Tubarão (filme)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Montfortpoulpe.jpeg Este artigo é aquático!

E é especialista em natação. Se você vandalizar, ele te joga uma tsunami, então cuidado com os tubarões e não leia sem usar uma máscara de oxigênio.

Cquote1.png Você quis dizer: Laranja Mecânica? Cquote2.png
Google sobre Tubarão.
Cquote1.png Você quis dizer: Lawrence da Arábia? Cquote2.png
Google sobre Tubarão.

Tubarão, uma tradução de merda de Jaws é um filme das antigas que conta a história em torno, obviamente, do tubarão que surgiu de sua maneira hollywoodiana ou seja, do nada, que vaga até a "Ilha Amigável" no Acre, para fazer um que um tubarão de filmes tem de fazer.

Resumo.[editar]

Num dia, ou melhor, numa noite, hippies amigáveis (dando origem ao nome da ilha), tão tudo chapado em uma praia e escutando músicas alternativas para variar, quando uma mina decidiu da um mergulho no mar, o namoradinho dela não decide entrar junto, por precaução e acaba dormindo, como esperado a mina se fode e pelo tubarão e é sugada pelo fundo do mar para terminar o serviço.

Brody ao observar um moleque sendo dilacerado por um tubarão de isopor.

Na manhã seguinte o xerife Brody, que é explicado abaixo, vai no local da carnificina e encontra uma garota putrefada na beira do mar. O que na intuição já denunciou o caso como ataque de tubarão, e pede para fecharem a praia. Mas o prefeito da ilha, que na verdade é um belo de um capitalista não aceita porque era férias de julho e que enchia o bolso dele de grana. Então o povo só de boas na praia curtindo o solarão, só uns gritos que viam da praia ressoavam na cuca do herói xerife que ele se pulava todo para saber do que se tratava mas sempre não era nada, daí ele se vira e de repente um moleque começa a jorrar sangue por todos os seus orifícios! Nada pior do que o tinhoso voltar para a sua vida no caso, o xerife.

Todos os figurantes banhistas no mar saíram por suas crianças e correram para fora do mar, mas alguém estava faltando. Provavelmente a cena mais triste desse filme é sua mãe (não a sua) chama pelo seu filho as pressas, mas marmanjos já sabem o que aconteceu. Logo todos os pescadores vagam mar a dentro para caçar o maldito até que em uma das expedições eles caçaram um tubarão, aí na hora da autópsia um biólogo marinho abre o tubarão viram que dentro do bichano só tinha placas de carro e sua avó, ou seja, não era o tubarão que estavam procurando. E pedem novamente para o prefeito interditar a praia, mas não funfou. O que aconteceu outra carnificina no dia seguinte assustando todos os turistas e habitantes. Desesperado, o falido do prefeito dá uma recompensa pra quem pegar o maldito. Um pescador psicopata se oferece em troca de 10.000 mangos. E então ele, o xerife, e o biólogo partem em busca do desgraçado mar a dentro para ficarem ricos e famosos.

Spoiler5.JPG ATENÇÃO! O texto abaixo pode conter (ou não) um ou mais SPOILERS!

Ou seja, além de deixar o artigo com mais pressão aerodinâmica nas retas e mais estável nas curvas de alta, ele pode revelar, por exemplo, que Mireille é filha da Mistral, ou que o Jaqueta Amarela é um Skrull.

Spoiler3.jpg

Hora da caçada![editar]

Quint tomando uma branquinha. Agora pode vim, peixinho.

A ideia é simplesmente atrair o bichano jogando carne Friboi no mar, assim podendo dar um headshot de arpão e acabar logo com a história. No entanto, Brody ficou encarregado de jogar toda a carniça no mar. Mas ele fica de frescura que a isca tá uma merda de fedor, quando menos espera a marionete gigante aparece em sua frente, soltando a clássica frase : "You're gonna need a bigger boat.", quando percebem o real tamanho do peixe.

Hooper mostrando o dia que o John Cena acariciou sua perna.

O necessário então era deixar o bodybuilder o mais tempo possível na superfície, para isso eles tinham que acertar arpões atados com barris que boiam (Não me diga...). Então muita treta acontece e conseguem acertar uma na carroceria do bichano, eles o perseguem com a música John Williana, mas como esse bichano é o JAWS, ele consegue submergir sem problemas. Então pra não cair na depressão ao anoitecer eles caem na bebedeira, mostrando seus ferimentos de guerras intergaláticas.O eu lírico ficou com pena do xerife porque ele nunca sequer ralou um braço na infância. Quando o clima fica sombrio e frio quando Quint conta sua história em que ele era tripulante de um navio americano quando foi torpedado por submarinos japoneses. Uma caralhada de gente foi pro mar. Dos 1100 negos que estavam esperando um navio os regatar, 316 conseguiram. Os outros viraram janta de tubarões. Se esse filme tivesse sido lançado no século 21, provavelmente esta cena teria um flashback tosco e desnecessário.

Então começa a clássica cantoria " xôu mi de uêi tu gou rôme..." Quando vem o tubarão e manda eles calarem a boca destruindo o convés e causando discórdia e caos na tripulação. Amanhece e percebendo que nem três barris conseguiram dar conta do JAWS o plano então foi enfiar Hooper numa gaiola subaquática para que o mesmo o acertasse com um arpão venenoso, como se fosse 100% seguro. Mas peraí! Por que diabos não fizeram isso na primeira vez? Queriam testar a honra do tubarão?

Por mais que os efeitos especiais sejem ultrapassados, você se cagou nessa cena.

Enfim, levamos um jumpscare do tubarão atacando por trás e como esperado o plano não dá certo e o biólogo quase se fode, mas por algum motivo ele consegue escapar e se esconder.

É engraçado como o tubarão não cuspiu o tanque.

Brody e Quint já imaginam que Hooper virou rango, quando chega a vez do peixão acabar logo com o filme conseguindo devorar o pobre Quint e levá-lo para as profundezas. A besta tenta abocanhar nosso herói também, mas junto ao som John Williano o tubarão finalmente se fode. Logo, Hooper aparece do jeito hollywoodiano e juntos batem seus pezinhos na esperança de encontrar terra firme, o que é improvável.

Os orgulhosos do filme[editar]

  • Martin Brody: um esquizofrênico que, na sua infância, viu seus pais sendo comidos (nos dois sentidos) por um certo tubarão. Desde então ele jurou nunca mais entrar ou convidar ninguém para dar um mergulho. Ironicamente ele decidiu se tornar um "guarda de praia" devido sua compulsão de nunca mais ver alguém ser comido de novo por um tiburón, portanto essa era sua vida.
  • Matt Hooper: um biólogo que veio provavelmente da Austrália, queria ver de perto o tubarão que fez o estrago na ilha. No filme ele se caracteriza um imprestável que dá uma teorizada no tubarão e quase morre no final.
    Ele mesmo!


  • Quint: um pescador psicopata que teve o seu filho morto pelo tubarão (sim, o mesmo citado a cima), o que o deixa mais psicopata e vingativo e que deseja caçar e trucidar o tubaróne pelo seu filho (ou não).


v d e h
Dã Dã... Dã Dã...
Tubarãodizendooi.jpg


Vídeos[editar]

Hooper conhecido pela sua maturidade:

Quint tá nem aí