Xiamen

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Jackie chan.jpg Pastel de flango, né?

Este altigo foi fablicado na China e pode queblar a qualquer momento. O autor plovavelmente luta Kung Fu e tem uma pastelalia. Não estlague este altigo, pois Jackie Chan está de olho.


Cquote1.png Você quis dizer: Chamei Cquote2.png
Google sobre Xiamen

Cquote1.png XIAMEN!! A Florianópolis chinesa!! Cquote2.png
Marco Bianchi

Xiamen (Chinês simplificado:厦门|; Chinês tradicional:厦门|廈門厦门||; pinyin:Xiàmén) é uma cidade localizada em Sujião na China, próximo a Taiwan. O seu nome significa "Um barulho de espirro" "A Porta da Grande Mansão" (a República Impopular da China é conhecida como "Mansão" pelos habitantes de Taiwan). Possui 14.000.000 de pescadores habitantes e muita poluição marinha.

História[editar]

Cidade de economia popular (pirataria) forte.

A cidade foi fundada em 282 por um pequeno grupo de 500.000 pescadores para criar uma rivalidade com o pessoal de Tianjin. A cidade no século V já era o campeão de exportação para o Paraguai, sobretudo espelhos e flechas de bronze.

No século XIV a cidade foi usada pelo Primeiro Imperador Qin Jet Li para lutar contra os inúmeros piratas (japoneses) muito comuns até hoje no Mar da China. Os canhões de longo alcance da cidade podem atingir Tókio e Pyongyang simultaneamente.

Com a chegada de extraterrestres dos europeus no século XV, os britânicos abriram uma grande vendinha em Xiamen para comprar ópio e pólvora e vender bicicletas. Com o tempo a cidade começou a se achar uma Macau da vida, mas como faltava o detalhe da alta criminalidade e uma máfia poderosa dominante, Xiamen nunca adquiriu independência.

Cidade chinesa mais próxima de Taiwan, atualmente Xiamen é a responsável para traficar para lugares muambentos como Paraguai e Brasil todo aquele produto pirata e roubado de Taiwan.

Geografia[editar]

Localizada na ilha de Kulangsu, a cidade é um pequeno enclave estrangeiro de milhões de chineses.

Economia[editar]

Considerada uma das 5 zonas especiais econômicas da China, de especial não tem nada, só a poluição dos mares e rios, passatempo local. 178% da economia local gira em torno da pesca e escambo.

Os outros 59% são baseados na exportação de chá, ópio e brinquedos falsificados, além de revenda de trambiques de Taiwan.

Uma pesquisa feita pela OMC recente, premiou Xiamen por ser a cidade que mais fabrica e revende para o mundo óculos de sol, 120 bilhões ao todo. As chances de seus óculos serem de Xiamen é de 103%.

Cultura[editar]

Em 2017, a ilha de Kulangsu que pertence à Xiamen foi nomeada patrimônio mundial pela UNESCO, considerada então a ilha mais falsificada do mundo, havendo por l´[a cópias de igrejas, mesquitas, monumentos, edifícios de todas as culturas do mundo praticamente. Até moais da Ilha de Páscoa (genéricos, claro) podem ser encontrados lá.