Santo Daime

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Caboco.jpg Bem-vindo à selva!

Este artigo é sobre algo ou alguém localizado no meio do mato e vai te levar para o Lado Verde Escuro da Força. Se vandalizares, Rambo vai descarregar a metralhadora no meio da tua fuça!

Tapa na pantera.jpg Santo Daime dá um tapa na pantera!

E é aprovado pelo Tio Bob!

Clique aqui se você quiser dar um tapa também.

Cquote1.svg Você quis dizer: Santo Andaime Cquote2.svg
Google sobre Santo Daime
Cquote1.png Experimente também: Rastafári Cquote2.png
Sugestão do Google para Santo Daime

A "Grande Sociedade Santo Daimista Tupi Inca Maia Asteca Comunity Sacrade of the Masters Lords of the Psicoative Ayahuasca do Acre ", também conhecida como apenas como Chazinho do Capeta, é a uma instituição filosófica adoradora do grandioso todo-poderoso Satanás é a igreja de Tupã chefiada pelo Papa Chico e Inri Cristo.

Inri Cristo é o papa do Santo Daime no Brasil

Mestre Irineu[editar]

É obviamente que surgiu no Acre, originalmente praticada pelos índios da tribo Comiteuzoi que tomavam o chazinho do capeta na Floresta Amazônica. Em 1900 e guaraná com rolha Raimundo Irineu Serra conhecido como Mestre Irineu era uma soldado do Acre demarcando as terras da inesxistente fronteira do Brasil. Ao encontrar uma tribo indígena Raimundo toma o chazinho do capeta e fica muito doidão. Em uma alucinação Raimundão escreve o Hinário do Mestre Irineu misturando ensinamentos de Buda, Maomé, Inri Cristo, Ogum, Oxóssi, Xango, Santa Claus e fundamentos Coptas .

Leia isso bem louco, se voce estiver sóbrio, nao entenderá nada

Grande líder da seita[editar]

É o líder responsável por dar início aos ritos sagrados nas aldeias brasileiras é o primeiro à acender o cachimbo da Paz , tomar uma golado do cházinho do capeta contendo a Erva Sagrada de Tupã

Os ritos sagrados[editar]

Um fiel daimista participando do sagrado sacramento que é a ministração do daime. Amém!

Os ritos sagrados são:

  • O ritual de iniciação de novos membros: consiste na mistura de ervas doidas Jagube (ssipodumeupai) e Chacrona até eles vomitarem todas as tripas e defecarem seus conteúdos intestinais.
  • O ritual da dança do chocalho: Consiste em tomar o chá em uma roda com tocadores de batuque e violão no centro todos dançando e tocando chocalhos.
  • O ritual do orégano: consiste em fumar orégano enquanto toca o chocalho e gira de um lado para o outro até amanhecer o dia.

Monastério da Ordem[editar]

Atualmente a do Santo Daime é o Templo Extra-Terreno do Ayahuasca e situa-se em alguma selva quase inatingível em um local sigiloso dos Andes, muito provavelmente próximo à Machu Pichu devido às fortes energia indígenas da área. Outra possibilidade é que o templo esteja localizado no Acre, mas há quem diga que esse estado seja apenas uma alucinação causada pelo chá.

A brisa do chá[editar]

O Santo Daime é uma manifestação religiosa surgida na região amazônica nas primeiras décadas do século XX. Consiste em uma doutrina espiritualista que tem como base o uso sacramental de uma bebida alucinógena, a ayahuasca, que dizem ser enteógena e natural, mesmo tendo que misturar uma planta e um cipó com bosta de cavalo e ter que ferver a porra toda por horas. A doutrina não possui proselitismo, sendo a prática espiritual essencialmente individual, sendo o autoconhecimento e internalização os meios de obter sabedoria. Porém, sempre consomem o ayahuasca em grupos, pois se o varão usar sozinho, fica loucão pra lá de Bagdá e sai por aí batalhando com o demônio e não tem ninguém pra o impedir.

Segundo seus adeptos, a doutrina do Santo Daime é uma missão espiritual, que encaminha os seus praticantes ao perdão e a regeneração do seu ser. Isto acontece porque o daimista, ao participar dos cultos e ingerir o Santo Daime inicia um processo de auto conhecimento, que visa corrigir os defeitos e melhorar-se sempre, aprimorando-se como ser humano.

Nos rituais sempre há uma forte presença musical. São sempre cantados hinos religiosos e são usados maracás, um instrumento indígena ancestral, na maioria dos locais de culto, além de violas, flautas, bongôs e atabaques.

Surgiu no estado brasileiro do Acre, no início do século XX, tendo como fundador o lavrador e descendente de escravos Raimundo Irineu Serra, que passou a ser chamado dentro da doutrina e por todos que o conheciam como Mestre Irineu. Após conhecer a bebida sacramental chamada de ayahuasca pelos nativos da região Amazônica, Irineu Serra teve uma visão de características marianas, em que um ser espiritual superior lhe entrega a missão do Santo Daime.

Ver também[editar]