta Sou Dercy Suplicy, explicando o real sentido da frase em coletiva à imprensa.

Cquote1.png Experimente também: Teu cu Cquote2.png
Sugestão do Google para Relaxa e goza!
Cquote1.svg Relaxa e goza! Cquote2.svg
Marta Suplicy sobre o caos aéreo no Brasil
Cquote1.svg Relaxa e goza! Cquote2.svg
Zé Dirceu sobre Mensalão e Valerioduto
Cquote1.svg Relaxa e goza! Cquote2.svg
Renan Calheiros sobre não pedir pra sair do Senado
Cquote1.svg Relafa e gova! Cquote2.svg
Luif Ináffio Lula da Filva sobre seu terceiro mandato
Cquote1.svg Relaxa e goza! Cquote2.svg
Dilma Rousseff sobre sua campanha eleitoral antecipada
Cquote1.svg Relaxa e goza! Cquote2.svg
Petista sobre as inúmeras acusações de corrupção contra o PT
Cquote1.svg Relaxa e goza! Cquote2.svg
Sua namorada sobre o fato dela haver lhe dado uma bela galhada
Cquote1.svg Relaxa e goza! Cquote2.svg
Tua mãe sobre você estar de castigo
Cquote1.svg Assim não pode, assim não dá! Cquote2.svg
Fernando Henrique Cardoso sobre o fato de relaxar, gozar e o uso do Viagra

DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...a frase Relaxa e goza! é capaz de desmoralizar qualquer oponente durante um arranca-rabo uma discussão civilizada?

Criada e proferida no pico do caos aéreo que assolou a Ditadura Democrática do Brasil nos idos de 2007/2008 (e que perdura até hoje), pela Ministra do Turismo Sexual, Marta Sou-Dercy, a frase Relaxa e goza! tornou-se a frase de maior impacto em toda a política tupiniquim, chegando mesmo a desbancar as retóricas de José Sócrates[1] e suas implicações políticas. Esta frase é capaz de esmagar qualquer argumento com evidências, pois segue a mesma lógica do já famoso ditado Os incomodados que se retirem, mostrando o desdém daquele que emite a frase perante as investidas do oponente.

História[editar]

Cquote1.svg Effa companhêra Marfta é muito boa. Nunca antef na hiftória deffe paíf alguém tinha confeguido faver of tucanof ficarem de bico calado. Cquote2.svg

Segundo historiadores, várias versões desta famigerada frase foram proferidas em determinados momentos da história[carece de fontes], como a crucificação de Cristo, o nascimento de Dercy Gonçalves, a queda do Império Romano do Ocidente, as conquistas de Gengis Khan e de Alexandre da Macedônia, o grande cisma do catolicismo, a tomada de Constantinopla sem gelo pelos otomanos e mais de oito mil eventos que você cansou de estudar. Acredita-se que a versão brasileira seria apenas um remake mal feito pela Herbert Richards ministra Marta[carece de fontes].

No entanto, outra linha crê que a própria Marta criou a referida frase, no momento em que revelou a seu marido Eduardo Cornocy que havia lhe posto o chapéu de touro. Após ficar desnorteado com a história, Eduardo perguntou à esposa o que devia fazer (provavelmente escolhendo se devia matá-la ou colocá-la para fora de casa). Marta, como boa petista e manipuladora, além de puta sexóloga, apenas disse ao marido: Cquote1.svg Amor, relaxa e goza! Cquote2.svg, fazendo com que o corno do marido acabasse por perdoá-la incondicionalmente e, de quebra, fazer o mesmo virar árbitro[2] (como todo o bom corno) do Senado brasileiro.

Com a ascensão de Lula Molusco à presidência da Ditadura Democrática do Brasil, Marta Suplicy foi nomeada como Ministra do Turismo Sexual. Por responder em nome de um setor altamente dependente quimicamente da aviação, teve de tomar providências a fim de sanar o problema do caos aéreo (que até hoje perdura). Como a ministra não tinha capacidade nem de decorar o próprio gabinete, teve de tomar uma medida desesperada a fim de se livrar da culpa pela situação, e o método foi a utilização desta frase. Desta forma, Marta se livrou automaticamente da culpa, já que não queria saber de nada nem fodendo e também não estava nem aí para porra nenhuma.

Utilização da frase[editar]

Fidel Castro durante discurso, mandando o povo cubano relaxar e gozar.

Após a primeira utilização pública, a frase Relaxa e goza! tornou-se um bordão de Marta Suplicy e de todo o governo Lula-lá, juntamente com os famosos bordões do presidente Polvo Lula Eu nun fei de nada! e Nunca antef na hiftória deffe paíf...[3], dentre outros, provenientes de episódios das infindáveis maracutaias que ocorrem em Brasília, cidade conhecida como Pizzaria Federal[4].

Imediatamente o bordão da ministra caiu de na boca do povo, que sempre adora uma sacanagem, enraizando-se na cultura popular brasileira. Atualmente pode-se ouvir um sonoro Relaxa e goza! em qualquer conversa informal, discussão, arranca-rabo, briga de foice ou guerra que aconteça no país. Tornou-se prontamente uma gíria, podendo ser ouvida em favelas de todo o lugar, principalmete dos mano da quedrada[5] tá ligado.

A utilização desta frase em programas televisivos é pouco recomendada, devido ao caráter altamente sexual da mesma, além do fato de que crianças inocentes não entenderiam, iniciando aquele montinho de perguntas para os pais e que terminaria numa grande confusão. No entanto, esta frase pode ser ouvida com relativa frequência no Cine Band Privê[6] e em quaisquer canais de divertimento sexual.

DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...você deveria relaxar e gozar?

Impacto na mídia e críticas[editar]

Cquote1.svg Relaxa e goza! Cquote2.svg
Marta Suplicy sobre críticas

Ganado com cara de Lula Presidente Molusco, prestes a soltar um sonoro Relafa e gova! para a oposição.

A mídia brasileira recebeu com escárnio a declaração da ministra, uma vez que se esperava que ela tomasse alguma providência mais concreta. O presidente prometera tomar muitas providências[7] imediatamente, tanto que chegou a entrar em coma alcoólico horas depois. Após sua plena recuperação, prometera que voltaria a tomar providências, mas foi proibido por ordens médicas. No entanto, segundo o gabinete da presidência da república, os assessores já estão tomando as devidas providências com gelo.

A frase foi duramente criticada por importantes sociólogos, filófos e vagabundos, que consideraram a declaração da ministra uma barbaridade, uma imoralidade, uma sem-vergonhice, uma falta de respeito com o povo brasileiro, como já é de praxe na política tupiniquim. No entanto, o povo, por estar acostumado de ser feito de gato e sapato, literalmente relaxou e gozou para as declarações do governo, mostrando que o destino do brasileiro é tomar noku mesmo.

Internacionalmente o impacto foi menor do que o esperado, provavelmente porque já se tem uma imagem de que o Brasil é a República das Bananas. Obviamente, intelectuais brasileiros que moram no exterior lamentaram a utilização desesperada da frase por Marta Suplicy, entre eles Diogo Mainardi, Olavo de Carvalho e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que respondeu com um sonoro Cquote1.svg Nhem nhem! Cquote2.svg ao ser questionado sobre o assunto pelo jornal francês Le Monde.

Ver também[editar]

Cquote1.svg ANTE GEIA!!!! Cquote2.svg
Takis Tsoukalas, irritado ao ser vítima da frase

Notas[editar]

  1. Aqui nos referimos ao filósofo, não ao futebolista e muito menos ao político português.
  2. Vide Desnotícias:Suplicy é escolhido como novo juiz das partidas de futebol do Senado.
  3. Isso nem de fontes fiáveis precisa para ser comprovado.
  4. O termo capital federal já está fora de uso há tempo.
  5. Segundo o IBGE, 66,6% dos moradores de favelas são manos.
  6. Isso nem precisa de fontes, já que você confere todos os sábados.
  7. Aqui o presidente se referia à cachaça Providência.
v d e h
Mitologia Política Brasileira, suas lendas, seres e outros negócios fantásticos
1 Cabo e 1 soldado31 de junho31 de novembro30% de 100 igual a 3,5300 de BrasíliaAbraço BolivianoAerococaAerotrem do Levy FidelixAmeaça ComunistaAmigo dono do triplexAnões do OrçamentoBalbúrdiaBarão HomofóbicoBoi bombeiroBolinha de papel que atingiu o José SerraBolsolulaCarlos Magno e os 12 Cavaleiros da Távola RedondaCasa da DindaCasa do Romero JucáCercadinho do AlvoradaCloroquinaComércio sem viés ideológicoCristofobiaDemônio que possuiu Temer no discurso de posseDieta do Supremo Tribunal FederalDitadura gayDólares de cuecaElsa lésbicaEstatísticas tiradas da bundaEstocagem de ventoFaca que esfaqueou Jair BolsonaroFiat ElbaFigura oculta de um cachorroForças ocultasFraquejadaGabinete do ódioGolden ShowerGuardiões do CrivellaHelicóptero do Zezé PerrellaHistórico de atletaHonoris quaseImpunidade do PSDBJesus na goiabeiraKit gayLeite condensado do ExércitoMarajásMenos com menos igual a 10Miasmas pútridos que emanam no CongressoMinistro do STF terrivelmente evangélicoMosquitaMulher sapiensNióbioNuvem LulaPartido da Imprensa GolpistaPato da FIESPPavão MisteriosoPequeno repiquePirocão inflável verde e amareloPolítico honestoPolítico work-alcoólicoPrincípio da meta aberta dobradaPrivatização de cu de curiosoProfecia da vitória do Cabo Daciolo no primeiro turnoPTinderPTSDBRelaxa e goza!República de CuritibaSanguessugas do CongressoSaudação à mandiocaSexualidade do azul e do rosaTeorema do ganho e da perdaTerceira viaURSALValeriodutoVaza-JatoZelite