São Pedro do Butiá

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome-searchtool blue.png São Pedro do Butiá é uma pequena cidade desconhecida.
Você pode estar perdendo seu tempo à-toa ao ler sobre essa joça.
Todos os habitantes usam a mesma operadora de celular. Isso quando existe alguma.

Sciences de la terre.svg.png
São Pedro do Butiá (eta sô!) em um dia de feira, o mais movimentado da semana na cidade.

São Pedro do Butiá a cidade de São Pedro do Butiá tem raros colonizadores da Alemanha (muito raro) e também possui uma história grande que basta falar nome por nome das pessoas que ajudaram a colonizar a cidade, uma por uma, para poder encher bastante linguiça.

História[editar]

A cidade foi fundada por um nômade que estava andando a cavalo até que este morreu de fome, ele achava que o mundo era como o Harvest Moon (e como todos os São Pedrenses do Butiá pensam também) e não precisava alimentar o cavalo, o descanso era o intervalo dele. Enfim ele acabou parando nesse buraco.

Onde o nômade cagou foi onde começou a cidade de São Pedro do Butiá, que serviria então para ponto de imigrantes alemães. Mentira. A cidade só foi colonizada por alemães, eles contam ser um centro cultural mas ninguém se atrai por uma cidade que fica lá no canto do estado do Rio Grande do Sul.

Enfim, os imigrantes falaram uma coisa em alemão que para o cara que tinha os hospedado, aquilo soou como "Heil Hitler" e então acabaram transformando a cidade em uma prisão em proporção gigantesca.

Mais tarde, a cidade que tinha o apelido de Jardim do Misseiro" (sem motivo nenhum) teria o nome de São Pedro do Butiá que não tem nada a ver coma colonização alemã.

Emancipação[editar]

A cidade se emancipou em 1992 então não tem nem 20 anos, mostrando que a cidade realmente é insignificante e servia só pra fazer quantidade. A população inteira de São Pedro do Butiá desejava que mudassem logo para uma cidade que preste e então decidiram fazer um discurso carregado de emoções.

Quando foram apresentar, duas crianças foram em frente ao juiz e começaram a ler frases em alemão que soou como um discurso nazista (na verdade, é um Estereótipo isso), o juiz então falou:

Cita3.pngSe eu tiver que ficar aqui ouvindo esses dois pirralhos falando alemão na minha frente a tarde enquanto eu podia estar pegando o delegado eu emancipo essa cidade de uma vez!Cita4.png
Juiz

Ele bateu com o seu martelinho e se encerrou a sessão.