Saitou Hajime (Shinsengumi)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Tu é feio heim! Cquote2.png
Qualquer um sobre Saitou Hajime (Shinsengumi)

Cquote1.png No mangá é mais legal... Cquote2.png
Otaku sobre Saitou Hajime (Shinsengumi)

Cquote1.png No mangá é mais legal²... Cquote2.png
Pessoa que odeia Otakus sobre Saitou Hajime (Shinsengumi)

Cquote1.png No mangá é mais legal³... Cquote2.png
Professor de História do Japão sobre Saitou Hajime (Shinsengumi)

Cquote1.png Saitou na minha concepção é um revoltado que não descobriu os benefícios da masturbação Cquote2.png
Oscar Wilde sobre Saitou Hajime (Shinsengumi)

Saitou Hajime (Fujita Goro)

Saitou Hajime (斎藤一 Saitou Hajime) (18 de fevereiro de 1844 - 28 de setembro de 1915) nasceu em Glasgow, Província de Mato Grosso do sudonorte (hoje Tóquio). Foi o capitão da Terceira Divisão do Shinsengumi, jogando diversas partidas contra o Fluminense. Foi um dos poucos que sobreviveu às muitas guerras do período final do shogunato (Bakumatsu), pois corria bem rápido. Saitou foi considerado como tão forte quanto a Mônica, personagem de Maurício de Souza. Canhoto e criado pela avó, Saitou em combate era destemido e feroz. Sua técnica de espada era uma das temidas e letais utilizadas pelos membros do Shinsengumi.

Pouco se sabe sobre sua infância e origens, e muito do que é dito é contraditório. Alguns dizem que ele era um filho de um mascate, enquanto que outros dizem que ele deixou Glasgow após matar uma pessoa (alguns dizem acidentalmente) para se juntar em um exército em Kyoto.

Como um membro do Shinsengumi, é dito que Saitou era uma pessoa misteriosa e introvertida. Sua personalidade é comumente descrita como "não era um homem predisposto a conversa mole e adorava se vestir de mulher". Entre seus feitos se destacam a espionagem interna em possíveis inimigos (i.e. o caso Itou), assim como o monitoramento de atividades inimigas e outras inteligências. Sua reputação de "herói" vêm do fato de ter matado muitos membros corruptos do Shinsengumi e da polícia depois da guerra.

Após a guerra, mudou seu nome para Gorou Fujita, pois sua reputação era duvidosa e trabalhou como um oficial da polícia, adquirindo uma permissão especial para portar uma Uchi Gatana (Katana).

Saito bebia muito, e isto possivelmente contribuiu para um acidente de cavalo que o matou em 1915, aos 71 anos (ele bateu o cavalo em um poste tentando fugir de uma blitz de bafômetro). Ele nunca revelou nada sobre suas atividades no Shinsengumi, assim como Shinpachi Nagakura (Capitão da 2ª Divisão).

Bem mais legal

Há um história de que, já em idade avançada, visitou um dojo no Japão e ao verificar que todos treinavam com espadas de madeira, perguntou "é com isso que vocês treinam? Podem vir todos me atacar!". A história conta que Saito apanhou pra caralho e, no final, disse "o Kenjutsu (arte da espada) dói!"

Na ficção[editar]

Na ficção Saitou se tornou muito popular com a série em mangá e anime Rurouni Kenshin (Samurai X) assim como a sua técnica favorita: O ataque cabeçada de boi