Renault Fudero

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Típico sonho de consumo da classe média. Este artigo é sobre um carro.

Puta que pariu, pisa no freio, Zé...

Ele queima óleo, suja sua garagem, solta fumaça e sempre lhe deixa na mão no meio da estrada!


Cquote1.svg Você quis dizer: Renault Saveiro Cquote2.svg
Google sobre Renault Sandero
Cquote1.svg Você quis dizer: Cópia malfeita do Onix Cquote2.svg
Google sobre Renault Sandero
Cquote1.png Experimente também: Mégane inflacionado Cquote2.png
Sugestão do Google para Renault Sandero
Cquote1.svg That's the Dacia Sandero! Cquote2.svg
Jeremy Clarkson sobre Renault Dacia Sandero
Cquote1.svg Amor, o carro enguiçou de novo! Cquote2.svg
Sua esposa sobre Renault Sandero
Cquote1.svg É um Duster compactado Cquote2.svg
Expert sobre Renault Sandero
Cquote1.svg Teria sido melhor ter comprado um Peugeot 307 Cquote2.svg
Chaves sobre Renault Sandero
Cquote1.svg Sandero, magnifique! Cquote2.svg
Francês sobre Renault Sandero

Renault Sandero roubada, repare no lugar nenhum onde ela se encontra.

O Renault Fudero Sandero é mais um carro da Renault do Brasil, que no exterior é da marca romena Dacia (O RLY?). E que tambem lá o preço dessa porra é de 899 euros, já aqui na Banania é mais caro do que um Civic usado, ou seja, 79,000rs (o civic usado custa 25.000)

História[editar]

Tudo começou quando a Peugeot lançou o 307, a Citroën lançou o C4 e a FIAT lançou o novo Palio. Esses 3 carros precisavam de um concorrente à altura, que tivesse no geral tudo igual dos outros carros anteriormente citados características parecidas. Os caras da COFAL (proprietária da Renault do Brasil) pensaram: "Vamos utilizar todo o plástico que temos aqui no estoque, pegar todas as informações, panfletos e cartas da Dacia, e assim trazer o Dacia Sandero para o Brasil sob o nome de Renault". E assim, estes dão à luz ao Renault Fudero Sandero.

Versões[editar]

  • RS: Versão esportiva do Sandero, preferida dos japas que adoram fazer Tokyodrift
  • Stepway: Versão aventureira do Sandero, preferida dos machos que querem um carro pequeno pensando que estão dirigindo uma SUV
  • Vibe: A pior versão. As pessoas (normalmente caras de entre 18 e 21 anos) só compram essa versão para ir à faculdade sem ter que pegar 5 real no Ônibus
Painel do Sandero RS, até a lata de refrigerante viaja com conforto

E essas foram as principais. As outras versões são tão ruins que prefiro não dizer aqui. Se você é um Renault lover, foda-se, o problema é seu uma pessoa consciente e que sabe escolher carros, não compre carro da Renault, muito menos o Sandero, pelo amor de deus!

Curiosidades[editar]

  • Na União Soviética, o Sandero dirige VOCÊ é chamado de Lada Largus
  • Na Holanda, o Sandero dirige ele mesmo, não precisa de VOCÊ pois ele tem piloto automático (WTF!)
  • No Acre, VOCÊ dirige VOCÊ mesmo, Renault Sandero nón ecziste!
  • Tem o mesmo multimídia usado em qualquer outro carro da Renault
  • Apesar de todo conforto e praticidade, consegue ser mais fraco do que um Opala de 1989
  • É o carro preferido dos playboyzinhos que viram a noite pegando mulher.
  • A versão Stepway, por mais aventureira que pareca, não tem Step (aquele pneu que fica colado na traseira do carro, ou escondido no porta-malas)
  • É o carro menos vendido da Banania

Ver também[editar]