Satanico

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Puro osso.gif Satanico surgiu das trevas!!

Always lurking... Always in the darkness...

Satanico, o animalzinho de estimação da Dona Máxima, que combina bastante com sua dona, digassi di passagi.

Satanico é o simpático pássaro infernal de pano da Dona Máxima, que ela recebeu de presente de aniversário de seu melhor amigo, Lúcifer. Considerado o 73° demônio da Ars Goetia e com um espírito mesopotâmico em suas entranhas de pano, Satanico aprecia muito a gastronomia, e por isso assim como o Nóinho, trabalha como assistente de cozinha de sua dona, tendo como principal função dirigir palavras carinhosas para a empregada doméstica Jaqueline e suas criações culinárias.

História[editar]

Para sair do ócio, o próprio capeta decidiu costurar como hobby, criando assim algumas divertidas bonecas apenas para desopilar. Suas melhores criações foram Annabelle, Chucky e, é claro, Satanico, este que está em um outro patamar quando se trata de brinquedo de pano emaconhado. Para complementar sua criação e deixar ela com um pouco mais de vida, o capeta colocou dentro de Satanico um de seus melhores asseclas demoníacos, conhecido apenas como "К̸̡̲͇̖̰̘̪̞̠̏͛̾̍̅̍̀̓ͅС̴͇̣̍́̿͑И̵̛̭͙͈̳͇̠̇̆̌Р̵͇̋̋У̷̨̡̳̥͎̦̬͕̒̍͐", cuja principal habilidade é vomitar ácido preto mais eficiente que a soda cáustica, que ao invés de derreter apenas bosta, derrete também pessoas que são uma bosta.

Após derreter a alma de muita gente no limbo com sua habilidade especial, Satanico achou que o inferno estava pequeno demais para ele, e por isso ele pediu para seu criador mandá-lo para o plano terreno, assim ele poderia espalhar a semente do caos entre os humanos. Assim, no aniversário de Dona Máxima, uma de suas seguidoras mais fiéis, o capeta a presentou com Satanico, dando para ele passa livre para fazer o que quisesse.

Agora ao lado de Dona Máxima, alguém que consegue ser ainda mais divertida do que o próprio capeta, Satanico se sente bastante a vontade, especialmente quando executa os ensinamentos de sua nova mestra e elogia Jaqueline, a chamando de puta, vadia, vaca, mão de bosta, entre outras palavras carinhosas que fazem a baixa-estima dela descer ainda mais, e a deixa cada vez mais próxima de ficar puta de verdade e iniciar um tiroteio, mandando algumas almas para o capeta.