Tautologia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Exemplo: Você nasceu de uma prostituta. Você é uma criança que foi parida por ela. Você é um filha da puta


Tautologia é uma reafirmação desnecessária de uma determinada conclusão. É o que acontece em lógica e em português quando se afirma o óbvio o tempo todo e sempre dá num resultado verdadeiro. Tipo:

Você dá o cu (A) Você chupa pinto (B) Você lambe bolas (C) (Você é gay)
V V V V V V V V
V V F V F F F V
V F V F V V V V
V F F F V V V V
F V V F V V V V
F V F F V F V V
F F V F V V V V
F F F F V V V V

No fim de tudo sempre dá o óbvio, mais óbvio que as falas do Leandro Karnal ou do Capitão Óbvio. O jeito mais fácil de aprender tautologia é lembrar de algo que é sempre verdade, como por exemplo: TV aberta tortura o intelecto, todo mundo que você conhece vai morrer, o pau de Pabllo Vittar é maior do que todos os da população asiática juntos, esse tipo de besteira.

Diferenças de tautologia pra pleonasmo[editar]

  • Tautologia: Se uma nuvem está branca, significa que ela está alva.
  • Pleonasmo: Toda nuvem branca é alva.

Ou seja, é praticamente a merma merda, só que usando um nome bunitinho do grego pra parecer coisa de intelectual.


Ver também[editar]

Este artigo é um esboço e só fala merda!!
Você pode ajudar a Desciclopédia se limpar toda a merda dele.