Stephanie McMahon

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
1133064800.jpg Este artigo trata de uma mulher malvada.

Ela é a vilã, má pra cacete, mesmo assim você a adora, porém nunca
conseguirá algo com ela.


Stephanie McMahon
Imagem de Stephanie McMahon
Informações
Ring name(s) Stephanie McMahon Princesinha do Papai
Altura1,73 cm
Peso55kg, 10 em cada mama
Nascimento24 de setembro de 1976
Hartford, Connecticut
ResidênciaGreenwich, Connecticut
Treinado porTriple H (sexualmente)
Estreia1999

Cquote1.svg Você quis dizer: Patrícia Abravanel Gringa? Cquote2.svg
Google sobre Stephanie McMahon

Stephanie Marie McMahon-Abravanel Levesque (24 de setembro de 1976, Hartford, Connecticut) é uma piranha, filhinha de papai e carrasca da WWE que na verdade não vale um peido, além de atualmente ser a principal chefona da divisão das putas. Além disso tudo, de vez em nunca ela coloca seu macacão de laicra, aposentado desde que praticava luta greco-romana na escola, e vai tesourar tretar com outras divas.

Biografia[editar]

Stephanie é filha de Silvio Santos e Íris Abravanel Vince McMahon e Linda McMahon (que de linda não tem nada), além de ser casada com o esmagador de crânios Triple H. Desde pirralha, Stephanie sempre quis fazer parte da WWE, até que em seu aniversário de 17 anos, seu papai Vince lhe deu de presente uma estréia no Smackdown e uma Ferrari. Stephanie sempre foi uma filhinha de papai, tudo que ela quisesse era só bater o pé que Tio Vince rápidinho ia correndo lhe agradar, isso até nos dias atuais, mesmo ela já estando com quase 50 anos (como acha que ela conseguiu tomar conta da divisão feminina?)

Carreira[editar]

Stephanie na época em que pegava meninas da Atitude Era.

Stephanie estreou em 1999, em uma armação na qual ela teria que se casar com Undertaker, que na época era um verdadeiro stalker e vivia a perseguindo para ter uma noite de núpcias com a mesma. Em uma dessas ocasiões, quando Undertaker foi estuprar Stephanie, acabou levando uma porrada de Stone Cold Steve Austin, que acabou lhe aplicando um stunner que lhe deixou em coma por vários meses. Porém, como ele já era imorrivel desde aquela época, acabou voltando assim como Jeremias, porém já com total desinteresse em Stephanie que já estava sendo comida por outros na empresa.

Logo após isso, ela passou a namorar Test (armação também), o que deixou seu maninho mais velho, Shane McMahon, morrendo de ciúmes e querendo tretar com Test. Eles até tiveram uma luta com Shane sendo derrotado e consequentemente sendo obrigado a tolerar Test comendo sua irmã. Stephanie e Test então passaram a fazer uma parceria e juntos desciam o cacete e em todo mundo. Até que no tão aguardado dia do casamento, Triple H interrompeu a cerimônia dizendo que drogou, estuprou e em seguida se casou com Stephanie. Steph de início detestava Triple H, porém com o passar do tempo passou a nutrir um amor muito grande por sua marreta, assim se tornando heel.

Era McMahon-Helmsley[editar]

Em 2000, quando Vince McMahon teve um AVC por decorrência dos croques que ele levou do Triple H no Armaggedon 1999, o mandachuva da WWE teve que ficar afastado e assim Stephanie e Triple H acabaram tomando conta da porra toda naquela bagaça, dominando toda a parada. Claro que como donos eles não iriam deixar de favorecer a si mesmos, e assim Triple H se tornou Campeão da WWE e Stephanie Campeã das Minas. O cinturão de lutadora mais pica da empresa foi conseguido com muito esforço, após Stephanie espernear no chão que queria um título durante horas. Foi assim que ela racionalmente convenceu os roteiristas a escreverem um script no qual ela derrotasse a macho negona Jacqueline. Logo após, Stephanie fez as pazes com seu papai após ele ajudar Triple H a derrotar The Rock na Wrestlemania, Stephanie perdeu seu título para a macho rockeira Lita pouco tempo depois.

Corneando Triple H[editar]

Logo após a passagem de Era da WWE, muitos lutadores iam falicenu e outros iam surgindo, e um desses era Chris Jericho, que logo no inicio de carreira bateu Stone Cold e The Rock na mesma noite para conseguir dois cinturões, e claro, como Stephanie era uma interesseira, foi dar para Jericho enquanto Triple H estava com o joelho fodido. A partir de então, Stephanie passou a puxar o saco de Jericho (literalmente) e lhe acompanhar em todas as lutas. Como estava entrando em decadência, a WWE teve que criar uma historinha em cima disso, o bom e velho triângulo amoroso onde dois caras disputam a buceta de uma mina, até que resolveram decidir a disputa como nos velhos tempos, com uma luta, marcada para a Wrestlemania. O vencedor ganharia o direito de levar a fêmea pelos cabelos até sua casa, onde ela se tornaria uma esposa bela, recatada e do lar.

A luta foi bastante disputada com vários momentos marcantes como a mesa de comentaristas quebrando (se bem que isso acontece hoje em dia em toda santa luta, então já perdeu a graça faz tempo), o Pedigree que Triple H quase aplica em Stephanie, diversas interrupções da mesma (Na verdade não assisti essa luta e só sei disso porque joguei o WWE 2K14) e para a surpresa de todos, Triple H venceu. Essa luta ficou muito conhecida por popularizar a foto em que Triple H ergue dois títulos ao mesmo tempo e também por uma foto do peitinho da Stephanie enquanto Hunter tentava lhe aplicar o finisher.

Pouco depois disso, o casalzinho se reconciliou como se nada tivesse acontecido, algo nada anormal nas bem construídas e lógicas storylines da WWE. Stephanie resolveu aposentar seu macacão de wrestler e passar a cuidar mais dos bastidores da empresa, principalmente da parte que mais importa. Desde então, ela passou a não ter relevância.

The Authority[editar]

Stephanie recebendo um carinhoso abraço de Roman Reigns.

One eternity later, Stephanie reaparece ao lado de seu cafetão Tripôu Lêiti e mais alguns puxa-sacos, que fundam a The Authority, um grupo de executivos malignos que querem a todo custo foder a vida dos lutadores (principalmente John Cena e Roman Reigns, os queridinhos da WWE). O primeiro segmento de relevância deles foi fazer Sete Rolas trair o The Shield e se aliar a eles, assim fazendo dele seu mais novo pupilo protegidinho, que passou a ser imbatível graças ao cheat code da The Authority. O grupo contava com Kane, que deixou de ser aquele mascarado oreiudo fodão pra ser apenas um puxa saco todo engomadinho de terno e gravata, e também com Randy Orton, que era um outro protegidinho.

Com o passar do tempo, muitos foram deixando a The Authority. Orton acabou metendo o pé porque tinha coisa melhor pra fazer, Kane foi roubar um pouquinho e até mesmo Seth Rollins acabou metendo o pé e tretando com a Authority. Stephanie até tentou ter umas rivalidades aqui e ali com as Bella Twins, porém foi algo totalmente frustrante, nem vale a pena comentar aqui. Durante seus últimos momentos de existência, a trupe estava em feud com Roman Reigns, o sonho molhado do Tio Vince, que encontrou nele um novo John Cena pra ganhar todas as lutas magicamente mesmo apanhando que nem puta.

Chefia das Putas Mulheradas[editar]

Com uma patroa dessa, todo mundo ia querer teste do sofá.

Depois que a WWE finalmente percebeu que seu elenco feminino prestava pra alguma coisa além de servir pra punheta e fazer boquete no patrão, os produtores resolveram investir pesado na divisão das lutadoras, abandonando o termo "Diva" (acredito que por ser um estereótipo machisto). A partir daí, as lutadoras passaram a ser tratadas como os lutadores, só que sendo mulheres (ava, não me diga). As lutas, que antes se resumiam a uma briga de calcinha com uma tentando deixar a outra pelada para delírio dos adolescentes assistindo, e que no máximo contavam com uma chave de buceta como golpe mais perigoso, se transformaram em brigas de verdade mesmo, pra Carlos Massaranduba nenhum botar defeito. Tinha lutas em jaulas, com mesas, cadeiras e o caralho a quatro. Stephanie então foi chamada para tomar conta da galinhada, tanto no Raw quanto no Smackdown. Só não podemos dizer se ela tem ou não competência para tal cargo.