Yokohama

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Sculpture samurai.jpg

Made in Japan
Este é um artigo com tecnologia do sol nascente né.
Descendente de Samurai e Kamikaze nas horas vagas.

Lugar sem nada de interessante de Yokohama.

Cquote1.png O que? Cquote2.png
Você sobre Yokohama

Cquote1.png O mais alto edfício do Japão? É tão alto quanto meu pau minha altura? Cquote2.png
Ultraman sobre Yokohama

Cquote1.png Ei, são nossos pneus! Cquote2.png
Yokohama (Marca) sobre Yokohama

Cquote1.png Você quis dizer: Zona Sul de Tóquio Cquote2.png
Google sobre Yokohama

Cquote1.png Você quis dizer: Camelódromo de Tóquio Cquote2.png
Google sobre Yokohama

Yokohama (em japão: 横浜市) é uma cidade japonesa localizada em uma província de Kanagawa, inserida no mar cinzento de edifícios, casas e canais (tem outra coisa?) da Grande Tóquio. De fato, só se sabe que está em Yokohama quando alguém se lembra do "edifício mais alto do Japão". Basicamente não passa de outra cidadeo bairro inútil comum do Japão. Mas existem apenas 2 alguns lugares que nunca se deve ir atrativos na cidade. Vejamos a seguir.

História[editar]

Yokohama Landmark Tower, uma das únicas coisas originais de Yokohama.

Esta cidade começou em 1854. Lá isto não passava de uma minúscula aldeia. Só tinha coisa monótona naquela porcaria, e também era uma aldeia piscatória, levando em conta o fato de, talvez, ficar no meio do nada, então não prestava pra nada aquilo. Mas, neste mesmo ano, acabou vindo um comodoro qualquer vindo da américa do norte, chamado Mathew Perry. Ele então ficou vendo o quão chato éra aquilo, e então decidiu começar uma povoação naquilo, até que em 1859, aquilo passou de uma merda pra uma cidade ótima, e, incrivelmente, o ponto local para o estabelecimento e chegada de estrangeiros e gringos gozadores que prestam só pra ficar zoando daquela cidade. Nesta época a cidade passou a ser conhecida por ser grande exportadora de seda (mas nenhum japonês liga pra isto, já que eles querem mais é ficar babando com edfícios altos e lutas de monstros marmanjos do que comprar estas porcarias estes produtos em cidades com poucas coisas de interessante), apesar de ela estar mais é ligada a pesca. Porém, o comércio estrangeiro (alguns daquels já citados gringos que só sabem zoar), ajudou muito aquela porcaria para um grande comércio e crescimento, ficando no século XIX, um dos principais portos de Oceano Pacífico.

Foto de uma vista de China Town (observe um japones inútil fazendo papel de otário na frente).

Mas não se engane com isto; só em 1889 esta porcaria se tornou uma cidade, já que foi em anos antês deste ano que foi construida um caminho-de-ferro pra ligar Yokohama a Tóquio, que, só assim, impulsionou seu desenvolvimento. Em meados deste tempo, só foi assim que os Japoneses se tocaram de que ela foi criada pra ser a maior cidade do Japão, e só daí que eles ficaram louvando a cidade (mas não muito, pois só isto ainda não interessa mesmo). Depois de uma década, um tal de "direitos de comércio extraterritoriais" da cidade foram abolidos devido a imensa venda de porcarias que não prestam para nada produtos e outros motivos. Em 1923, a Yokohama foi vitima de um dos 1964 (na verdade é mais) terremotos que ocorrem no Japão, mas este foi por causa de mais uma batalha de monstros que ocorreu em Tóquio. Praticamente o terremoto já estava cansado de percorrer aquela cidade com tom monótono, e decidiu seguir o caminho-de-ferro pra poder encontrar a Yokohama e dar uma passada por lá. Aparentemente o terremoto lixou e ferrou com toda a cidade. Mas apesar das merdas que ocorreram na cidade, de algum modo que Eu e Você não entende, este terremoto fez passar pela cabeça dos Japoneses que vivem lá que esta cidade esta uma imensa porcaria, e foi rapidamente reconstruída, modernizada e, como se já não bastasse, alvo de várias modificações e alterações, a tornando finalmente uma grande cidade. O que a gente não pode esquecer mesmo é seu ataque sofrido durante a Segunda Guerra Mundial, mas isto não passou de perda de tempo, pois mesmo com as bombas super pesadas e fuderosas terem atacado a cidade, aquela cidade já estava muito modernizada e marmanja, e então eles conseguiram resistir ao ataque e continuaram com seu desenvolvimento e tal.

Coisas que a cidade tem[editar]

  • Economia: Basicamente a economia se baseia em importantes exportações de Petróleo (não diga), construindo também coisas pra nerds química, sendo também grande em criação de porcarias equipamentos pra automóveis e coisas navais. Praticamente aqui é igual a muitos outros países e cidades, então foda-se foda-se mesmo.
Foto de uma pintura que relata um prédio japones, aonde esta ocorrendo uma Parada Gay mini-festa.
  • Educação: Yokohana só tem umas 9 escolas publicas, aonde todos enchem a cara estudam como todos os outros 4 bilhões (ou mais) de estuantes do mundo.
  • Yokohama na ficção: Godzilla, uma vez já ficou cansado de sempre lutar em tóquio e sempre ficar perdendo pro Ultraman, que daí então decidiu seguir aquele caminho-de-ferro pra poder se encontrar com alguma outra cidade pra poder continuar seu fracassado caminho de destruição. Daí se encontrou com a cidade Yokohama, mas só prestou lá pra fazer dois filmes nada suscedidos com aparições de Yokohama. Vendo que alí ele não teria porra nenhuma pra fazer, decidiu então voltar pra tóquio pra continuar destruindo por lá, sabendo que sempre irá levar muita porrada e cacete no processo do Ultraman e de outros super-heróis-playboys-ricos-dando-uma-de-gostosos.
  • Turismo: Yokohama contém muitos pontos turisticos. Dentre eles são Prédios, Prédios grandes, Prédios muito grandes, Prédios grandes pra cacete, Prédios grandes pra cacete e iluminados, Prédios com recepção de Parada Gay, Prédios iluminosos, Prédios de serviço otaku, Prédios cheios de produtos japoneses, Prédios cheios de produtos japoneses gringos, e outrs 1000000 Prédios.
  • Governo: O governo é consistido em 92 membros, aonde a maioria é corrupto devido a construção gringa que ocorreu na cidade todos fazem o que fazem melhor: tentar vencer a corrupção da cidade enquanto comem rosquinhas ou algo parecido.

O que esta cidade tem de interessante?[editar]

Um pneu nada a ver com Yokohama, visto que isto é de outra Yokohama.
  1. É a maior cidade do Japão, aonde contem cerca de 3,579,133 habitantes (muito), vendo que só ira prestar pra ter muita população e as contruções não tem nada a ver.
  2. É o lar do prédio Yokohama Landmark Highlander Tomas City Sterve Scott to You Dreams Shit Tower, considerado chamado por viagem de o maior prédio do Japão, e vendo que aquilo é só um hotel cheio de tudo que eu nem preciso dizer (ou então irei precisar, já que você não fala japonês ou pelo menos lê kanjis).
  3. Como é um lugar grande pra cacete, aqui deve ter um montão de luzes fluorescentes grandes com neón que não servem pra nada.
  4. Durante a Segunda Guerra Mundial, Yokohama conseguiu resistir a um grande bonbardeamento de veículos aéreos. Algumas pessoas dizem que isto foi por que os prédios são feitos de algum material super resistente ou parecido. Outros dizem que, pelo fato de aquela cidade ser muito grande, os inimigos aéreos se cansaram de ficar bombardeando aquela porcaria e foram ambora pra casa. E algums otakus dizem que isto foi graças a um ataque de algum monstro-gigante-marmanjo-caipira-que-sempre-leva-porrada-de-uns-mocinhos-ou-de-uma-bomba, que protegeu a cidade de trocentos misseis inúteis.
  5. Yokohama também tem a famosa China Town, que é a mesma coisa que qualquer uma das outras.
  6. O Yokohama GayStars, pior time da NPB em 2008, 2009, 2010, e antecipadamente em 2011 e 2012.

Ver também[editar]