Windows Server 2003

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Atenção! Este artigo foi desenvolvido pela Microsoft! Menu canto windows.gif
E seu autor o programou no setor de R&D da Microsoft, por isso, pode conter slowdowns, travamentos, consumo excessivo de RAM, spam e Tela Azul da Morte.
Para ajuda, acesse o Centro de Ajuda e Suporte da Microsoft.
Process-stop.svg.png


Área de trabalho do Windows Server 2003, 2008, 2012, 2016... sempre a mesma merda.
Uma das poucas vantagens de um Windows Server está no fato de um administrador de redes não precisar encarar uma tela preta para ver as horas, por exemplo.

O Windows Server 2003, também conhecido por aqueles que passam tempo demais vendo televisão como Microsoft Windows 2003 ou ainda Windows XP 2003 é um sistema nada operacional da Microsoft e como o nome indica, lançado em 2003. Compõe a célebre série Server dos Windows, versões do Windows voltados para uso em máquinas mais parrudas (ou não).

Apesar de lançado quase há 20 anos, esta versão do Windows ainda é usada por milhões de empresas que ainda vivem no século passado. Em razão disso, além de hospedar sites em ASP e servir de servidor de autenticação, um servidor com o Windows Server 2003 torna-se um grande e delicioso pote de mel para crianças que sem ter o que fazer na internet, resolvem testar alguns de seus códigos encontrados em algum fórum de raquearias, em sistemas alheios. Por outro lado, isso acaba sendo bom para quem usa o Server 2008 ou o 2012, já que não precisariam criar uma proteção do tipo pra rede, pois ela já se encontraria "disponível" na internet.

Lançamento[editar]

Bill Gates agradecendo por os compradores serem tão acéfalos.

Criado a partir do modelo de sistema operacional usado a partir do Windows ME, o Neandethal Tecnology, o Windows Server 2003 na época que foi lançado fez sucesso entre o pessoal da T.I. por ser um sistema fácil de instalar, já que semelhante ao seu primo contemporâneo (Windows XP), era "gratuito" e não precisava fazer toda a patifaria para a ativação igual é hoje (hoje tem que usar crackers, se vicia, depois ativadores, põe as chaves, depois ativa de novo...), era só pegar a chave de um amigo que as tinha, pegar qualquer carroça que estivesse sobrando na empresa e profit.

Versões lançadas[editar]

Visando arrecadar mais dinheiro com suas patifarias, a Microsoft lançou várias versões do sistema operacional, mudando apenas os "módulos" que vem ativados por default.

Windows Server 2003 Web Edition

Uma versão do sistema operacional com suporte ao IIS e com ele, toda a sorte de ataques possíveis. A quem quiser ter um queijo suíço em segurança, é altamente recomendado que se faça o uso deste.

Windows Server 2003 Standard Edition

A versão default do sistema operacional. Obviamente que por ser completamente capado, ninguém nunca se preocupou em adquirir essa joça, mesmo "de graça".

Windows Server 2003 Datacenter Edition

Neste Windows Server, o SQL Server vem instalado e desconfigurado por default. Além de ter que tampar os buracos que o sistema possui, quem fazia o uso deste ainda tinha que aprender a estranha sintaxe SQL by Microsoft.

Windows Server 2003 Enterprise Edition

A única versão piratiável do sistema. Nele, você poderia escolher se o sistema iria se comportar como um servidor de banco de dados, web, autenticação (LDAP) ou se iria ser um mero servidor de arquivos. Obviamente, que esta foi a única versão minimamente interessante do sistema e continuou sendo até os dias de hoje, já que as versões continuaram sendo as mesmas no Windows Servers de 2008, 2012 e 2016.

Windows Server 2003 Ramsonware Limited Edition

Versão de Aniversário de 15 anos do sistema operacional lançado pela Microsoft em 2017. Foi oferecido pela empresa gratuitamente, por meio de uma atualização compulsória e visava a disponibilização de servidores para a nova febre do momento, os ransomwares.

Características[editar]

Um exemplo de estabilidade em forma de sistema operacional, o Microsoft Windows 2003, segundo Tio Bill, é muito mais seguro que um RedHat Linux Enterprise Server possuindo uma espantosa tecnologia e flexibilidade, principalmente no que se refere a rendição a vírus e malwares de baixa periculosidade.

Apesar do nome "servidor", o sistema também pôde ser usado para rodar num Celeron qualquer, no lugar de um Windows XP. Dentre suas principais vantagens com relação a um Windows XP Professional, por exemplo, estava no fato de se poder usar duas placas de rede pra melhorar o ping no Counter Strike 1.6, dada as limitações de rede da época. Outra vantagem, era comprar um servidor com duas CPUs pra conseguir rodar um Crysis.

Aplicações notáveis[editar]

O sistema operacional foi usado como base do site de relacionamentos Orkut, sensação no Brasil. Todos sabem que o site é um exemplo de estabilidade, rapidez e segurança. Palmas à Microsoft. Ela sempre consegue se superar.