Vendedor de ônibus

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Seiyaputo.jpg Este artigo trata de uma personalidade mortalmente,
putaqueparivelmente e filhadaputamente odiada!
E não deve ser digno(a) nem da merda que caga!

Conheça outros filhos da puta clicando aqui.


Cquote1.png Nãaaaooooooo Cquote2.png
Qualquer pessoa ao ver um vendedor de ônibus entrar pela porta de trás

A alegria estampada na cara daqueles que vêm trazer tristeza ao seu dia-a-dia

Cquote1.png A minha vontade é de fechar a porta na cara desses filhos da puta Cquote2.png
Motorista sobre vendedor de ônibus
Cquote1.png Ser véio tem lá suas vantagens Cquote2.png
Idoso sobre não ter que se preocupar com vendedor de ônibus
Cquote1.png Dá pra segurar por gentileza? Cquote2.png
Vendedor de ônibus, atormentando mais uma pobre criatura
Cquote1.png Segura a minha pica, seu filho da puta! Cquote2.png
Dercy Gonçalves, caso ainda estivesse viva e se encontrasse na situação acima
Cquote1.png Nunca consegui pegar um... Cquote2.png
Fiscal da Prefeitura sobre vendedor de ônibus
Cquote1.png (*Bate várias vezes na caixa) Fecha! Fecha! Rápido! Cquote2.png
Cobrador de ônibus ao ver um vendedor se aproximando
Cquote1.png Era melhor que fosse um assalto! Pelo menos ele roubava todo mundo e ia embora logo Cquote2.png
Passageiro sobre vendedor de ônibus
Cquote1.png Só eu consigo ser mais irritante do que ele Cquote2.png
Pastor sobre vendedor de ônibus

Imagine a situação: Dia de semana, seis horas da noite, você teve um dia enfadonho de aula/trabalho e ainda por cima tem que pegar coletivo. Seu chefe ou professor te perturbou até não poder mais, foi gritaria e estresse o tempo todo, ninguém te deixou em paz e sua cabeça estava prestes a explodir. Daí você entra naquele ônibus lotado e após meia hora plantado em pé como um vaso finalmente consegue um lugar para sentar. Cansado e com sono, e com seu ponto ainda a milhas de distância, você vira a cabeça e começa a dormir, seu único momento de relaxar no dia inteiro. Tudo tranquilo, parece que nada mais irá te atrapalhar, até que no meio do seu sonho você vê uma figura iluminada que vem do além, lhe toca pelo braço e com uma voz imponente lhe diz:

Cquote1.png Co' licença bença, dá pra sigurá essa caixinha só pra ajudá meu trabaio? Brigado, deus lhe abençõe Cquote2.png

E lhe acorda de repente. Mas quem é este ser iluminado? Quem é esta pessoa de voz tão imponente? E o mais importante: quem é o arrombado corno enrustido filho de uma rapariga pistoleira aventureira mal-comida dadeira de cu pelos quatro cantos do planeta que é capaz de interromper o único momento de paz e descanso de um pobre trabalhador no seu dia de martírio? A resposta só pode ser uma: é o vendedor de ônibus. Ao contrário do que o nome possa sugerir, não é alguém que vende ônibus ou veículos grandes, mas sim um sujeito que carrega milhares de tranqueiras e, por vezes (muitas vezes), é o inimigo natural dos cidadãos comuns que são obrigados a pegar transporte público todo dia e terem que se deparar com esse lixo humano para atrapalhar o sossego. É a escória da sociedade: esse tipo de individuo pertence à classe mais baixa da população e merece morrer na miséria sem dinheiro pra sobreviver e acabando por definhar de inanição por não comer nem vento. Os vendedores de ônibus são os seres que provam que é possível existir alguém mais odiado que Osama Bin Laden, Hitler e Stalin na história da humanidade.

Quem são?[editar]

É assim que começa

Esses indivíduos são de origem humilde e tem condição financeira precária. Como eu sei isso? Eu não sei, mas dá pra deduzir. Ou você acha mesmo que quem vive de vender balinhas em ônibus e tem que entrar pela porta de trás pra não pagar passagem tem dinheiro para alguma coisa? Eles não possuem casa ou moradia fixa, até porque passam entrando de ônibus em ônibus e sempre terminam o dia em um lugar completamente diferente do outro.

Os vendedores de ônibus tem uma vida pessoal difícil e geralmente sofrem de algum problema que os impede de se socializarem. Os homens são aleijados do pau, ou tem gonorreia, rola minúscula, ejaculação precoce, disfunção erétil, caxumba no saco, ausência de um dos testículos e vários outros fatores que o impedem de manter relações sexuais. Já as mulheres são frescas, arrombadas, mal-amadas, tem hemorroida, fungos na Varginha e a xavasca tem o mesmo cheiro que um bacalhau no almoço da sexta-feira de páscoa. Além de serem fracassados no âmbito amoroso, também são no profissional e não conseguem um emprego decente sem serem demitidos na primeira semana. Seu passado é reflexo de seu presente, pois eles nos tempos de escola não ficavam com ninguém e eram burros como uma porta, reprovando a 1º série 10 vezes até serem jubilados. Isso se forem adultos claros, pois não há limite de idade para "exercer a profissão", principalmente desde que crianças tem muito mais appeal e podem se dar melhor usando sua inocência para conseguir arrancar mais verdinhas.

Por terem uma vida tão sofrida e desgraçada esses indivíduos escolhem a única maneira possível de passar seu sofrimento para outras pessoas: tornando-se vendedores de ônibus.

Super poderes[editar]

Um vendedor, caso participasse dos jogos olímpicos

Apesar de serem indivíduos desabilitados mental e psicologicamente, os vendedores de ônibus possuem atributos físicos extraordinários que são essenciais para o sucesso de sua profissão. A verdade é que eles não são simplesmente vendedores, são verdadeiros esportistas, capazes de competir e superar os maiores atletas do mundo. Digamos que se nós colocássemos vendedores de ônibus na delegação brasileira das Olimpíadas pode ter certeza que o Brasil pararia de ganhar apenas bronze como em todas as edições. Abaixo alguns desses super poderes que os vendedores possuem e os fazem serem tão "especiais":

  • Visão de águia: É necessário uma visão além do convencional para ser capaz de enxergar um ônibus vários quilômetros longe. Além disso com seus olhos de águia os vendedores conseguem enxergar todos os passageiros do ônibus, até mesmo aqueles que sentam na fileira de trás e ficam se escondendo usando os da frente como barreira.
  • Super velocidade: Ao avistarem um ônibus graças a visão de águia, os vendedores têm uma possessão de espírito e incorporam o The Flash correndo na velocidade capaz de quebrar a barreira do som e com isso nunca perdem um coletivo, chegando antes até mesmo das pessoas que estavam na parada esperando que nem idiotas por um bocado de tempo.
  • Ultra elasticidade: Ao contrário dos cidadãos normais, que sofrem para passar no meio dos passageiros, os vendedores possuem uma composição física diferenciada que lhe permite esticar e afinar seu corpo para se locomover sem problemas nas situações mais ingrimes.
  • Alquimia: Assim como seus corpos, os vendedores também podem alterar as propriedades físicas dos "produtos" que vendem, sendo assim os únicos e verdadeiros reais alquimistas que o mundo já pôde ter. Essa é a única explicação plausível para eles se moverem no meio de todo mundo mesmo carregando uma sacola cheia de Elma Chips ou um freezer lotado de garrafas de água.
  • Força sobre humana: Para conseguirem carregar os objetos acima e muitos outros como caixas de pacotes de balas, cesta de confeitos e até pacotes de revistas, sendo geralmente mais de um deles, os vendedores possuem uma força bruta que está num nível inalcançável por qualquer ser humano, até mesmo os halterofilistas. Afinal, levantar um peso de 90 kg é mole, eu quero ver é carregar duas sacolas em cada braço com um caixote em cada ombro e ainda equilibrando um isopor na cabeça.
  • Hiper resistência: Ser um vendedor de ônibus exige demasiada resistência, isso porque eles tem que correr várias distâncias, as vezes debaixo de sol quente ou do sereno da noite, e quando sobem tem que passar por vários indivíduos em pé para chegar lá na frente e depois repetir o processo para vender suas "mercadorias". Imagine fazer isso várias vezes num dia só enquanto se mantem longe da polícia e enfrenta repressão e hostilidades justificadas dos passageiros e motoristas e ainda ter que anunciar "seus serviços" para a "clientela" gritando em alto e bom som.

Produtos[editar]

Uma típica cesta de doces vendida no ônibus, cheia de docinhos do tipo comeu-morreu

Os produtos que os vendedores de ônibus vendem são um dos maiores mistérios da história da humanidade. Quem fabricou, onde e como eles conseguiram são perguntas que provavelmente nós levaremos para a tumba sem resposta. Porém graças a Todo Mundo Odeia o Chris pelo menos temos uma pista de uma dessas dúvidas: caíram do caminhão.

As principais mercadorias são sem dúvida aquelas de natureza alimentícia, e os vendedores são conhecidos por terem posse de todo tipo de porcaria comestível que você possa ou não possa imaginar, transformando-se em verdadeiros quiosques ambulantes. Detalhe especial para a "promoção do dia", que não importa se for a mesma de ontem, anteontem, semana passada ou o mês inteiro. É só hoje.

Entre esses deliciosos quitutes podemos destacar as famosas balinhas de eucalipto, vendidas em caixote ou separadas, sempre com aquelas mensagens atrás. Há também os salgadinhos mofados e vencidos que vem com aquele tempero especial de bolor que deixa o gosto muito mais especial. Sem falar da água batizada que só quem toma vai entender. Em alguns estados do Nordeste se vende o "cremosinho", que é nada mais nada menos que um saquinho cheio de creme que o pessoal chupa. Como os vendedores tem o hábito de venderem eles em espetos, podemos dizer que eles literalmente tiram creme do pau. Em lugares mais abastados vendem-se mimos como barras de cereal e de chocolate. Uma por 1 real e 7 por cinco. Negócio é puro chocolate hidrogenado, gruda tudo na boca.

Mas não só de pão vive o homem, e o comércio dos vendedores de ônibus é muito mais diversificado e abrangente. De revistas de palavras cruzadas e textos religiosos a itens de higiene pessoal e peças de roupa, eles têm de tudo. Geralmente esse pessoal que vende esse tipo de coisa são os evangélicos de plantão ou os surdo-mudos que infelizmente acabam não lucrando nada com as vendas, porque quando a gente vai perguntar quanto custa o produto eles simplesmente não respondem nada.

Segundo estatísticas altamente confiáveis feitas pelos mesmos que previram a vitória da Hillary Clinton nas eleições de 2016, a venda nos ônibus é responsável por cerca de 0,0001% do PIB das grandes cidades, assim como metade das reclamações ao PROCON por terem pego alguma doença ou a mercadoria em questão ter parado de funcionar logo após o primeiro uso.

Frases que os vendedores de ônibus mais falam (com comentário de um cidadão ordinário)[editar]

Por mais que a gente deseje, isso nunca acontece com um vendedor de ônibus
  • "Com licença senhores passageiros" - Ah, depois que sai empurrando todo mundo você pede licença?
  • "Queria a atenção de todos vocês" - Você não acha que já tá todo mundo prestando atenção com você gritando desse jeito, caralho?
  • "Trago aqui o passatempo da sua viagem" - Quero saber como a porra duma bala vai me divertir, seu merda!
  • "Peço a ajuda de vocês" - Veio vender suas tralhas ou pedir esmola?
  • "Por favor me ajudem, eu sou um pai de família" - Era melhor que você estivesse quicando na trozoba do Paulo Guina então, seu viado!
  • "Sou ex-usuário de droga" - Pelo visto não adiantou muito, porque você ainda tem cara de noiado!
  • "Se puder, só segurar já ajuda meu trabalho"- Mas que ideia de jerico é essa?
  • "Eu sei que é chato" - Então porque continua, porra?!
  • "Eu não queria estar aqui" - Tampouco eu queria te por ver aqui!
  • "Eu podia estar matando, podia estar roubando..." - Podia não, deveria!
  • "Quantos por aí não estão usando drogas?" - E você devia estar usando junto com eles, seu noiado!
  • "Garanto que você não vai encontrar esse preço em nenhum lugar" - Mas é claro, ninguém vende essas coisas em tão mau estado!
  • "Tenho fé em Deus que um dia vou sair dessa situação" - Assim espero. Pra que você nunca mais venha perturbar minhas viagens, seu corno!