Turcomenistão

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Türkmenistan Jumhuriyäti (Turquia)
Unimportant Republic of Turkmenistan
Turcos emos ali Estão
Bandeira do Turcomenistão
Brasão de Armas do Turcomenistão
Bandeira Brasão
Lema: Saparmurat Niyazov, ele sabe o que você está fazendo
Hino nacional: Cansei disso

Localização de Turcos emos ali Estão

Capital Aşgabat
Cidade mais populosa Blargh
Religião oficial Islamismo
Governo Ditadura Meio-Militar
 - Ditador Saparmyrat Nyýazow
Heróis Nacionais Saparmyrat Nyýazow
Área  
 - Total É grande, mas muito inútil km² 
 - Água (%) 10
Analfabetismo Alto  
População Ninguém até hoje computou aquela região 
PIB per Capita 50 
IDH 11 
Moeda Pila
Fuso horário Quem vai saber um negócio desses
Clima é um pouquinho frio, mas faz um solzinho legal
Website governamental ??


Cquote1.png Você quis dizer: Turco menos pão Cquote2.png
Google sobre Turcomenistão
Cquote1.png Aqui só tem turcos, não há russos!! Cquote2.png
Habitante de Turcomenistão sobre Turcomenistão
Cquote1.png Aqui só tem russos, não há turcos!! Cquote2.png
Habitante de Turcomenistão sobre Turcomenistão

Turcomenistão, como o nome já diz a entender (na verdade esse nome só faz você entender menos ainda) é uma república de turcos comunistas.

História[editar]

Antiguidade[editar]

Sendo sincero... não é fácil escrever sobre o Turcomenistão, o que dirá escrever algo engraçado sobre um lugar que só tem grama e apenas alguns cavalos aqui e acolá. Na antiguidade aquelas terras foram dominadas pelos persas, macedônios, emos, nerds, góticos, floggers, metaleros, canibais e indignados.

Povo turcomano[editar]

No século XI a região foi popularizada por turcomenos (espécie de turcos falsificados que mantiveram relações sexuais com autóctones, uma tribo de mongóis que não possuíam mamilos). A filosofia da região foi facilmente relacionada a ideais comunitários comunistas sociais socialistas sendo o berço de pessoas como Lenin, Karl Marx e Trotsky, por isso poucos sabem mas o Turcomenistão é uma região de importante contribuição sociocultural para o humanidade como um todo.

Domínio estrangeiro[editar]

Entre os séculos XV e XVIII as tribos do sul são conquistadas pelos persas, e as tribos do nortes dominada pelos uzbeques. Mas como estamos falando do Turcomenistão este fato é inteiramente desinteressante e irrelevante.

República Socialista Soviética Turcomena[editar]

A história do país nunca passou de relação com coisas como Exército Vermelho invade a região, Exército Vermelho sai da região, bolcheviques invadem a região, bolcheviques saem da região, União Soviética invade a região, União Soviética sai da região... Nessa entra e sai o Turcomenistão foi fodido pelos soviéticos.

Independência[editar]

Típico turcomeno usando seu traje típico composto por um ninho na cabeça no ritual de casamento com sua égua.

Em 1990 a União Soviética entra em estado de hibernação e o Turcomenistão consegue a independência. Como Saparmyrat Nyýazow era a única pessoa naquele país que ficou sabendo do fim da URSS, ele se auto-declarou o presidente do país.

Fatos recentes[editar]

Atualmente há um povo lá com uma cultura que ninguém conhece e que fala uma língua intraduzível e que ninguém dá a mínima mesmo.

No Turcomenistão tem um buraco cheio de gás natural que começou a queimar quando alguém acendeu o próprio peido com um fósforo e queima até hoje, provando que até as flatulências são superpoderosas naquele lugar.

Subdivisões[editar]


Economia[editar]

A única fonte de renda do país, além do leite de cabra, é o gás natural produzido por engenhoso sistema de captação de flatulências feitas pelos turcomenos. O problema é que os principais compradores desse gás, como Ucrânia e Rússia vivem dando o calote e nunca pagam. O que o Turcomenistão pode fazer? Invadi-los?

Política[editar]

Governada pelo glorioso Saparmyrat Nyýazow desde sempre (mesmo após sua morte, governado por seu espírito), política é uma palavra que não existe no dicionário turcomeno, ou obedece o partido turco neo-socialista ou as portas de saída do país estão abertas.

Flag-map Turcomenistão.png Turcomenistão
HistóriaPolíticaSubdivisõesGeografia
EconomiaCulturaTurismo
Boratasiacentral.jpg
Ásia
v d e h

Países: Afeganistão | Arábia Saudita | Armênia | Azerbaijão | Bahrein | Bangladesh | Brunei | Butão | Camboja | Cazaquistão | China | Chipre | Coreia do Norte | Coreia do Sul | Egito | Emirados Árabes | Filipinas | Geórgia | Iêmen | Índia | Indonésia | Irã | Iraque | Israel | Japão | Jordânia | Kuwait | Laos | Líbano | Malásia | Maldivas | Mongólia | Myanmar | Nepal | Omã | Paquistão | Qatar | Quirguistão | Rússia | Singapura | Síria | Sri Lanka | Tadjiquistão | Tailândia | Timor-Leste | Turcomenistão | Turquia | Uzbequistão | Vietnã

Territórios: Abecásia | Caracalpaquistão | Caxemira | Chipre do Norte | Coreia | Curdistão | Estado Islâmico | Goa | Hong Kong | Ilhas Spratly | Macau | Manchúria | Ossétia do Sul | Palestina (Cisjordânia e Faixa de Gaza) | República de Artsakh | Taiwan | Território Britânico do Oceano Índico | Tibete