Windows Phone 8.1

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

O Windows Phone 8.1, sucessor do tijolão, WP8.1 ou ainda como faso pra atualisa pro 10 foi o último sistema operacional exclusivamente móvel da Microsoft, antes da pseudo-integração entre o desktop e o mobile teoricamente promovida pelo Windows 10. Apesar do sistema ter a mesma numeração mestra de seu antecessor, o WP8.1 parece ter sido outro sistema, este sim, mais próximo de um sistema operacional móvel de verdade. A Microsoft suportou este sistema até 11 de julho, tendo depois disso ficado de saco cheio de ter de criar correções de bugs para esta merda.

Apesar de ter prometido atualização para o Windows 10 Mobile a todos os aparelhos que tinham a atualização do Windows Phone 8.1 chamado Lumia Denim, apenas aqueles com mais de 1GB RAM receberam aquele compilado POG.

Lançamento e atualizações[editar]

Note como o Windows Phone 8.1 ficou ultra customizável. Bem, pelo menos passou a dar pra por um papel de parece naquelas tiles.

A Microsoft estava afim de incrementar o sistema operacional com algumas novidades como a portabilidade de apps, por meio da promessa de uma plataforma universal, coisa que só começou a acontecer de verdade depois do Windows 10. A ideia da Microsoft na época era iludir os desenvolvedores para que criassem aplicativos para o sistema operacional na promessa de que os mesmos seriam usados também no PC (como se alguém fosse trocar um WinRar por um app que faz 5% e ainda tem uma versão pro).

Atualizações Lumias[editar]

Dentro do Windows 8.1, aconteceram várias atualizações como aquelas famosas atualizações Lumia. Teve a Lumia Amber, Lumia Black, Lumia Yellow, Lumia Blue ... e a Lumia Denim, sendo esta a última das "grandes" atualizações. Cada uma era um parto para começar e demoravam uma eternidade até terminarem. Ainda corria o risco de você iniciar seu smartphone pela primeira vez, ter de atualizar e o celular apagar no meio da atualização, fazendo com que você perdesse o aparelho completamente. Diferentemente de um Android, o Windows Phone (mais especificamente o 8) não tinha como recuperar sistema operacional quebrado, até porque aquele Windows Device Recovery Tool não recuperava porra nenhuma, só piorava o problema.

Em cada uma dessas atualizações, a Microsoft vinha com alguma coisa pra forçar os usuários a utilizarem aqueles serviços inúteis que eles tem como o Bing, One Drive, Xbox Music, etc.

Características[editar]

Pela primeira vez, o Windows Phone foi deixado de ser algo dedicado aos míopes e pessoas com astigmatismo e foi ficando mais natural. A resolução da fonte do sistema passou de incríveis 240px para 72px, o que não deixa de ser uma grande evolução.

Outra característica do Windows Phone 8.1 é que foi a primeira vez que a loja tinha uma réplica para quase todos os programas nativos de outras plataformas, como Instagrão, YouTube e Tinder. O melhor de tudo é que a maioria desses passaram a não funcionar com o sistema e alguns até saíram da loja depois do lançamento do Windows 10. Isso não é maneiro?

No Windows Phone 8.1, tinha um aplicativo chupa-cabra da Microsoft chamado Pessoas que sugava tudo quanto era contato de seus emails (inclusive aqueles que você tinha da época do Perdidos na Noite) e os adicionam como seus contatos.

É nesta versão do sistema operacional que a Skynet entra em ação, mas ela só aprende português no Windows 10 Mobile.