Sargento Barbrady

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

LLLLL.gif

Elementar, meu caro descíclope!
Observando o conteúdo investigativo, percebe-se que este artigo se trata de um investigador, detetive ou enxerido.

Bush-besta.jpg "Que burro! Dá zero pra ele!"

Este artigo é sobre algo ou alguém burro ou completamente imbecil.

A Desciclopédia está se pouco lixando se a burrice dele(a) contaminar você.


Barbrady pronto para estragar salvar o dia.

Cquote1.png Não há nada para ser visto aqui! Cquote2.png
Barbrady sobre qualquer coisa
Cquote1.png Não há nada para ser visto aqui! Cquote2.png
Barbrady sobre esse artigo
Cquote1.png Não há nada para ser visto aqui! Cquote2.png
Barbrady sobre ser pego na cama

Sargento Barbrady é um policial muito burro e secundário de South Park.

Sobre ele[editar]

Barbrady é um policial que se acha um daqueles super-fodões de CSI que nem são tão fodões assim. Barbrady está em toda cena do crime, sempre falando "Não há nada para ser visto aqui", o que ajuda muito a resolver os crimes.

Quando era pequeno, era vestido como puta garota pelo pai e sentava no colo de todos os tios dele (ui!), que depois o espancavam enquanto o estupravam. Por isso virou policial.

Cquote1.png Mas essas coisas nem têm relação Cquote2.png
Você sobre o ultimo parágrafo

Barbrady é muito burro, ele é sempre chamado pela prefeita da cidade para resolver os crimes cometidos. Ele nunca consegue resolver, mas sempre ganha créditos e outras coisas no final da aventura.

Barbrady é tão burro que não sabe ler. Ele já tentou aprender, mas ninguém tinha paciência para ensinar a ele.

Todos que vêem Barbrady acham ele muito idiota por usar aqueles óculos escuros o tempo todo. "Ele é cego?" (talvez seja). "Então pra que ele usa aquilo?" (porra, eu já disse que ele talvez seja cego!)

Crimes "resolvidos"[editar]

O caso das vacas[editar]

Uma vaca de um rebanho foi morta e mutilada e estuprada por ser uma vaca. Barbrady tentou descobrir quem fez isso, e para isso ficou seguindo as vacas para lá e para cá (hummm). Pra variar, no final ele não descobriu quem era o cafetão criminoso.

O caso do fodedor de frangos[editar]

Nesse crime, Barbrady não fez nada, ele arranjou um pupilo obeso para fazer o trabalho dele, e o ensinou a dizer "Respeite minha autoridade"

O caso dos inúteis Tenorman[editar]

Dessa vez, ele foi traído pelo garotinho aí de cima. Tentou resolver o porque de os inúteis Tenorman entrarem numa fazenda e tentaram se livrar de um pônei que chupava o pinto do Cartman para masturbação. Se fudeu de novo e não descobriu nada.

O caso do papel higiênico[editar]

Algum criminoso muito malvado jogou papel higiênico na casa de uma hippie aí, o que acabou com a vida dela. Quem será a mente criminosa que fez isso? Com a ajuda de Josh Myers, um esquizofrênico muito feio, Barbrady conseguiu pegar o Butters, que não era o culpado. Mais uma prova da inteligência dele.