Ritual

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.


Cquote1.png Você quis dizer: Tédio Cquote2.png
Google sobre Ritual

Falando-se em ritual, já se imagina aquelas criaturas todas cobertas com sangue de galinha preta... ou de gente e, se sacudindo como se estivessem tendo orgasmos múltiplos mas, não é assim: Pela sabedoria de Mestre Yoda, Kamisama ou até Vovó Uranai, ritual significa qualquer coisa que se repete.

Complicando Explicando mais[editar]

Ritual de... bom, veja os chifres.

Ritual pode ser tão somente o atos de acordar, cagar, se lavar, mijar, comer, vadiar trabalhar, estudar, xingar... dormir novamente. Percebeu o mecanismo? Ritual pode ser apenas algo que se repete por necessidade ou falta de imaginação mesmo.

Alguns defendem que muitos rituais aparentemente necessários e inofensivos, são ruins e pegar uma óstia ou ficar na coluna da oração na cabeça são coisas sem noção que servem para fazer as pessoas pensarem em apenas uma coisa e não terem ideias sublimes. Ao ouvir isso algumas pessoas acreditam e começam a cagar de modo diferente, outras não acreditam em nada disso e continuam cagando e andando.

De qualquer forma, para que o ritual seja perfeito deve-se usar sempre um tipo de pano para se cobrir, se cumprimentar e dizer e fazer coisas parecidas e específicas. Parece difícil mas, se faz isso com bastante facilidade e se repete gestos sem qualquer problema: Nisso todos são campeões, até porque o treino começa cedo com a educação ou a falta de educação mesmo.

Fazendo um ritual[editar]

Num ritual de tosquice, o risco disso aparecer é grande.

Primeiramente, para fazer um ritual sem erros, deve-se existir mas, se for um fantasma, pode participar também, pois fantasma existe e cá. Depois precisa-se ter em mente ao menos 50% de tudo que é aprendido e, para isso serve a memória. A partir daí é só sair fazendo as ações, que são apenas e tão somente mecanismos naturais.

Se não quiser cantar palavras mágicas fazendo as coisas mais habtuais terá mesmo que recorrer às ações mais elaboras, vejamos:

Um ritual mais elaborado, daí sim, pode envolver velas (pretas e vermelhas preferencialmente), essas velas consistem em ter uma luzinha para acender, roupas estrambólicas, e, se quiser pode chamar o capeta mas, nem sempre é necessário...

Como pode observar lendo acima, o ritual elaborado não é muito diferente dos rituais simples: É precisa acender a luz, vestir roupa e chamar a tua mãe. Ofensas á parte, quando se faz um ritual é preciso saber antes quem, como e principalmente por quanto tempo seja lá o que for que apareça vai ficar e, mais importante do que isso, é preciso saber se o que irá aparecer vai mesmo fazer o que disseram, ou vai mesmo acontecer outra coisa que entrará para a lista de coisas estranhas dignas de Discovery. Isso de achar que será feito uma coisa e na hora é outra, é mesmo uma porcaria, pense apenas naquela guria que voc~e está à fim faz tempo, chega na hora ela quer fazer tudo que você não imaginou.

O famoso ritual das pererecas.

Para que[editar]

Se qualquer coisa é ritual, então porque se precisaria daquelas tranqueiras todas de que se falar: Danças, caldeirões, palavras mágicas, ervas e bichos estranhos mais... se tudo pode ser mais simples e ser ritual assim mesmo? Ora, para que o ser humano acredite nos resultados é preciso ter essas frescuras e não pergunte em que querem acreditar, pois cada coisa é mais canhestra que a outra.

Em orações, que são rituais também, alguns pedem à Deus que uma pessoas qualquer se quebre toda, morra de fome, e outros cuidados mais. São pessoas mesmo generosas, que passam muito tempo em espírito de oração.

E ritual como não podia deixar de ser, surgiu do latin rituali que tem a ver com religião: ou seja, tudo a ver religião, seja qual for com ritual. Claro que se você disser a qualquer sectário de qualquer religião ele vai dizer que é blasfêmia ou o demônio falando ou, melhor ainda: vai dizer que a a Igreja dele não prega religião mas, apenas a doutrina.

...e que os tambores ressoem.