Sophie Turner

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
95922 Ana Lucia Fernandes 15 123 481lo.jpg Sophie Turner é uma ruiva!

E é esperta como uma raposa.

Clique aqui para conhecer outras deusas do fogo.

Loirastupidaaaa.jpg Hello, Honey! Este artigo é fashion!!

Este artigo é algo que eu e minhas amigas pink adoramos! Se você for nerd ou pobre, tipo, é melhor passar longe daqui, e se vier aqui pra arranjar confusão, nós vamos chamar a galerinha popular para humilhar você!

Sophie Turner
Sophieturnerjewels.jpg
Exibindo suas jóias compradas com o cachê milionário que ganhou em Game of Thrones.
Nascimento 21 de Fevereiro de 1996
Em algum lugar da Inglaterra
Ocupação Pseudoatriz metida a modelo
Sophie olhando para você.

Cquote1.png Você quis dizer: Boy George Cquote2.png
Google sobre Sophie Turner
Cquote1.png É a Lindsay Lohan? Cquote2.png
Carla Perez sobre Sophie Turner
Cquote1.png Adorei ela no Senhor dos anéis! Cquote2.png
Poser sobre Sophie Turner
Cquote1.png Ela é bem gostosa! Cquote2.png
Punheteiro pedófilo sobre Sophie Turner
Cquote1.png Como assim ela é loira? Cquote2.png
Você sobre Sophie Turner
Cquote1.png Dei um murro na buceta dela e a guria adorou. Cquote2.png
Jennifer Lawrence sobre Sophie Turner
Cquote1.png Só não rouba meu Kit Harington!!! Cquote2.png
Guria retardada que só vê Game of Thrones por causa dos galãs sobre Sophie Turner
Cquote1.png É a minha amante melhor amiga! Minha BFF! Eu amo ela!!! Cquote2.png
Maisie Williams sobre Sophie Turner
Cquote1.png Já comi. Cquote2.png
Aidan Gillen, Jack Gleeson, Peter Dinklage e Natalie Dormer sobre Sophie Turner


Sophie Turner é uma pseudoatriz britânica e loira burra que pintou o cabelo de ruivo para fazer sua única personagem mais conhecida, a guria retardada Sansa Stark em Game of Thrones.

Infância[editar]

Nascida na Inglaterra, descende de uma família super metida, talvez a família mais metida desse século, tanto que aos 3 anos a botaram num clubinho de teatro lá do vilarejo onde viviam, num tal de Chesterton, uma localidade fictícia que só os ingleses sabem onde fica.

Seguindo o costume inglês, despacharam a filha para um internato só para garotas, quando tinha 11 anos, mas nem mesmo assim, lá desterrada no Acre, deixou de alimentar sua ambição de ser atriz e de virar objeto de fantasia dos punheteiros inveterados desse mundo fora. Essa mentalidade foi também fruto da educação que seus pais lhe deram: ela foi educada para ser mais uma subcelebridade que se sente o máximo por aparecer na mídia, e a guria só continuou fazendo teatro porque acreditava que esse seria o pontapé para ganhar reconhecimento.

Ainda que menor de idade, Sophie já era esperta que nem uma raposa mas era loira: sempre utilizava de sua sensualidade para conseguir o que queria, vestindo-se sempre com roupas curtas para atuar nas peças em que participava e sempre era considerada a melhor atriz pelos seus professores tipicamente tarados.

Carreira[editar]

Mostrando todo seu talento como atriz.
Plagiando sua nova tesão ídola, Jennifer Lawrence.

Até 2011, ninguém sabia quem era Sophie Turner, nem mesmo os ingleses, pois só teve seu papel de estreia no mundo da fama nesse ano, quando passou o teste para fazer o papel de uma inútil na série Game of Thrones: como na época ainda era menor de idade, não podia precisou fazer o teste do sofá e passou direto na seleção, pois os diretores e produtores sabiam que ela se iria tornar numa futura gostosa e alvo de adoração da comunidade punheteira mundial. Conseguiu, então, o papel de Sonsa Stark, uma guria retardada ruiva e ingênua, que queria ser rainha e dar a todo o custo para Joffrey Baratheon, até descobrir que ele era um filho da puta, a partir daí começou chorando a série inteira, porque foi jogada no lixo, na sarjeta e até colocada na reciclagem.

Sophie se exibindo com seu mais novo modelito.

Para seu papel inútil, teve de tingir o cabelo de ruivo (pois é loira burra), fazendo com que 90% de seus fãs posers acreditassem que ela é uma ruiva natural, que nem Rose Leslie. Em 2017, continua trabalhando em Game of Thrones e sua personagem só está viva até agora porque Sophie já é maior de idade e está esbanjando boquete beleza.

Em 2013, algum diretor cinematográfico que se queria promover resolveu botá-la como protagonista de seu filme de terror, Meu Outro Eu, para que os fãs punheteiros alienados de Sophie fossem ver essa bosta na esperança de que ela surgisse nua no grande ecrã: interpreta Fay Delussey, uma guria retardada aspirante a atriz que sofre de bipolaridade, e tem alucinações porque toma LSD enquanto transa com Gregg Sulkin. Ainda lhe faltava 1 ano para atingir a maioridade e já estava filmando cena de sexo no cinema.

Em 2015, torna-se numa "atriz de Hollywood" quando faz dupla com outra guria retardada atriz adolescente, Hailee Steinfeld, no filme brega estadunidense, supostamente cômico: Escola de Espiões. Nesse filme, as duas pitas são treinadas como assassinas profissionais por Samuel L. Jackson e é-lhes dada a missão de capturar Jessica Alba para se tornar a escrava sexual de Jackson por ser traficante de drogas. O filme foi tão bosta que foi direto para DVD.

Em 2016, é escalada para a personagem de Jean Grey em X-Men: Apocalipse, na 9873093ª adaptação cinematográfica do comic X-Men, mas desta vez a franquia passa-se quando os personagens são adolescentes: é aqui que os idiotas que não vêem Game of Thrones descobrem a existência de Sophie Turner. No papel de Jean, Sophie dá para Ciclope e Professor X, e só não dá para o Wolverine porque ele não entra no filme. Apesar disso, o único detalhe que Sophie fala acerca das gravações é do quanto acha Jennifer Lawrence mara, e esta loira peituda lhe deu acidentalmente um soco na buceta que ela adorou achou hilariante.

Filmografia[editar]

No seu papel de Sonsa Stark, possivelmente chorando porque foi maltratada por outro personagem.

Séries[editar]

  • 2011 - presente: Game of Thrones - Seu único grande papel, Sansa Stark: uma guria retardada que passou por muito sofrimento para subir na vida. Tá, ela já nasceu rica, mas sofreu muito, esteve à beira de ser rainha de Westeros, e perdeu tudo, sendo bode expiatório de quase todas as personagens dessa porra que cagam na cara dela, enquanto ela chora e berra durante 80% dos episódios.

Vida pessoal[editar]

Pousando com seu poster de Justin Bieber; sEuHh HhoOmIiHh dIhH XxUuNnhUuH.
Sophie Turner não aguentou a proximidade com Ryan Gosling.

Sophie fez quebrar o tesão de seus fãs punheteiros ao revelar, em várias entrevistas para revistas sensacionalistas, seu horrível gosto musical: "Eu amo o Justin Bieber desde o dia em que ele se tornou famoso. Minha música favorita dele é "Love Me". Continuou causando desgosto ao afirmar convictamente "Sou uma belieber", e, numa clara demonstração de ser uma guria retardada, nunca parou de falar do quanto quer dar ama Bieber, que é o maior galã para ela, seu cara de sonho, e o que ela queria mesmo era que tivesse sido ele a interpretar Joffrey Baratheon em Game of Thrones.

Outro galã de Hollywood que lhe enche as medidas e para quem ela tem uma vontade tremenda de dar é Ryan Gosling: durante uma entrega de prêmios brega, talvez o Framboesa de Ouro, Sophie não se conteve ao se aperceber da proximidade de que estava do astro, e começou a hiperventilar e a ter o maior ataque de histeria em plena cerimônia.

Em 2014, teve pegada com o inglês, James McVey, guitarrista da banda poser The Vamps, inspirada em McFly: claro que essa porra não podia ser indie, pois nenhum indieota estaria pegado com uma guria que assume publicamente que ama Justin Bieber. Já bancando tradição de atrizes que pegam seus "pares românticos filmícos" na vida real, também esteve pegada, em 2015, com o estadunidense Tye Sheridan, o Ciclope de X-Men: Apocalipse.

Sua relação lésbica com Maisie Williams[editar]

É preciso mais prova?
Flagradas antes de uma sessão de sexo lésbico.

Apesar de todo esse retardamento face a Justina Biba e seus supostos relacionamentos com garotos, existe a teoria talvez não tão teoria assim que Sophie Turner na verdade é lésbica e mantém namoro com sua grande amiga, e também atriz em Game of Thrones, Maisie Williams, desde as primeiras gravações da série, onde interpretam irmãs.

Elas ainda nunca confirmaram as suspeitas do público, mas sua proximidade é denunciadora do que se passa entre elas na sua vida privada. Talvez não tão privada assim, já que elas já nem no tapete vermelho se controlam, sempre se acariciando e apalpando mutuamente de um modo MUITO pouco heterossexual. Elas se dizem melhores amigas, miguxas, BFF, "almas gêmeas" mesmo: e, como todas as gurias retardadas, partilham exaustivamente nas redes sociais (como Twitter, Instagram...) suas fotos privadas, mostrando muita cumplicidade. O público punheteiro vive fantasiando que esse relacionamento seja verdade e espera, ansiosamente, o dia em que um vídeo caseiro delas caía no seu site favorito. Para as pita, essa "relação de amizade" é um sonho e elas são a maior gracinha: sendo a Sophie uma patricinha fofuxa e Maisie a hipster com atitude da excluída da turma, sendo opostos que se atraem.

Em 2016, e para comprovar que não são sapatonas, Maisie e Sophie foram fazer tatuagens iguais, da data em que descobriram que tinham sido escaladas para Game of Thrones. Aquela bosta brega mal se via de tão minúscula que era, e enquanto Maisie tatuou a preto, a mamãe de Sophie não deixou e a guria teve de tatuar a "pêssego" (designação patty para bege, a cor menos patty de todas).

Outras ruivas de Game of Thrones[editar]