Tupinambás

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Um Tupinambá sem terra mas feliz da vida.

Cquote1.svg Na União Soviética, os Tupinambás mandam os Tupiniquins pra cucuia. Cquote2.svg
Reversal Russa sobre Tupinambás

Os Tupinambás foram os primeiros caiçaras anarquistas a acampar aqui por essas bandas do Brasil.

História[editar]

Quando chegaram os nativos no Brasil, cerca de 10 000 anos atrás, logo se viu que a melhor parte não era a Wikipédia floresta, mas sim a Desciclopédia o litoral. Muitas e muitas tribos chegaram e foram acampando, mas com a grande diversidade de línguas, surgiram conflitos entre as tribos.

Guerras sangrentas foram reduzindo a quantidade de tribos até que restaram apenas duas grandes tribos: os Tupinambás e os Tupiniquins. Começou então uma grande guerra pela supremacia do poder. De um lado, os Tupinambás eram uma sociedade anarquista gerenciada por uma equipe bem diversificada. Do outro lado, os Tupiniquins eram nazistas governados por índios emos. Foram batalhas terríveis com vitórias e perdas para ambos os lados. O que virou o jogo para o lado dos Tupinambás foi a excelente qualidade da erva que tinha muito mais THC do que a dos Tupiniquins, que derrotados, foram obrigados a ficar com os piores lugares da praia.

Os Tupinambás então ficam alguns séculos de boa só curtindo e surfando nas ondas. Com a chegada dos portugueses, os Tupinambás em primeiro momento tentaram ser amigos, mas viram que isso não seria possível e começam a defender a terra dos invasores. Os portugueses em desvantagem se aliam aos Tupiniquins e os Tupinambás tomaram na tarraqueta.

Atualmente[editar]

Eles tomam na tarraqueta mas não se vendem ao sistema e continuaram anarquistas até o fim. Restou uma única aldeia liderada pelo cacique Babau onde existe uma escolinha que ensina os ensinamentos revolucionários a nova geração de índios.

Ver também[editar]

Alborghetti diz que admira mais a merda do que este esboço.
Aproveite que ele está procurando o pau dele e edite-o, senão você vai sentar no colo do capeta!