Ultimate Marvel vs. Capcom 3

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar

MVC3PhoenixBale.png

MVC3DoomLogotipo.png

Virtualgame.jpg Ultimate Marvel vs. Capcom 3 é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, algum Terror te humilha na faca.

IT'S MAHVEL TIME BABYYYYYY
UMVC3Capa.jpg

Hype e Hipertensão num só disco

Informações
Desenvolvedor Capcom
Publicador Marvel? Capcom
Ano 2011
Gênero Combos infinitos e muita porrada aérea
Plataformas Hoje em dia todo mundo joga no PC
Avaliação Combo Infinito do Doom/10
Idade para jogar Saúde é o que interessa, o resto não tem pressa!

Babel fish.gifTraduzindo: Derradeira Maravilha contra Computadores Cápsula 3
Babel Fish sobre Ultimate Marvel vs. Capcom 3
Cquote1.png Experimente também: Checar sua pressão em intervalos regulares Cquote2.png
Sugestão do Google para Ultimate Marvel vs. Capcom 3
Cquote1.svg SOR FUCK! SOR FUCK! SOR FUCK! SOR FUCK! SOR FUCK! Cquote2.svg
Morrigan lavando o chão com a sua cara
Cquote1.svg Now I'm motivated! Cquote2.svg
Vergil sobre ser completamente quebrado no jogo
Cquote1.svg Nada a ver cara, eu curto DMC, só isso Cquote2.svg
Resposta de todo mono Vergil quando acusado de ser um verme patético pedante de tier list
Cquote1.svg M-M-M-MAXIMUM! Cquote2.svg
O som do seu cu fechando Oponente com 5 barras e uma Phoenix viva só no aguardo
Cquote1.svg AIR COMBO! DANGER! DOWN! AIR COMBO! DANGER! DOWN! Cquote2.svg
As últimas palavras que você vai ouvir do Narrador antes do fim
Cquote1.svg Fui atrás do cobre e encontrei foi ouro Cquote2.svg
Vendedor de Sal sobre Ultimate Marvel vs. Capcom 3

Ultimate Marvel vs Capcom 3: New Age of Touch of Death Heroes Salt Edition é o melhor ou pior jogo de luta da história dependendo do dia da semana que você jogou e do time do seu adversário. A única versão atualizada lançada do MvC3, o jogo também é a principal razão para ninguém mais jogar a versão original, porque é basicamente melhor em todos os sentidos imagináveis e porque tem pra PC na Steam.

UMVC3, ou Mahvel 3 como é carinhosamente apelidado, é um dos poucos jogos de luta da idade moderna que resiste ao caquetismo inerente do seu gênero e que se recusa a ser enviado pro asilo. Completamente ignorando o fato de que seu último update foi lançado há quase 10 anos atrás, o jogo ainda preserva uma fanbase de loucos apaixonada, e segue derrotando competidores, incluindo seu próprio sucessor, o qual trucidou num duelo mortífero que se encerrou em muita humilhação pública e DLCs canceladas para ele.

Enredo[editar]

UMVC3404.png

Jogabilidade[editar]

Diferente dos Strit Faits da vida, Marvel vs. Capcom é um jogo de luta 3X3 que gira em torno de quem consegue cheirar mais e arrancar raíz de coqueiro com os dentes na menor quantidade de frames possíveis. Enquanto em Street Fighter ganha quem tiver a melhor leitura sobre o adversário, sabendo se posicionar direito, preservar seus recursos e pokear para, de pouquinho e pouquinho, ir aumentando sua vantagem de recursos, em Marvel, ganha quem for o primeiro a jogar o oponente no chão e abrir seu esfíncter com duas cuspidas de areia.

Demonstração das complexidades (Ou Não) do jogo

Quem estiver agressivando mais, geralmente terá a maior chance de vencer. Quase todos os top tiers do jogo podem te matar a partir de um soquinho, então é necessário ter um bom gerenciamento de sua barra de magia, sabendo quando utilizá-la para matar o personagem certo ou quando preservá-la para uma oportunidade melhor, ter um bom gerenciamento de seu X-Factor, usando-o no começo da luta para abrir vantagem em relação ao oponente ou usando-o no final para ter mais chances de uma virada, e principalmente ter um bom conhecimento da dança de personagens, qual é quebrado, qual faz o que, o que cada assist pode fazer, qual é a melhor ordem para montar seu time e qual personagem inimigo deve ser a prioridade em qual momento. Isso tudo pode soar como física quântica extremamente complicada, e de certa forma é. Um noob que olhar para uma partida de torneio de UMvC3 pela primeira vez certamente não vai entender caralhos do que está acontecendo e porque tem tanta partícula e raios de energia voando pela tela, ele certamente não vai entender porque cada combo mata 2 personagens de uma vez só e dura 2 anos, mas depois de um tempo ele se acostuma.

A partir daqui já pode dar tudo errado

É preciso primeiro entender o conceito de que Marvel é um jogo de times. A qualquer momento você poderá estar controlando 3 personagens de uma vez só, e por isso é importante entender como cada um dos 50 bonecos interagem uns com os outros, tanto no x1 quanto para dar apoio a outros personagens do time. Geralmente é preciso planejar todo o confronto desde a tela de VS., se você sabe que tem alguém no seu time que absolutamente lava a o chão com um personagem inimigo, você provavelmente vai estrategizar toda a luta para dar cabo primeiro dos outros 2 patetas da equipe inimiga, tentando manter o seu personagem com vantagem o mais inteiro possível, para garantir uma vitória fácil no final. Existem até mesmo golpes no jogo que podem ser usados para "chutar" um personagem do oponente fora e forçar ele a chamar outro, teoricamente facilitando sua vida. Se a coisa toda já tá parecendo um livro do Sun Tzu, ela fica ainda pior quando você adiciona na equação que o oponente também tem tudo isso na manga. Ele também vai bolar uma estratégia para te fuder, ele também vai te deixar sem recurso com o personagem mais fraco do time sozinho, ele também conhece as vantagens e desvantagens do jogo. Nesse sentido, é basicamente impossível se dar bem em Marvel 3 sem saber nada do jogo, tudo que você conseguirá é a manutenção da eterna roda de fudidolência de sua vida.

Diferenças do Marvel 3 Original[editar]

Apenas a ponta do Iceberg das mudanças

1 ano foi o bastante para o pessoal da Capcom matutar e decidir alterar bastante coisa da versão original, embora a impressão que o público leigo tenha é de que a única diferença sejam os 12 novos personagens. As mudanças são:

  • Os já mencionados 12 novos personagens, entre eles alguns dos novos favoritos, como Vergil e Frank West.
  • 9 estágios "novos", que na verdade são apenas repaginações dos estágios já presentes no jogo original.
  • O X-Factor agora pode ser usado no ar. O visual da habilidade também foi mudado, ao invés do personagem ficar envolto numa aura sombria of darkness tipo o Akuma, seu corpo agora escurece e um brilho vermelho aparece nas suas tripas. Alguns fãs argumentam que a versão original era melhor, a primeira de muitas reclamações sobre o HUD novo.
  • Os números dos buffs do X-Factor foram rebalanceados, incluindo a duração do X-Factor em cada personagem, como se a mecânica já não tivesse decoreba o suficiente.
  • Cores e novas mecânicas foram aplicadas nos Team Aerial Combos, o intuito dessa mudança foi facilitar a vida do oponente na hora dele usar um Team Aerial Counter, dando a ele mais indicadores visuais para utilizar a mecânica, porém o negócio ainda dura um piscar de olhos.
  • O Snap Back demora mais para sair. Acertar um assist com ele também deixou de ser inútil, porque agora se isso acontecer tanto ele quanto o outro assist se tornarão indisponíveis por alguns segundos.
  • Não é mais possível bloquear durante um air dash, uma mudança que matou a viabilidade de alguns personagens, especialmente a Hsien-Ko, que já não tinha muita pra começar.
  • Todo mundo ganha 10% a menos de magia que antes, o que significa que geral precisa bater um pouco mais pra ganhar barra.
  • Mudanças gerais nos personagens, uma lista que seria extensa demais e sem graça demais para colocar aqui.
  • Mudanças gerais no HUD, feitas para adquirir um visual mais "dinâmico" e mais parecido com "quadrinhos". Muito fã chato não para de chiar sobre e dizer que o antigo é melhor, mas é necessário ser muito corno para reclamar de algo assim num jogo de luta.

Mecânicas de Jogo[editar]

Advancing Guard[editar]

Dois Dr. Doom tirando racha de quem empurra mais o outro

Num jogo com Marvel 3, onde você vai ter 3 psicopatas violentos querendo seu sangue basicamente o tempo inteiro, bloquear é muito importante, e a melhor forma de bloquear nesse jogo é utilizando o Advancing Guard. Para usá-lo, você precisa pressionar 2 botões de ataque durante a animação de bloqueio do seu personagem algo mais fácil de escrever do que fazer, mantenha isso em mente. Com isso, uma barreira de energia vai aparecer ao redor do seu personagem e o oponente será empurrado para longe de você basicamente a distância de uma tela inteira.

A razão para essa técnica ser tão eficiente é que ela funciona com literalmente qualquer golpe. Independente de ser o Wolverine te dando um arranhãozinho agachado ou um hadugui do Ryu, a distância criada será a mesma. Isso é o que geralmente vai te salvar de ficar trancado num canto só tomando cascudo e perdendo vida com o relógio comendo. Seja contra uma X-23 ou um Magneto te encoxando, muitas vezes um Advancing Guard será a única solução.

Entretanto, essa técnica não é infalível e possui algumas limitações:

  • Assists não serão empurrados, então existem algumas formas Chun-Li de manter seu controle trancado de qualquer jeito.
  • Enquanto você estiver bloqueando o ataque do assist, o personagem em tela também não poderá ser empurrado pelo Advancing Guard, isso porque só quem está atacando pode ser empurrado, e os assists não podem ser empurrados, portanto criando um loop no sistema.
  • Você ficará preso na animação do Advancing Guard até ela acabar, o que, sendo justo, não é muita coisa, mas é o bastante para alguns.

Barra de Magia Hyper Meter[editar]

50/50 de chance de qualquer lado ganhar

O Hyper Meter, vulgarmente conhecida como Barra de Magia ou Barra de Especial, é talvez o elemento mais importante de Marvel 3. Através dele você consegue executar n coisas, todas com o propósito de fuder seu oponente, desde seus Hyper Combos, também chamados de Supers, ou Especiais, até os Delayed Hyper Combos, a mesma coisa, só que trocando de personagem pra enganar o oponente.

A ordem geral é que você recebe magia apanhando ou causando dano, em quantidade proporcional ao dano recebido ou causado e dependendo da situação em que o dano ocorreu. Alguns personagens (leia-se Zero, Vergil, Taskmaster, etc.) são melhores em ganhar barra de magia do que outros justamente pela sua capacidade de conectar combos longos que causam muito dano no oponente. Trocar de personagem durante um combo aéreo também concede muita barra de magia, desde que você não se importe de possivelmente colocar um dos seus personagens mais fracos no campo ao fim do combo.

Nem todas as ações, entretanto, consumem a mesma quantidade de Barra. Coisas como os Supers Lv.3, exigem 3 barras de magia para serem executados ao invés de só uma. O mesmo se aplica aos Delayed Hyper Combo Lv.3, no qual todos os personagens do time são invocados para usar seus Supers Lv.1. De longe a coisa mais cara do jogo é a invocação da Dark Phoenix, que exige todas as 5 barras para acontecer, o que super vale a pena, confia.

X-Faggot X-Factor[editar]

O X-Factor foi uma mecânica nova adicionada no Marvel 3 e tende a ser uma das principais causas de mortes prematuras da playerbase do jogo. É conhecido que o cadáver de um jogador de Marvel 3 é tão salgado que muitos são roubados de suas tumbas para serem traficados e vendidos na Índia. O X-Factor possui 3 níveis, começando no 1 e aumentando sempre que um membro de sua equipe morrer. De forma simples: Após ativá-lo, apertando todos os 4 botões de ataque de uma só vez, seu time começará a brilhar vermelho e receberão alguns benefícios:

O momento da desgraça...
  • O HP vermelho, aquele que é lentamente regenerado quando ele não estiver em campo, vai começar a regenerar de qualquer jeito.
  • Toda sua equipe receberá um bônus de dano e um bônus de velocidade. Esse bônus será maior para cada nível do X-Factor que você possuir. A quantidade de bônus recebida é específica para alguns personagens, alguns recebem mais ou menos, alguns recebem mais velocidade do que força, outros o contrário, nada disso é particularmente importante, basta saber que alguns bonecos passam a causar o dobro de dano e se mover 1,5x mais rápido com o troço ligado.
  • A redução de dano que acontece conforme você aplica golpes sucessivos num oponente será reduzida. Ao invés do golpe causar apenas 10% do seu dano máximo, ele irá causar 60%, o que é basicamente a mesma coisa que ser o dano inteiro quando você já tá fudido.
Poucas coisas assustam mais que uma Phoenix com X-Factor 3 e 5 barras cheias

Jogadores já reclamavam da mecânica na versão vanilla do 1, afirmando que ela era completamente desbalanceada, injusta e basicamente um abismo capaz de sugar toda a diversão e alegria da vida. A Capcom escutou as reclamações, foi lá e... nerfou o X-Factor Nível 1, a versão do X-Factor da qual absolutamente ninguém reclamava. O Nível 3, geralmente a coisa mais frustrante encontrada por qualquer jogador que está prestes a ganhar e acaba perdendo não só o jogo, mas também sua dignidade, continua a mesma coisa que era no começo e provavelmente continuará desse jeito até o Fim dos Tempos.

Existe uma infinidade de histórias de pessoas que derrotaram os 2 primeiros personagens do oponente sem perder quase nada de vida, apenas para tomar uma surra do terceiro personagem cheirado de bomba e com 5 barras de magia cheias. Um Thor com X-Factor 3 provavelmente pode matar sua família inteira e todos os seus descendentes com 3 golpes. Uma Chun-Li com X-Factor 3 é rápida o suficiente para atravessar a atmosfera, quanto menos sua cara. Um Vergil ou um Zero com X-Factor 3 é o bastante para te fazer desinstalar o jogo. No fim do dia a melhor solução a se oferecer a esse problema é o seguinte pensamento: Vocês dois tem, porque então os dois não usam? O que é a mais pura verdade. Se o oponente é quebrado, você também pode ser, e quando todos formos quebrados, ninguém mais será.

Modos de Jogo[editar]

Modo Arcade[editar]

O destino daqueles que esquecem como bloquear

O feijão com arroz do single player de todo jogo de luta. Monte um time, lute contra outros times em desafios não tão desafiantes (se você tá acostumado a jogar contra outros jogadores então os bots do MvC3 não são nada), até chegar no estágio do final boss: Galactus. Em toda luta contra Galactus ele primeiro irá invocar clones de 3 vilões do jogo, na maioria das vezes sendo Akuma, Wesker e Dr. Doom, os 3 com muito menos HP do que teriam normalmente, para tirar rinha contra seu time. Após derrotá-los, é a vez de meter porrada no Galactus, que tem uma barra de HP enorme, golpes que cobrem toda a tela e golpes inbloqueáveis que vão matar seu personagem sem falta se você não bater nele o suficiente.

Comparado a outros chefões de outros jogos de luta, leia-se os apelões da SNK, tipo o Rugal, ou até mesmo um dos chefes mais carne de pescoço da Capcom, tipo o Gill, Galactus não é tão difícil assim. Independente de quão quebrado ele seja como personagem, você sempre terá 3 personagens e possibilidades infinitas de causar um dano estuprante nele. Uma regra geral é que qualquer último personagem do seu time, com X-Factor nível 3 e 5 barras de magia cheias, vai ser capaz de spammar Super o suficiente pra se livrar do Galactus em poucos segundos.

Galactus Mode[editar]

Uma adição besta do Ultimate. É meio secreto porque só vai abrir pra você depois que você acumular 30,000 pontos de jogador ou se você tiver um save do MvC3 base no seu videogame. Através desse modo o jogador pode tomar controle do Galactus e enfrentar um time de 3 personagens controlados por bots. O único estágio permitido é o da batalha final e não existe um final de Arcade pra ele. O negócio é muito mais uma curiosidade do que um "modo de jogo" mesmo, depois de umas 3-4 partidas você vai cansar e esquecer que existe.

Heroes and Heralds[editar]

Outra adição nova do Ultimate e a coisa mais conteúdo single player de todo o jogo, embora também possa ser jogado online. Nesse modo você deve escolher entre Team Hero, onde você é um mocinho, mas não ganha porra nenhuma, e Team Herald, onde você é malvadão e ganha uma skin prateada. Os dois times então batalham para ver se o Galactus vai comer a terra ou não, é isso, a premissa é simples o bastante pra caber numa frase, mas se é assim, então porque é o modo mais longo do jogo?

Cartas, existem 104 delas para colecionar, cada uma com suas habilidades específicas. Você pode equipar 3 de uma vez para o seu time, concedendo efeitos extras para cada um deles que refletem (Ou Não) os personagens delas. Você recebe essas cartas derrotando times inimigos numa grade de encontros que o jogo oferece, a dificuldade desses times sendo o fator determinante das cartas que você vai receber, tendo vários níveis de raridade.

Pra quem não entendeu, imagina que é tipo uma versão primitiva do modo Shadow Lords do Killer Instinct (2013) misturado com o Spirits Mode do Super Smash Bros. Ultimate.

Training Mode[editar]

Lugar onde os nerdolas do multiverso vão treinar formas novas de linkar seus combos e causar dano que é 3 vezes maior do que o HP máximo de qualquer personagem. Como consequencia direta disso, o Training Mode sempre fede a suvaco e halitose.

Por que Marvel 3 é o pior jogo da luta história[editar]

A primeira de muitas vezes que você vai tomar um infinito

Simples:

Porque ele é quebrado, desbalanceado e injusto.

Marvel 3 é quebrado em tantos sentidos que para realmente se divertir no jogo é preciso ter um curso de formação nele. Os mesmos doidos que reconhecem plenamente que Marvel 2 era horrivelmente quebrado e desbalanceado são os caras que amam esse jogo e jogam ele até hoje, competindo entre si eternamente no hall dos sem vida.

Nesse jogo você pode literalmente perder a partida inteira simplesmente por ter vacilado meio segundo, o suficiente pro oponente acertar um jab, o chamado Touch of Death. Por algum motivo, seres-humanos conscientes e pensantes acham divertido jogar um jogo de luta onde levar um golpe transforma a parada num Single Player Combo Simulator. Você vai ficar lá com o controle e o pau na mão fazendo absolutamente porra nenhuma enquanto o cadáver do seu time é feito de bola de basquete pelo time inimigo por 2 minutos.

Quer dizer que você tem vantagem de 2 personagens contra seu inimigo? Que pena, ele tem X-Factor Nível 3 e você vacilou 2 vezes, parece que você vai perder. Quer dizer que você encontrou uma partida online? Que pena, seu inimigo é um mono Vergil fedorento, parece que você vai perder em 40 segundos. Quer dizer que você tá afim de aprender um personagem novo? Bom, é melhor você ir acumulando já as 15 horas no Training Mode se você espera aprender todos os combos decentes e pelo menos metade das matchups.

Porque Marvel 3 é o melhor jogo de luta da história[editar]

HYPE CARALHOOOOOOOOO, AQUI É MARVEL PORRAAAAAAA!
Se o M.O.D.O.K. consegue dar Perfect, você também consegue

UMvC3 simplesmente pertence a uma época dourada de sua própria criação. Além de ter um elenco 100% hypado, cheio de personagens favoritos, carismáticos e únicos, as mecânicas possibilitadas pela mistureba de todos eles são praticamente infinitas. Não caia no papo de tier list, não existe um personagem injogável. Devido a mecânica de assists, até os piores personagens do jogo segundo a comunidade podem encontrar um time viável que faça seu kit funcionar. Tem muito mono Hsien-Ko ou Phoenix Wright solto pelo mundo que, apesar da reputação fedida de seus personagens, faz limonada com os limões estranhos que a vida deu e bota os cara pra mamar.

"Ai, mas meu oponente é muito quebrado, olha isso, combo imbloqueável, o que é que eu posso fazer? Ai vou tomar meu ovomaltino com pera" são palavras típicas de um FRACO. Todo personagem do jogo é quebrado de algum jeito. Quando você se encontra num cenário onde cada jogador possui 3 bonecos para usar, todos compartilhando os mesmos recursos, é impossível você não achar um feijão e arroz roubado que funcione pra seu estilo, algo para chamar de seu.

Nunca jogou nenhum jogo de luta antes, não sabe nem que o boneco só anda pra frente ou pra trás? Não tem problema, bota no Simple Mode até apanhar o suficiente para criar coragem de aprender. Nesse modo o jogo, onde os controles praticamente viram os de Smash, o boneco vai funcionar basicamente no automático, é só ficar apertando o botão de ataque que ele vai combar sozinho, não precisa nem se preocupar em saber usar nenhum comando, porque vai ter um botão específico tanto para os especiais quanto para os Supers.

Apenas quem viveu no período que se estendeu de 2010-2014 sabe o quão indescritível o cenário competitivo do jogo era. Até hoje, nos Anais da História, as lendas de ChrisG e sua Morrigan insuportável (tão insuportavel que basicamente criou o estilo de gameplay mais famoso dela usado até hoje), Justin Wong, o senhor das viradas e FChamp, supremo vilão da FGC, reverberam entre dezenas de outras lendas, eternamente esculpidas em sal nas nossas memórias.

Lembre-se sempre: Marvel 3 nunca morre, apenas descansa para Mahvelar novamente

Elenco[editar]

Sem qualquer intenção de zoar ou sarcasmo, UMVC3 provavelmente tem o melhor elenco de qualquer jogo de luta da história. Com esse jogo, os cientistas japoneses da Capcom desvendaram a fórmula perfeita de como balancear personagens clássicos que todo mundo queria ver de volta, personagens novos que todo mundo fica hypado pra usar e escolhas completamente bizarras que ninguém sabia que queria no jogo até verem no trailer. Devido a um incêndio criminoso em seus estúdios, a Capcom infelizmente perdeu essa fórmula, o que explica a absoluta tragédia que é o elenco do Infinite.

A prova mais cabal de o quão corretos os caras estavam em suas escolhas é a quantidade de personagens da Marvel que eles trouxeram pro jogo que apenas mais tarde ganhariam vida e qualquer relevância de fato no universo cinematográfico, ou nos filmes de X-Men da Fox.

As únicas reclamações que costumam aparecer sobre o elenco é que não tem mais dele e as de um ou outro corno que reclama que seu personagem imbecil ficou de fora da suruba.

Lado Azul: Capcom[editar]

UMVC3Akuma.jpg
A "Shun Goku Satsu" kuma
O Akuma do UMVC3 não é muito diferente do Akuma do 2. Preservando suas qualidades do Strit Fait, o encapetadão causa muito dano, mas tem quase porra nenhuma de vida (sério mesmo o cara só não tem menos vida que a Phoenix), o que é muito ruim num jogo em que levar um golpe sequer do adversário pode significar o fim. Na maior parte das vezes, você verá ele entrando de penetra na luta rodando feito um pião, porque é pra isso que ele serve mais.
UMVC3Amaterasu.jpg
Cachorra das Divinas Tetas
Amaterasu, assim como a maioria dos personagens que possuem "posturas", é dona de um estilo de jogabilidade versátil, porém carne de pescoço. De longe uma das personagens mais difíceis de aprender no jogo, jogadores experientes (leia-se todo cara que você encontrar Online) vão saber tirar proveito das suas armas sagradas e sua capacidade de ativar bullet time, o que abre um leque de opções enormes para te fuder.
UMVC3Arthur.jpg
Carinha do Ghosts 'n Goblins
Arthur é o tipo de personagem que não é parte do time principal de ninguém, mas cuja presença é apreciada por ele ser um personagem de uma franquia pré-histórica da empresa. Seus movimentos e golpes são quase 1 pra 1 do seu jogo original, o que significa que ele é um anão patético que pula feio e que consegue ficar jogando coisa enquanto anda. Seu maior upgrade foi o fato de ter deixado de morrer com apenas 3 golpes.
UMVC3Viper.jpg
Ninguém pediu, mas tá no jogo
Todo mundo sempre achou o gameplay da Crimson Viper meio parecido com o do Captain Commando pra começo de conversa, então o que ela pode fazer no Marvel 3 não é muito diferente do ela já fazia no Street 4. Costuma ser personagem de farofeiro, que na pura sorte de sua farofagem, vez ou outra ativa sua mecânica especial de usar EX Moves do SF4 ao custo de uma barra de magia.
UMVC3Chris.jpg
Mansão Thug Stronda
Chris Redfield pulou de paraquedas direto do Resident Evil 5 com o arsenal de um mini exército e 2 anos de Whey Protein no cu. Mesmo com sua vasta gama de opções de golpes a distância e queima roupa, não costuma ser o favorito de muita gente, situação que não melhorou muito no Ultimate. Em questão de meme ele é mais popular, tanto por ser capaz de rastejar no chão feito uma cobra e pelo fato de que tem mais HP do que 70% das criaturas mágicas e deuses imortais do jogo.
UMVC3Chunners.jpg
As coxas mais famosas dos videogames
Chun-Li dispensa todas as introduções, demonstrando novamente que é mais do que apenas a agente da Interpol menos propriamente vestida da história: Ela é excelente no rushdown, muito boa em botar pressão no oponente e tem um dos combos infinitos mais fáceis do jogo. Entretaaaaaaaaaanto ele não usa comando de meia lua e sim de segurar. Esse fato sozinho repele 95% dos jogadores, todos desestimulados pelo fato de que serão incapazes de farofar.
UMVC3Dante.jpg
Tiozão da Pizza quando era novo
Dante talvez seja um dos únicos personagens do jogo no qual possuir um diploma de Literatura possa ajudar, pois o cara tem basicamente um livro inteiro de movimentos e golpes: Os japa literalmente adaptaram tudo que ele tinha no DMC3 pro jogo. Todas as variações de botões vão te dar um golpe diferente e todos eles podem ser usados em combos, fazendo seu potencial ser basicamente infinito. Reza lenda que até hoje tem gente praticando link de cascudada de Beowulf com ele no Modo Treino.
UMVC3Felicia.jpg
A Catgirl Original
O fato é que a Felicia poderia ser a pior personagem do jogo e ainda sim teria gente jogando com ela, mas acontece que ela é basicamente a versão Capcom do Wolverine: Tá sempre grudada no oponente, tá sempre resetando combo, regenera magia como se não fosse nada e de quebra ainda pode invocar uma mini-Felicia pra complicar ainda mais sua vida. Tirando esses detalhes ela também tem os glúteos permanentemente expostos e apelo a comunidade furry.
UMVC3Firebrand.jpg
Demônio Chato do Ghosts 'n Goblins
Firebrand é um personagem que foi bolado por um jogo e depois voltou a ser um capanga chato com voz de gralha. No Marvel 3 não é diferente e ele vai habitualmente testar o quanto você consegue aguentar um arrombado vermelho que não para de voar e cuspir fogo na sua direção. Como se não bastasse isso ele também é um dos personagens mais rápidos do jogo, e para provar que nada que está ruim não pode ficar pior, o Super Lv.3 dele invoca um clone voador, dobrando as suas chances de ter um AVC.
UMVC3FrankWest.jpg
Cara que todo jogo tá de rosto novo
Frank West retorna mais uma vez, agora um pouco mais visualmente parecido com sua versão original do Dead Rising 1 em comparação a cara de Shrek que tinha no Tatsunoko vs. Capcom. Possui uma mecânica única de níveis na qual ele começa fraco e vai se tornando mais forte conforme tira algumas nudes do oponente. Geralmente é deixado por segundo ou por último em qualquer time, porque é só pra lá desses momentos que começa a causar dano de verdade.
UMVC3Haggar.jpg
Prefeito WWE
Mike Haggar, o prefeito de Metro City, é um caba lento, gigantão, cheio de HP e muito bruto. Ele é ideal pra quem curte meter um cano de aço na cara dos oponentes ou enfiar eles 7 palmos abaixo do solo com os agarrões mais desgraçados do jogo. Essa encarnação dele é tão fiel à sua franquia de origem que ele é o único boneco do jogo que tem um golpe especial que consome vida.
UMVC3HsienKo.jpg
Hsien Quem?
Hsien-Ko, uma vampira chinesa pouco conhecida em sua própria franquia faz sua aparição nesse jogo como o low tier do low tier. Literalmente tudo que ela faz algum outro personagem faz melhor. De ok ok mesmo ela só possui um ou outro golpe interessante e um Super que concede a ela armadura contra qualquer outro golpe do jogo exceto grabs, mas nenhuma dessas características realmente serve pra causar confusão no time inimigo. Pra que gastar uma eternidade pra fazer um infinito com ela se nesse tempo você faz 4 infinitos do Doom?
UMVC3Jill.jpg
Jill Loira
A Jill Valentine do UMvC3 é uma personagem completamente diferente da Jill do MvC2, começando pelo fato de que ela não invoca mais zumbi e sim fica dando pirueta com submetralhadora. Ao invés de atrair novos jogadores com a mudança, eles apenas afastaram os macaco velho que tavam afim de ficar dando bazucada na galera de novo. Absolutamente ninguém joga com essa boneca, 1º por ela ser DLC, 2º por todo mundo preferir o Shuma Gorath, 3º que ela não é muito boa.
UMVC3Morrigan.jpg
Piada Óbvia de Punheta
Morrigan, que abandonou de vez seu sprite velho horroroso no CvS2, começou sua carreira nesse jogo como uma esquecida mid tier. Hoje em dia, após descobrirem seu potencial como a zoner mais apelona do jogo, floodando a tela dos dois lados com bolas de fogo sem fim, ela é considerada uma das Top 5. Como se não bastasse trancar seu controle com cadeado do Mr. M, ela tem alguns dos melhores Supers do jogo e um dash aéreo complicado de revidar.
UMVC3Nemesis.jpg
STAAAARRSS
O Nemesis do MvC3 é muito parecido com o do Resident 3: Ele é enorme, tem bazuca, tem um zilhão de HP e bate feito um trator. Basicamente o tanque do jogo, ele é incrivelmente lento, mas boa parte dos seus golpes tem armadura e suas opções a distância não são ruins.
UMVC3PhoenixW.jpg
Pursuit.mp3
Phoenix Wright é a resposta do que acontece quando você coloca um advogado pra tirar rinha contra deuses da destruição e mutantes: O personagem mais fraco, porém mais divertido, do jogo. Além de ter o moveset mais bizarro do jogo (o cara literalmente ataca com espirro e papelada), ele também tem uma das mecânicas mais estranhas, na qual ele precisa encontrar evidência para entrar no Turnabout Mode, onde ele, por 10 segundos, se torna um dos personagens mais fortes, metendo Objection! e dedada na sua cara o tempo inteiro. Seu Super Lv.3 é o melhor do jogo: Ele literalmente manda o oponente pra cadeia.
UMVC3Ryu.jpg
Feijão com Arroz
Ryu é o Ryu, não tem muito o que ser dito. O cara já apareceu em 500 jogos com o mesmo moveset, os mesmos comandos de meia lua, quantas vezes alguém realmente é capaz de explicar o que caralhos é um Shoryuken ou um Tatsu de uma forma nova?
UMVC3SuaEsposaÉSeuBraço.jpg
Apropriação Cultural
Spencer é o protagonista do remake esquecido de Bionic Commando, aqui ele é a resposta da Capcom pro miranha, no sentido de que pode ficar se prendendo por ai com o braço biônico e se jogando pela tela. Seu Bionic Arm é um dos Supers mais famosos do jogo, particularmente por ser muito rápido, te deixar invulnerável por uns frames e por basicamente atravessar qualquer coisa desde que você esteja perto do oponente.
UMVC3Strider.jpg
FTIINNN TINN TINN TINN FTINNN
Strider Hiryu, o ninja do futuro favorito de todos nós, retorna a franquia em sua primeira encarnação 3D, que de diferente só tem isso mesmo porque é basicamente a mesma coisa que no MvC2, ou seja: Rápido que nem o Ligeirinho (Especialmente com X-Factor ligado porque até a Velocidade da Luz peida), muito potencial de combo, Supers extremamente úteis e poderosos, só que um HP patético menor que seu pau.
UMVC3Trish.jpg
Complexo de Édipo
Trish faz sua primeira aparição na franquia como uma personagem esquecível e medíocre. Possui muitas possibilidades de ataques a distância, armadilhas e mobilidade aérea, além de ter hitbox de Smash Bros. por causa da sua espadona, mas no geral ela precisa de suporte pesado dos outros personagens pra conseguir causar um dano bom. É discutível se houve um motivo decente para ela ser colocada no jogo além de fechar o trio Devil May Cry.
UMVC3Tronn.jpg
Trombose
Tronn Bone, lembra dela? Eu também não. É provável que mais gente a conheça hoje pela sua aparição nesse jogo do que sua franquia morta e esquecida. Tronn Bone é uma personagem estranhamente viável, com alguns dos Supers mais práticos do jogo e uma hurtbox tão estranha que muitos dos combos mais usados simplesmente dão errado nela. Tudo isso além do fato de ser uma das personagens com maior capacidade de causar dano e maior HP. Alguém da Capcom realmente precisa repensar suas waifus.
UMVC3Vergil.jpg
9/10 Dentistas Recomendam
Ou você joga com Vergil e ele tá sempre no seu time ou você absolutamente odeia ele e quer mandar todos os seus jogadores pra câmara de gás, não existe bem um meio termo. Seu dano é insano, seus combos são os mais longos do jogo, seus Supers são os mais poderosos e com X-Factor no máximo não tem quem segure essa desgraça. Uma regra geral é que todo Vergil inimigo é comedor e marombeiro, e todo Vergil seu morre em 5 segundos sem fazer porra nenhuma.
UMVC3Joe.jpg
Joãaao Cabeçãaaao
Viewtiful Joe é uma representação virtual do jogador: Um nerdola fedorento de 1,40m. Como personagem ele é um dos menores do jogo, o que ajuda a desviar das coisas sem ter que usar os dedos, e também tem alguns dos melhores Supers, porém em quesito farofagem ele é fraco. Se sua aparência não fosse tão repugnante e desprezível, talvez fosse mais fácil se encontrar disposto a aprender o que fazer com ele.
UMVC3Wesker.jpg
Complete Global Saturationnn
Albert Wesker mantém sua tradição de ser brabo em tudo e é brabo no Marvel 3 também. Especialista em sempre manter o oponente sobre pressão e com o cu piscando achando que vai tomar Cobra Strike pelas costas a qualquer momento, nessa versão do jogo ele também recebe um bônus de dano sempre que tira os óculos escuros, momento em que ele volta a ser capaz de enxergar normalmente. Tirando alguém que tá sempre há 50 metros de distância tipo a Morrigan ou a Trish, não existe muita gente no jogo que ele não peite.
UMVC3Zero.jpg
RAIKOUSEN! (x30)
O único cara que bota o Vergil pra mamar, Zero é bom em basicamente tudo. Causa dano que chega dá nojo, combos que duram pra sempre, zilhões de opções de movimento, capacidade de te manter afastado sempre que quiser, o cara só tem menos funções que uma Juicer Phillips Walita e olhe lá. Todo mundo costuma usar ele como primeiro ou segundo personagem, porque quando ele eventualmente for morto, seu oponente vai estar com 1 personagem sobrando com metade da vida e você vai estar com 5 barras de magia cheias.

Lado Vremeio: Marvel[editar]

UMVC3Cap.jpg Ryu da Marvel Steve Rola é um veterano não só da Segunda Guerra Mundial, mas também dessa franquia. O cara tá em todos os jogos basicamente, e em todos ele sempre é um personagem simples, sua lista de golpes nunca é nada homérico tipo a do Dante ou da Amaterasu, ele existe pra ser uma opção fácil pra jogadores novos, o que por si próprio não é necessariamente ruim, só não espere encontrar muita profundidade nele conforme for melhorando no jogo.
UMVC3Deadpool.jpg Ryan Reynolds Deadpool é o Deadpool de sempre, o jogo recebe um perdão oficial por ter colocado ele antes do personagem ficar saturado. Como personagem os combos dele não são os melhores e ele tem muita dificuldade em ganhar barra de magia, mas com o time certo ele rende um caldinho. Seu Super Lv.3 é um dos melhores do jogo, ele literalmente ataca o oponente usando a barra de HP e de especial, só que ninguém usa porque é muito difícil de acertar.
UMVC3Doom.jpg Doutor Assist Dr. Doom é um personagem legado da franquia, há 3 gerações atormentando o sono de todos aqueles que tiveram que lidar com seu especial dos mísseis. Essa habilidade é de longe o melhor assist do jogo, então espere encontrá-lo em 70% dos times. Além dela, Doom também possui alguns dos melhores projéteis, melhores agarrões e uma mobilidade fudida de boa. Através dele a criação de uma trindade profana de personagens arrombados que não vão deixar você jogar e vão te matar mesmo com você bloqueando é possibilitada.
UMVC3Strange.jpg Doutor Estranho antes dele existir Diferente dos filmes onde ele pode fazer basicamente qualquer coisa, os poderes dessa versão do Doutor Estranho são bem específicos: Ele pode irritar o adversário, muito. Estranho tem projétil pra cada situação, tem trap, tem teleporte e tem combos muitos bons. Infelizmente essas características não servem muito para ele quando está sozinho e sem barra, mas com o resto do time vivo ele faz um estragozinho como suporte.
UMVC3Bargain.jpg Dormammu antes dele existir Dormammu não é nem de longe tão absurdamente poderoso quanto sua contraparte nos filmes, mas continua sendo um arrombado. Sua capacidade de carregar as magias foi buffada no Ultimate: Ele não precisa mais esperar a animação acabar pra soltar uma bola de fogo na sua cara. O principal fator que determina uma Dormammu patético e um verdadeiramente filho da puta é justamente quantos feitiços ele tem acumulado. Com 3 cargas da parada, qualquer especial usado contra você vai fazer tanto estrago quanto derrubar uma bombinha numa cidade japonesa.
UMVC3Rider.jpg Um Cara numa Moto Motoqueiro Fantasma estranhamente toma a posição de Dhalsim Omega Vermelho do jogo. Seus golpes tem alcances enormes, entretanto ele é muito lento e o seu dano não impressiona. O caveirão também sofre pra ganhar barra e apanha de qualquer rushdown. A verdade é que, embora existam 1 ou 2 indivíduos na superfície terrestre que consigam tocar o terror com ele, você provavelmente terá mais sucesso jogando de Nemesis ou Super Skrull.
UMVC3Hawkguy.jpg Vingador sem Poderes O Gavião Arqueiro desse jogo é consideravelmente menos patético que sua contraparte dos filmes. Ele é um zoner competente ao mesmo tempo em que consegue se virar bem no corpo a corpo. Para muitos isso faz dele um dos personagens mais chatos do jogo. Seu Super mais conhecido é uma flecha que pode te acertar independente de onde você estiver na tela.
UMVC3Hulk.jpg Onde Fica Cabo Verde O Hulk do UMvC3 é muito parecido com o Hulk do MvC2, com mais algumas cabulosidades e macetes inclusos para destruir de vez a vida do seu oponente. O boneco tem trocentos golpes com armadura e bate feito trator. Se você se encontrar numa posição onde está bloqueando demasiadamente os golpes do verdão, já era, você já está morto. É só uma questão de tempo até você levar um Gamma Tornado na cara e perder um personagem.
UMVC3IronFist.jpg
Punho de Ferro antes dele existir
Seu nome é Danny Rand, o Imortal Punho de Ferro, Protetor de K'un-Lun, inimigo jurado da Mão, protagonista da pior série da MCU e low tier do MvC3. Sua quase completa ausência de opções e ataques aéreos o deixam bem atrás do resto do elenco. No chão a história é diferente, com combos extensos, muito dano, movimento rápido e a capacidade de se buffar sem gastar magia. 90% das falhas do personagem são perdoadas por seu Super Lv.3 e sua música tema
UMVC3Stark.jpg
Tony "Proton Cannon" Stark
Quiçá um dos personagens mais carne de pescoço do jogo, Homem de Ferro requer muito esforço e dedicação do jogador para ter seu potencial máximo extraído. Seu kit possui dezenas de utilidades, não existe situação no jogo na qual ele não possa fazer nada, literalmente todos os seus assists são uteis, seus combos causam danos imensos, e Você nunca aprenderá a jogar com ele.
UMVC3Magneto.jpg
Imã de Geladeira
Magneto está longe de ser o absoluto apocalipse que era no MvC2, mas isso não quer dizer que parou de causar estrago. Se por alguma razão você acabar preso num canto da tela com ele em cima do seu rabo te batendo, basicamente já era. Ele também possui o melhor agarrão do jogo, a capacidade de voar e de dar um dash aéreo em qualquer direção.
UMVC3MODOK.jpg
M.O.D.O.K. antes dele existir
Embora todos pareçam concordar que M.O.D.O.K. é uma escolha interessante e uma adição bacana pro elenco do jogo, absolutamente ninguém sabe jogar com esse boneco. Embora ele tenha um zilhão de projéteis e tempo de voo superior até mesmo ao do Kirby no Smash Bros., ele não presta como zoner. Os profissionais do jogo dizem que ele até funciona como rushdown, mas essa hipótese pode ser simplesmente atribuída ao fato de que o oponente fica tão perdido vendo um M.O.D.O.K. pela primeira vez que desaprende como segurar a alavanca pra trás.
UMVC3Nova.jpg
Nova antes dele exsitir
Nova é o 2º "Ryu" da Marvel, possuindo um grau a mais de estratégia em seu kit que está ausente em seu competidor. Extremamente versátil, ele tem opções e Supers para todas as situações, além do diferencial de possuir dashs aéreos diferentões. Sua principal característica estratégica é sua capacidade de sacrificar vida vermelha para melhorar seus golpes especiais, o que na maioria das vezes resulta apenas em você perdendo mais rápido por não saber usar direito.
UMVC3JeanGrey.jpg
I can't control it!
A Fênix é uma das personagens mais peculiares do jogo. Você sempre verá ela por último em seus times e o seu oponente sempre evitará colocá-la em campo até ter 5 barras completas de magia. Isso porque normalmente ela é uma personagem forte, porém com menos HP que um peido, um combo decente de qualquer personagem é o bastante pra jogar ela no caixão. Entretanto, se ela morrer com 5 barras de magia cheias ela vira a Fênix Negra, de longe a personagem mais quebrada e apelona, basicamente imbatível em quesito de especiais e potencial de dano. Todo mundo sabe disso então qualquer luta contra ela se torna uma corrida contra o tempo assim que o primeiro personagem inimigo morre.
UMVC3Rocket.jpg
Rocket Racoon antes dele existir
Rocket Racoon remete a natureza furtiva, ladra e decadente de sua espécie sendo um personagem que gosta de correr, fugir, enganar e te pegar de surpresa com arranhando sua cara. De quebra, sua hitbox minúscula reflete a dificuldade que você tem de eventualmente esmagar o coitado com uma vassoura.
UMVC3Sentinel.jpg
f sentinel
Sentinela já foi o personagem mais quebrado da franquia, quem viveu a época do MvC2 sabe. No MvC3 original ele continuou tão quebrado quanto antes, com comandos ainda mais fáceis de serem usados. Para você ter uma ideia, mesmo após tomar de tomar um nerf hammer na cabeça, perdendo 4000 pontos de HP, negada ainda peidava pra ele. No Ultimate ele tem menos HP ainda e tomou outras mudanças que reduziram seu potencial de dano. No fim das contas, Sentinela continua uma opção forte para o time, mas não chega aos pés do absoluto avatar de Kali Yuga que foi no passado.
UMVC3SheHulk.jpg
Mulher-Hulk muito antes dela existir
A fanbase agradece a Mulher-Hulk por desenvolver centenas de novos fetiches, mas como personagem ela não é lá essas coisas. As opções à distância dela são limitadas todo seu kit é na verdade, o que a força a tentar ser rushdown o tempo todo na cara do oponente. Nesse quesito, ela falha em ser tão boa quanto um Wolverine da vida: Seu dano só vem mesmo quando você se aproveita de alguma merda feita pelo oponente. Infelizmente, diferente da Chun-Li, ela acaba sendo apenas um belo par de coxas.
UMVC3Shuma.jpg
Chupa Gorete
Shuma-Gorath retorna do MvC2 ainda mais diferentão e bizarro do que antes. O fato de que é o mais utilizado dos dois personagens DLC é uma surpresa considerando que, como a Chun-Li, ele também usa comandos de carregamento, provando definitivamente o quão ruim é a Jill. Por trás de sua execução pouco amigável e aparência broxante, entretanto, ele esconde vários combos letais e quase infinitos, assists poderosos e a capacidade de tornar qualquer luta num hentai de tentáculos.
UMVC3Spidey.jpg
Miranha
O Homem-Aranha continua sendo dono de um dos Supers mais clássicos da franquia, o famoso Maximum Spidey. Na verdade, muita coisa de sua participação anterior no MvC2 continua presente. O boneco é capaz de cobrir muita distância na tela com suas teias, além de ser muito rápido e botar muita pressão especialmente quando seu oponente estiver encurralado. No Ultimate ele melhorou um pouquinho da versão base, fazendo ele relativamente mais viável.
UMVC3Storm.jpg
Maria Júlia Coutinho
Tempestade é outra que caiu de sua posição de deusa do MvC2, mas que continua sendo um personagem competente. Seu movimento aéreo é extremamente rápido e ela possui o melhor super do jogo pra arrombar oponentes que são apressados demais e chamam seus assists fora da hora. Acontece que, com algumas exceções, seu dano é patético e seus especiais são xoxos, então geralmente ela está relegada a ser o suporte de todo mundo.
UMVC3Skrull.jpg
Quarteto Fantástico
O Super-Skrull existe para colocar todo o Quarteto Fantástico no jogo sem usar 4 slots de personagem. Com os poderes deles, o Super-Skrull é um personagem rushdown poderoso, com grande alcançe e potencial de combo a partir de qualquer agarrão. Seu principal problema é que não possui nenhum projétil, sendo relativamente fácil de mantê-lo afastado no canto da tela com o controle no cadeado.
UMVC3TMaster.jpg
Taskmaster antes dele existir
O Taskmaster do MvC3 faz jus a sua versão dos quadrinhos e se prova um arrombado em literalmente qualquer posição que você o colocar. Tirando o fato dele andar devagar e não ter muita mobilidade, provavelmente ninguém no jogo pode barrar ele no quesito usabilidade. Em qualquer um dos 3 slots ele faz estrago, de longe faz estrago, de perto faz estrago e todos os seus combos decentes conseguem acumular barra o suficiente pra sempre acabar com um Super Lv.1. O Esqueleto certamente nunca viu dias melhores.
UMVC3Thor.jpg
Thor Batista
Thor tem o maior HP do jogo, essa é a coisa mais memorável sobre ele. Além do seu modelo ser horroroso de feio, ele é lento pra cacete no chão e tem combos muito cabulosos de executar. No ar a história dá uma melhorada e o cara espanta geral, mas até você dominar essa faceta dele, já vai ter tomado 4 perfect de um Zero/Doom/Vergil.
UMVC3Wolverine.jpg
Anão canadense indestrutível
No MvC3 base, Wolverine era quebrado e top tier. Sua mobilidade era excelente, seu dive kick lendário tinha uma hitbox infinita, muitos de seus golpes tinham frames de invencibilidade e o fato de seus normais serem tão rápidos permitia que ele te metesse num combo facilmente. No Ultimate muita coisa mudou, a maioria dessas características foram merecidamente nerfadas, mas ele continua sendo forte desde que você saiba o que está fazendo.
UMVC3X23.jpg
X-23 antes dela existir
A clone feminina do Wolverine, X-23 é muito parecida com ele não só nos poderes, mas também no estilo de jogo. Outra criatura de puro rushdown, ela pode não ser tão boa quanto o pai em quesito de pressão pura, mas seus Supers preenchem essa lacuna. Seu Lv.3 é um famoso criador de pesadelos: Ela fica invisível e seu próximo ataque será um arranhão inbloqueável que causará toneladas de dano.

Estágios[editar]

Bonne Wonderland.jpg
O Único Estágio que usam
Bonne Wonderland aparante ser o único mapa que todos os jogadores de Marvel 3 sabem que existem. Em todo torneio ou eles escolhem ele ou o estágio de treino. Sua versão original, Kattelox Island, se tratava da principal locação do Megaman Legends e só mais um estágio aleatório do 3 Vanilla. Foi no Ultimate, que adicionou uma variação dele absolutamente coberta de neve, que o mapa alcançou o ponto de saturação que apresenta atualmente. Já que é tudo branco, "fica mais fácil de ver os projéteis e os personagens". Pau no cu dos espectadores aparentemente.
KatteroxIsland.jpg
Mega Man Legends Land
Kattelox Island é a versão original e 200% menos famosa de Bonne Wonderland. O estágio é categorizado por uma enorme celebração do lançamento do Megaman Legends 3, mal eles sabiam que o jogo ia ser cancelado, coitados, a presença de vários servbots, e basicamente todo mundo da família Bonne faz um cameo, incluindo Tronn (Ou Não, se ela estiver em alguma das equipes) e Teisel. Por limitações técnicas, na versão do Vita 90% dessas coisas são removidas.
ShieldHelicarrier.jpg
S.H.I.E.L.D. durante o Lockdown
A versão Ultimate do Helicarrier da Shield, S.H.I.E.L.D. Air Show, se passa durante a pandemia de 2020, por isso, ao invés de bala pra todo lado e explosões no ar, o estágio é cheio de porra nenhuma. Os dois times lutam de frente pra torre de controle desocupada, sem mais nenhuma alma viva por perto para olhar e um céu completamente lindo, perfeito e sem nuvens. Por sua completa ausência de qualquer coisa visualmente interessante, ele é mais uma das escolhas principais dos pro players do jogo.
ShieldVanilla.jpg
Guerra dos Mundos
S.H.I.E.L.D. Helicarrier é a definição de um estágio foda. O bagulho é de noite, o que já dá um climão, e o background do cenário é um puta confronto massivo entre a Shield e alguma força alienígena de Marte rolando de frente pra Estátua da Liberdade. Só trocação de tiro, míssel e explosão aérea o tempo inteiro, a lá Independence Day.
TrainingRoom.jpg
Vestiário dos X-Men
A Danger Room dos X-Men é um estágio legado da franquia que fez seu retorno no MvC3 original. É o obrigatório estágio de treino que todo santo jogo de luta possui, esse daqui pelo menos é uma locação familiar que todo nerd conhece. Mais uma vez, por falta de elementos "distrativos" no background, é um favoritinho dos proplayer e outros tipos de pessoas que não sabem o que é graça.
DangerRoom.jpg
Por que, Deus?
Se você achava que 1 estágio de treino chato não era o bastante, não se preocupe, o jogo tem 2. Esse aqui pode ser considerado melhor que o anterior pelo simples fato de que tem mais coisas acontecendo, navezinhas se movendo por ai, uns paineis fazendo uns barulhos no fundo, etc.
AsgardMvC3.jpg
Álbum de Heavy Metal
Asgard é o lar de Thor, Odin, Dio e outras celebridades do mundo dos deuses. Os dois times lutam sobre uma pontezinha que dá vista para uma porrada de castelos, a Bifrost, Yggdrasil e mais um zilhão de referências a mitologia nórdica e os quadrinhos. Em meados da luta, uma galinha voadora gigantesca a Fênix (ave mística, não a personagem) irá dar suas caras, latir uma vez pros lutadores e dar o vazante logo em seguida.
AsgardSeaofSpace.jpg
Álbum Heavy Metal Dark Mode
Mantendo a tendência do Ultimate de só remover coisa das suas versões alternativas dos estágios originais, Asgard: Sea of Space é a versão noturna e silenciosa de Asgard. É isso, não tem muito mais de novo, é o estágio velho só que preto e com umas estrelinhas.
DemonVillage.jpg
Estressa Pós-Traumático
Lembra da primeira fase do Ghosts 'n Goblins? Sim, aquela fase que você nunca conseguiu completar, ela agora está no Marvel vs Capcom 3. Esse estágio não só é horizontalmente o maior do jogo, como também possui referências à outras fases do jogo e até mesmo ao Super Ghosts 'n Goblins. Os dois times lutam sobre uma jangada, boiando sobre um rio de sangue que desce maré abaixo, culminando num cemitério graciado pela presença de Astaroth, um dos chefões da franquia.
MVC3B&W.jpg
Estresse Pós-Traumático em Preto e Branco
Mesma coisa que o estágio original, só que em preto e branco acabou a grana foi?, uma referência ao Gargoyle's Quest do Game Boy, chovendo forte pacas e sem o Astaroth no final da fase.
HandHideout.jpg
Base Secreta de Ninjas Secretos
Hand Hideout é o esconderijo dos ninjas da Mão, onde eles praticam seus cultos secretos a Asura em cima de uma pintura do Ryu e do Akuma brigando. O background é cheio de ninjas se movendo em todas as direções e por estar localizado numa região fria, é o único estágio do jogo onde o bafo dos personagens é visível.
Shadowland.jpg
Gordon Ramsay
Shadowland é a versão Ultimate do esconderijo da Mão. Ao invés de se passar nos Himalaias, essa versão do estágio é ambientada em Nova Iorque, no bairro do Demolidor, onde ele senta todo darkzero sobre um trono escuro após ser possuído pelo Diabo. Aparentemente, os ninjas da Mão foram capazes de arrastar não só a estátua de Asura, como também uma Pagoda gigantesca pro meio de Hell's Kitchen, tudo pra observar 6 maluco lutando na rua.
MetroCity.jpg
Osasco
Provando que Haggar é ruim no seu trabalho, Metro City continua o mesmo lixão infestado pela bandidagem 20 anos depois de seu primeiro mandato. O estágio é todo pixado pelos artistas da Mad Gear e conta com vários cameos de membros da gangue, incluindo o gigantão menos conhecido da franquia, Andore, e o anjo de tromba favorito dos gamers, Poison.
DaysofFutePast.jpg
Dias de um Futuro Esquecido antes de existir
Possivelmente o único estágio do Ultimate que é melhor que a versão original, Days of Future Past é uma adaptação do arco dos quadrinhos homônimo, onde os Sentinelas tocaram o terror em tudo, apreendendo e matando não só mutantes, mas também personagens da Capcom que estavam no MvC2. Dois sentinelas enormes observam do background a luta acontecendo e um posterzão grudado numa parede revela o que aconteceu com os bonecos de 2 que não voltaram. Spoiler: Morreram.
MiranhaCity.jpg
Miranha City
A luta se passa num andaime, durante uma celebração organizada pelo The Daily Bugle. Enquanto o negócio sobe e desce, uma parada acontece no background com vários balões, desde o próprio Miranha até o Viewtiful Joe. O chefe malvadão favorito de todos, J. Jonah Jameson, tem um cameo onde procura por fotos do Homem-Aranha no interior de um helicóptero.
CityThatNeverSleeps.jpg
Um Miranha em Nova Iorque
A versão Dark Mode Jazz do estágio do Miranha, em City That Never Sleeps, o andaime não anda, tá de noite e uma multidão observa a luta acontecendo. Num outdoor próximo, um show da Cristal e da Felicia é anunciado.
TricellMVC3.jpg
Farmácia do Resident 5
Uma das partes mais esquecíveis do Resident Evil 5, em MvC3 acaba sendo um dos estágios mais mecanimente interessantes. Em Tricell Laboratory, os dois times lutam num laboratório secreto da empresa farmacêutica malvadona, com direito há uma dezena de tubos e celas experimentais contendo Tyrants e Lickers. Dependendo de quanta porrada estiver comendo na tela, o vidro pode ser quebrado, libertando as criaturas na fase. Quando um Hyper Combo é executado próximo a uma delas, a criatura morre, deixando itens de cura do Resident para trás. Você não pode pegar nenhum deles, claro, mas não deixa de ser legal.
ChaosTricellMVC3.jpg
Farmácia visitada pelo Black Block
Chaos at Tricell é a versão vandalizada do estágio original, nenhum editor passou pra revertar a desgraça feita, portanto ela permanece pegando fogo, cheia de monstros, enfim, uma bosta. Nenhum dos monstrengos da versão anterior aparecem porque todos se soltaram e foram lá serem mortos pelo Chris e pela Sheva.
FateoftheWorlds.jpg
Final Destination do Paraguai
Fate of the Earth é um estágio exclusivo do modo Arcade. Aparentando ser algum tipo de cometa voando na direção da terra, é aqui que o jogador enfrenta o final boss do jogo: Galactus, que não é lá o boss mais difícil da história e que só possui um golpe ou 2 que são realmente chatos de se lidar. O único estágio que o relógio importa de verdade, se o tempo acabar, Galactus explode a terra e é Game Over automático.

Curiosidades[editar]

  • Durante um tempo houveram rumores de uma segunda atualização do jogo, contando com os outros 8 personagens que seriam adicionados na versão Ultimate e que acabaram sendo cortados pro bagulho poder lançar a tempo do Natal.
  • Nos arquivos não utilizados do jogo existem clipes de voz de todos os personagens chamando pelos próprios nomes, indicando que em algum momento de seu desenvolvimento, o jogo te daria a opção de escolher times com mais de 1 cópia do mesmo personagem. Esse acabou não sendo o caso, graças a deus, mas ainda é possível ouvir esses clipes usando mods.
  • Os arquivos também sugerem que, em algum momento, Galactus também poderia ser utilizado fora do Galactus Mode. Esse acabou não sendo o caso, provavelmente porque seria um saco de implementar e tiveram preguiça.

A Controvérsia do Magneto Espanhol[editar]

Don Magneto DelMarco

O que um dia foi DLC paga nas versões de console, vem incluso como um bônus gratuito na versão remasterizada de PC da Steam: Todos os personagens do jogo possuem uma roupa alternativa, menos um, o próprio chefão da Irmandade de Mutantes, Magneto. A história começa durante um dos eventos mais bem recebidos da era moderna da Marvel, Dinastia M, onde a Feiticeira Escarlate perde o controle sobre seus poderes e altera a realidade soa familiar? criando um mundo governado por mutantes.

Nesse mundo, seu pai, o próprio Magneto, ocupa o cargo de Rei dos Mutantes, trajando vestes reais que foram inspiradas para não dizer completamente surrupiadas do Rei Juan Carlos da Espanha. A nobreza espanhola, dissatisfeita com o fato de sua garbe real estar sendo utilizada pelo líder facista eugênico de um Império do Mal, ameaçou o famoso processinho e a Marvel cedeu, removendo o infame visual das capas, mas mantendo ele no interior das páginas.

5 anos depois, na hora de escolher a roupa alternetiva de todo mundo, eles vão e colocam Magneto Rei Espanhol como a DLC do boneco. Mais uma vez um processinho foi usado como ameaça, forçando a Capcom a remover o outfit do jogo e reembolsar os jogadores que compraram. A empresa prometeu desenvolver algo novo para colocar no lugar da skin proibida, mas isso nunca aconteu, e o Magneto até hoje não tem uma roupa alternativa.

Galeria[editar]

Ver Também[editar]

v d e h
Marvel vs Capcom logo.png