Talula Pascoli

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bandeira do Estado de São Paulo.svg.jpg Salve, mano! Este artigo é paulista: não gosta de gaúcho nem de carioca e se acha um puta trabalhador, né, meu! E não tá completo, pois o vacilão foi tomar um chôps e dois pastel, meu!
Nome feio dos infernos
N talula.jpg
Molhadinha
Nascimento 28 de julho de 1981
Santo Amaro, São Paulo
Nacionalidade Bandeira do Brasil Brasil
Ocupação Ex-BBB
Altura 1,77
Olhos Azuis
Cabelo Morenos

Talula Pascoli é mais uma das incontáveis gostosas que já embelezaram aquela porcaria alienadora de mentes chamada Big Brother Brasil. Apesar do nome horroroso, de feia ela não tem nada...( ͡° ͜ʖ ͡°) Perdeu a chance de estender seus quinze minutos de fama após recusar sair peladona na capa da Playboy, e acabou caindo no esquecimento. Sorte dela que existe a Desciclopédia para relembrar o povo de sua existência.

Sobre essa coisa[editar]

Só o que você quer saber de Talula Pascoli, seu pervertido!!

Ainda grávida, a mãe de Talula tentou abortá-la, motivo pelo qual ela nasceu pesando menos de dois quilos. Como não obteve sucesso no aborto, sua mãe então decidiu castigar a filha colocando nela esse nome horrível, que a fez sofrer muito bullying na escola até sua adolescência, quando enfim começou a ficar gostosa e passou a ser gozada de outras maneiras por seus colegas.

Começou a trabalhar como modelo aos treze anos de idade, tirando proveito de sua beleza e sua altura. Teve um início de carreira difícil e pensou diversas vezes em desistir, mas logo mudou de ideia e recorreu ao book rosa para impulsionar os lucros. Graças a isso, tornou-se lanchinho de vários empresários consagrados e atuou em comerciais para marcas famosas como o desodorante Axe e a cerveja Brahma, sendo que nesta última contracenou ao lado do cantor pinguço Zeca Pagodinho e chamou atenção do cefetão global Boninho, que logo a procurou para enfiá-la no Big Brother Brasil 11.

No BBB, ganhou fama de vilã e comprou briga com fãs alienados de subcelebridades decadentes ao revelar sem querer querendo que participou de uma orgia em um cruzeiro de luxo com Zezé Di Camargo e Luciano e que já foi dublê de corpo da Ivete Sangalo em comerciais nos quais a cantora deveria aparecer com pouca roupa. Também no programa, fez amizade com a vencedora Maria Melillo após descobrir a maracutaia da Globo que a faria campeã, o que garantiria algum possível prêmio de consolação cedido pela nova miguxa.

Com o término do reality show, Talula recebeu o já tradicional convite para posar nua, mas recusou usando seu filho como desculpa. Aliás, ela também usou o filho como tentativa de sensibilizar os telespectadores, fazendo sempre questão de ressaltar que era mãe solteira e nunca recebeu qualquer tipo de ajuda financeira ou emocional do meliante que a emprenhou. Mas e o Quico?

Descansando após um árduo teste do sofá com o Negão da picona.

Para consolar os punheteiros que esperavam ansiosamente por sua nudez a fim de dar uma descascada nervosa na banana, pelo menos Talula aceitou sair na capa da Vip. Também chegou a ser cotada para ser a garota-propaganda da cerveja Itaipava, mas como seu contrato com a rival Brahma continuava vigente, ela perdeu a oportunidade e foi substituída pela não menos gostosa Aline Riscado.

Atualmente[editar]

Talula hoje é formada em educação física pela UNISA, mas nunca precisou exercer qualquer profissão ligada à área porque continua tirando muita folhinha verde com o book rosa, digo, com os trabalhos de modelo. Tentou ainda virar atriz e comediante participando de Aventuras do Didi, um daqueles humorísticos sem graça estrelados por Renato Aragão que servem apenas para encher linguiça na grade de programação da Globo.

Suas últimas informações noticiadas pela imprensa da fofoca revelam que Talula tentou com sucesso aplicar o golpe do baú em um empresário milionário, emprenhando do sujeito e obrigando o mesmo a casar-se com ela em uma cerimônia na praia. Dizem que a família se mudou para a África do Sul a fim de fugir dos holofotes brasileiros, como se alguém ainda tivesse algum interesse em saber de suas vidas medíocres.