The Clash

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Palcovazio.jpg The Clash já acabou!

E tem idiota fã que acredita que eles voltarão...

Clique aqui pra ver os grupos que non eczisten mais.

Passarinho.jpg Este artigo é sobre um(a) artista, grupo musical ou uma banda.

Certamente, seus fãs idiotas alienados o odiarão!

Punkaosairdeshopping.jpg Este ser curte Panque Roque.

E deve praticar cheiramento de gatinhos ouvindo Dead Boys,
assim como todos os revoltados listados aqui.

Dê Cleshi
Clash.jpg
Os mininu lindu!
Origem Esgoto inglês
País Inglaterra
Período 1976-1982 já foi tarde
Gênero(s) Punk Rock (com algumas latinhas de Skol)
Gravadora(s) Qualquer uma que não fosse do sistema
Integrante(s) Joe Strummer, Mick Jones, Paul Simonon, Topper Headon e outros mais de oito milhões
Ex-integrante(s) Muitos pra listar
Site oficial Como?

Cquote1.png Should i stay or should i go now? Cquote2.png
The Clash sobre movimento punk
Cquote1.png Should i stay or should i go now? Cquote2.png
que percebeu que o The Clash se foi sobre seguir na linha de fãs do The Clash, ou não
Cquote1.png Should i stay or should i go now? Cquote2.png
Você sobre esse artigo que só nas citações já é repetitivo
Cquote1.png Lembro deles de quando eles eram chamados The Smash. Ou seria the Beach Boys..? Cquote2.png
Oscar Wilde sobre The Clash
Cquote1.png WTF é uma casbah? Cquote2.png
Qualquer um sobre primeira pergunta que faria ao ver um integrante do The Clash

The Clash (também conhecida como The Crash de 82 adiante) foi uma banda punk formada em 1976 que consiste inteiramente de vagabundos. Ao longo dos anos que a banda estava junta, passou por muitas mudanças nos membros. Muitos afirmam que os versos Should i stay or should i go? If i go there'll be trouble, and if I stay it will be double motivavam todos a deixar o grupo, visto que ter problemas com quem é punk geralmente dá merda, até porque atrai um ser humano chamado Dado Dolabella, que vem com machados e armas desesperado para quebrar a mesa de sua sala de estar.

O The Clash também é conhecido por ter inventado a música orquestral, uma anomalia interessante, pois eles nunca realmente tocaram alguma coisa que tenha relação com isso, a não ser punheta, em que Joe Estrume Strummer dava todas as coordenadas e orquestrava os integrantes para eles fazerem a sessão de masturbação perfeita uns nos outros.

Eles tem esse nome porque costumavam correr em confrontos entre gangues mas depois sairem correndo é das gangues rivais!. A banda teve só um membro realmente permanente ao longo do tempo, e esse foi Joe Strummer, que saiu da banda oficialmente em 2002, visto que ele morreu. Nada que seja uma afronta, ele está esperando os outros ex-integrantes morrerem pra reunir todo mundo e tentar fazer com que Deus goste da música punk, para finalmente fazer do punk que o punk sempre quis: ser igual ao emocore ao Heavy Metal em popularidade e em viadagem também.

Membros da banda[editar]

Sim, todos eles não são só ex-BBB's, mas também ex-integrantes do The Clash

Não se sabe quem já esteve no The Clash ao certo, bom, na verdade apenas Strummer era componente fixo da banda(ou não). Uma pesquisa recente com a população do Reino Unido feita pela revista Rolling Stone constatou que cerca de 60% dos ingleses havia tocado/cantado pela banda. Existem ainda rumores de que um jovem chamado Paul McCartney conheceu um guri ainda mais jovem chamado Ringo Starr, enquanto ambos estavam tocando pelo Clash em em um boteco. Mais tarde se descrobriu que ambos tocaram em uma banda desconhecida anteriormente a este fato, chamada The Beatles.

Phil Collins foi o primeiro baterista, quando a banda ainda costumava ser chamada de The Cheaps (Os Baratos, uma homenagem às prostitutas punks, que custavam menos e agradavam mais, ainda mais porque não alimentavam o sistema), e Caçulinha era o tecladista, mas, em se tratando do The Clash, uma semana depois já estava tudo trocado. No entanto, é acordado por todos, incluindo tua mãe, que Joe Strummer é de fato seu pai(sorte a sua hein?). Independentemente deste fato, você será espancado na escola e você se tornará um alcoólatra mais tarde na vida. Ou será demitido sem dó amanhã de manhã.

Danos[editar]

Ao longo dos anos, o The Clash foi suspeito de ter destruído nada menos que 70% de todos os hotéis na Inglaterra e ter feito um começo considerável nos EUA. Durante a última turnê de 2001, o grupo participou de uma festa barulhenta no famoso marco World Trade Center, que acabou sendo totalmente destruído quando o guitarrista da banda fez um solo tão alto que distraiu os controladores de vôo americanos, e, fez com que dois aviões colidissem com o marco. Obviamente, quando isso aconteceu, surgiram imediatas ameaças à banda, inclusive de alguns que diziam que a banda sabia que isso iria acontecer, ainda mais devido ao nome, The Clash. Mas com isso a banda conseguiu alavancar sua decadente popularidade no punk, pois derrubou o sistema, literalmente.

Cquote1.png O The Clash destruiu a minha casa, meu carro, meu jardim e meu relacionamento com minha mulher, tudo em uma noite. Mas no geral até que foram bons tempos... Cquote2.png
Oscar Wilde sobre perder seu barraco na Rocinha, sua Chevette 77, seu terreno abandonado que virou matagal e seu relacionamento com uma velha amiga.

Formação (ao menos a final...)[editar]

Joe Strummer[editar]

A coisa mais útil que Strummer fez em sua carreira: dar nome à uma estação de Metrô
Logotipo do novo negócio de Topper Headon

Joe Strummer nasceu como John Grahan Mellor em Ankara, pequena cidade turca que deu boas-vindas à esse seu filho da terra em 21 de agosto de 1952. Morreu em 22 de dezembro de 2002. Era o vocalista, pianista, morotista, mecânico e mais de oito mil de outras funções. Sua mãe era uma enfermeira e sempre brincava de médico com ele.. Seu pai, Ronald Mellor, era um diplomata de serviço ilícito, e que nasceu na Índia. Seu pai tinha um avô materno armênio e uma avó judia alemã paterna. Oras, tinha tudo para ser punk, pois ficar falando de Genocídio Armeno(coisa que o System of a Down ainda não fez em seus discos, mas, quando a falta de criatividade bater e falta pouco, farão), e sobre a história da Alemanha dão bons caldos bom, a segunda mais para emos, mas...ao menos Tokio Hotel não fez isso(ainda).

Mick Jones[editar]

Mick Jones, ou Michael Geoffrey Jones (26 de Junho de 1955, Brixton), foi o guitarrista de mentirinha do Clash. Ficou famoso por sua atuação numa banda de glam rock (gay rock, para os mais íntimos), e, por isso foi levao à uma banda punk como o Clash. Foi expulso da banda após aparecer com alguns enfeites mais rosas, o que o fez desconfiar que um fato que acontecera mais tarde não fosse engano de Mick. Hoje está no Gorillaz mais como figurante, e, numa tentativa do mesmo de parecer uma banda de punk rock.

Paul Simonon e Topper Headon[editar]

Paul Simonon era o baixista da banda. Realmente não há muito a se destacar sobre ele(talvez porque ele seja baixista, né...). Nasceu em 1955 em Londres e...só. Topper Headon nasceu em 30 de maio de 1955, era o paneleiro baterista da banda e hoje vive consagrado como o dono de uma marca de roupas esportivas um dos maiores bateristas da história do punk rock. Na opinião de Joe Strummer...

Onde eles estão agora?[editar]

Há rumores de que Joe Strummer esteja no Inferno morreu por razões legais (para evitar ser preso por não pagar a pensão, decidiu se matar e fazer com que o dinheiro do seguro de vida, mais precisamente R$16,00, fosse usado para pagar a pensão de suas esposas e alguns maridos também). Chopper Headoff trabalha no ramo de supermercados, é organizador de carrinhos de supermercado no Extra das 5 da manhã até as 7 da noite. Paul Simonon e Mick Jones ainda podem ser visto pelas ruas como mendigos. Os outros, ou viraram evangélicos e trabalham na IURD, ou morreram, ou então se travestiram.

Estilo das músicas[editar]

Quero ver alguma alienada chamá-los de sexy.

Quando as músicas não falam sobre sexo, ou sobre filhos da puta, geralmente falam sobre filhos da puta fazendo sexo coisas absurdas, como:

Outros Punks[editar]